Condição Espiritual de Quem Ama Download PDF

Condição Espiritual de Quem Ama

a condição espiritual de quem ama

João 5

1 DEPOIS disto havia uma festa entre os judeus, e Jesus subiu a Jerusalém.

2 Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda, o qual tem cinco alpendres.

3 Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento da água.

4 Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse.

5 E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo.

6 E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar são?

7 O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim.

8 Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda.

9 Logo aquele homem ficou são; e tomou o seu leito, e andava. E aquele dia era sábado.

10 Então os judeus disseram àquele que tinha sido curado: É sábado, não te é lícito levar o leito.

11 Ele respondeu-lhes: Aquele que me curou, ele próprio disse: Toma o teu leito, e anda.

12 Perguntaram-lhe, pois: Quem é o homem que te disse: Toma o teu leito, e anda?

13 E o que fora curado não sabia quem era; porque Jesus se havia retirado, em razão de naquele lugar haver grande multidão.

14 Depois Jesus encontrou-o no templo, e disse-lhe: Eis que já estás são; não peques mais, para que não te suceda alguma coisa pior.

15 E aquele homem foi, e anunciou aos judeus que Jesus era o que o curara.

16 E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque fazia estas coisas no sábado.

17 E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.

18 Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.

19 Mas Jesus respondeu, e disse-lhes: Na verdade, na verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazer o Pai; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente.

20 Porque o Pai ama o Filho, e mostra-lhe tudo o que faz; e ele lhe mostrará maiores obras do que estas, para que vos maravilheis.

21 Pois, assim como o Pai ressuscita os mortos, e os vivifica, assim também o Filho vivifica aqueles que quer.

22 E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo;

23 Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou.

24 Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.

25 Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão.

26 Porque, como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo;

27 E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do homem.

28 Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz.

29 E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.

30 Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou.

31 Se eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro.

32 Há outro que testifica de mim, e sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro.

33 Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade.

34 Eu, porém, não recebo testemunho de homem; mas digo isto, para que vos salveis.

35 Ele era a candeia que ardia e alumiava, e vós quisestes alegrar-vos por um pouco de tempo com a sua luz.

36 Mas eu tenho maior testemunho do que o de João; porque as obras que o Pai me deu para realizar, as mesmas obras que eu faço, testificam de mim, que o Pai me enviou.

37 E o Pai, que me enviou, ele mesmo testificou de mim. Vós nunca ouvistes a sua voz, nem vistes o seu parecer.

38 E a sua palavra não permanece em vós, porque naquele que ele enviou não credes vós.

39 Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;

40 E não quereis vir a mim para terdes vida.

41 Eu não recebo glória dos homens;

42 Mas bem vos conheço, que não tendes em vós o amor de Deus.

Amados irmãos e amigos, um grande desafio que vejo hoje, é tentar resgatar no povo o sentimento de amor por Deus e Sua Palavra. Porque o que temos hoje, como modelo de igreja, não é mais um lugar onde as pessoas se juntam para juntos exercitarem o amor de Deus.

As pessoas estão cheias de compromissos, de regras, de leis, de proibições, e tal como os Fariseus, quando eles não podiam cumprir as ordenanças das quais muito se orgulhavam, começavam a olhar o próximo para ver quem estava cumprindo ou quebrando os mandamentos, e era assim que eles ficavam na espreita para apanhar alguém em um delito, apanhar alguém em palavras, em algum pecado… se tornaram espertos, bons vigias, perspicazes,

Desta forma, o terreno que é chamado de cristianismo tem se tornado um lugar de batalha, uma verdadeira guerra opressiva, onde cada um se preocupa mais com o que seu irmão diz ou ver, do que com aquilo que Deus diz, ou ver.

Nos tornamos mais crentes diante dos irmãos, por medo de verem nossas falhas, do que somos crentes na presença de Deus. O que aconteceu?

Eu penso que em algum lugar da nossa caminhada, fomos empurrados para um lado da estrada, pois vejo a pressa nas pessoas de verem a justiça ser feita, de verem este ou aquele pagar por seus erros, e eles mesmo se lhes fossem dado oportunidade, matariam julgando com isso estarem fazendo um serviço para Deus, porque afinal de contas, pensam… Por que Deus não varrem tais pessoas da face da terra?

É assim que em muitos casos que somos chamados a julgar ou dar um parecer, ficamos sem palavras, porque as pessoas não querem realmente uma orientação, e porque elas já estão com suas opiniões formadas, e já julgaram e deram a sentença, não aceitam mais nossa opinião, apenas querem que aprovemos o que já decidiram.

Em outras palavras, estão prontas para aplicar a pena de morte, a injeção letal ou a cadeira elétrica, e o que desejam de nós é aplausos, apoio para vindicar seus feitos.

Talvez vocês não estejam conseguindo acompanhar a extensão de tudo isso, mas se estão captando, então podem saber muito bem que da forma que está, nosso senso de justiça e verdade, não excede a dos escribas e dos fariseus.

Mateus 5:20 –Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

Deus na sua infinita Misericórdia pelo seu povo, nos enviou seu filho JESUS para nos resgatar do pecado. Jesus foi um verdadeiro exemplo de amor, Jesus dedicou toda sua vida para demonstrar esse amor através de suas obras E nós, o que temos feito??

Efésios 4:32 – Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.

 benigno = 1. Afável. 2. Favorável. 3. Suave e bom.

 A Divindade Explicada – 333Em minha vida, eu cometi muitos erros. Eu tenho feito muitas coisas que são erradas. Eu farei provavelmente, se eu viver muito mais, eu farei muito mais. Talvez algumas delas serão pedras de tropeço em seu caminho. Eu espero que vocês me perdoem.

 5-Colossenses 3:13 – Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.

A Divindade Explicada – 334Eu estava lendo a respeito de Abraão, como que as frustrações que coisa, as coisas que ele fez; ele duvidou de Deus; e ele mentiu sobre a sua esposa; e tudo mais. Porém quando o seu comentário Divino foi escrito em Romanos 4, nunca mencionou os seus erros, porém disse: “Abraão nunca vacilou”, na incredulidade… através de Deus:”porém foi fortalecido”. Todos os seus erros foram todos esquecidos, quando o comentário Divino de sua vida foi escrito. Suas frustrações nem mesmo foram mencionadas. Seus erros não foram mencionados.

Ele o Amor, não mantém um registro de erros, o Amor tem uma capacidade de esquecer.

A Bíblia diz: “O amor não mantém registro de errado”

E por que isso é importante? Porque até que você esteja disposto a perdoar e esquecer, você sempre vai ser controlado por seu registro de erros e, em seguida, se você manter um registro dos erros, em seguida, seu motivo não está certo. 

Por quê? Por que você mantenha um registro dos erros? É porque você quer e deseja se vingar, ou então você deseja controlar a pessoa que você está mantendo registro sobre seus erros.

Agora, isso é um atributo do diabo, manter uma lista de erros. Deus está disposto a jogar todos os seus pecados no mar do esquecimento, se você confessa seus erros.

E um dos primeiros princípios de um novo começo é o perdão e, a menos que você está disposto a perdoar e esquecer você nunca terá descanso para a sua própria alma

É importante que as pessoas aprendam, que quando você perdoa e esquece, você está fazendo mais para você do que você faz para a outra pessoa. 

Porque para ter paz em sua alma, você não deve levar sobre você a bagagem e os pecados dos outros.

Todos, como seres humanos que somos, estamos propícios a falhar, mas Deus nos ama incondicionalmente, independente da situação em que nos encontramos, e Ele nos diz para amarmos ao nosso próximo assim como Ele nos amou.

Não sei se você consegue entender a profundidade disso, mas amar incondicionalmente significa amar em todas as circunstâncias, quando algo não te agrada, quando você sofre, quando você se enraivece, não só quando te convém ou quando é fácil amar, mas em TODAS as situações.

E na maioria das vezes o que fazemos é julgar e fazer acepção de pessoas, porque é mais cômodo ignorar e julgar ao invés de amar.

É fácil dizer que amamos Deus, mas a bíblia mesmo nos ensina, como escrevi acima, que quem diz que ama Deus e odeia o seu irmão é mentiroso…

Iº João 2: 9 Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. 10 Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo. 11 Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos. 12 Filhinhos, escrevo-vos, porque pelo seu nome vos são perdoados os pecados.

Este é um resumo utilizado para a palestra “A Condição Espiritual de Quem Ama” se voce deseja obter a palestra completa, escreva para nós.

doutrinadamensagem@gmail.com

radiounife@hotmail.com

Gostou? Compartilhe na rede!
Tags

Nenhum comentário  - Clique aqui para comentar!

No comments yet.


RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Dados da Matéria

Dados do Autor

Doutrina da Mensagem Admin do site doutrina da mensagem » Blog do autor. » Site do autor.