Deus Enviou Seu Filho Download PDF

DEUS ENVIOU SEU FILHO

Deus enviou Seu Filho

Nós temos recebido algumas perguntas a respeito da diferença entre Deus e Seu Filho, e gostaria de destacar duas delas, como estão postadas a seguir por pessoas diferentes:

 “Por favor, porque o profeta disse, com relação ao plano da redenção, que Deus não enviou um anjo, e nem um filho, e nem um semelhante a nós. Mas que Ele (DEUS) Próprio veio para redimir. Deus não confiou seu plano de salvação à outro, Ele CONFIOU UNICAMENTE A SI MESMO. ( As sete Eras, página 22)”

E mais esta pergunta:

“Queridos irmãos da “Doutrina da Mensagem”, gostaria de fazer uma pergunta e espero não ser inconveniente para com a mesma. Porque o irmão Branham disse que Deus não enviou um anjo? Não enviou um filho? Ou um semelhante a nós? Me de uma resposta direta, por favor sem conjecturas. Grato pela intenção.”

 Primeiro gostaria de analisar com os amados leitores o que foi pedido “por favor”: responder sem conjecturas;

 Ao analisarmos o significado desta palavra, eis o que se disse com isso:  Julgar, depreender, Presumir. Opinião, com fundamento incerto, Suposição, hipótese.

É claro, que seja qual for nossa resposta a posição de quem pergunta sempre é a mesma; que estamos negando ao profeta, que não entendemos o plano da redenção, que não sabemos do que estamos falando, e se ficarmos em silencio sem lhes dar uma resposta, dizem que não temos resposta diante de suas indagações, e fazem um cavalo de batalha com uma citação da mensagem em detrimento de centenas de citações que lhes apresentamos.

 A 1º coisa que eu gostaria de dizer, é que você não pode fazer chocar Bíblia com Bíblia, você não pode utilizar um parágrafo para anular outro, e que somente descendência da serpente tenta por Palavra contra Palavra, pois seu sentimento egoísta só pensa em seu próprio interesse, mas nunca tem a humildade de reconhecer seu erro.

Esta mesma pergunta feita no portal doutrina da mensagem estão fazendo por outras redes sociais, e se gabam que estão “derrubando muros” que estão “desmascarando o erro” e por aí vai.

Não temos respondido ou disponibilizado estudos com base em conjecturas, ou falácias como nos acusam, mas mostramos como William Branham cria quanto a Divindade, e de maneira nenhuma esta citação que utilizam na pergunta anula as demais, mas da forma que estão fazendo só tem uma explicação; ou são cabeça dura e levarão adiante seu erro doutrinário por não  querer admitir que foram enganados por Babilônia com uma doutrina unicista, ou estão usando o profeta para combater a bíblia!

Agora, veja porque você não pode utilizar esta citação do Irmão Branham indevidamente e até de forma irresponsável, porque se você diz que Deus não mandou um Filho, utilizando esta citação do irmão Branham, você está fazendo dele um falso, Se Deus não enviou um Filho, isso entra em choque com a própria Bíblia e com centenas de versículos e outras citações. Estou eu negando as palavras do profeta? É claro que não, só mesmo na cabeça de preguiçosos que não querem ver com atenção todas as citações referentes a Deus e Seu Filho.

 Agora, eu disse antes que querem por as Palavras do Profeta contra a Bíblia, e vejam porque: Estes amados irmãos acreditam que Jesus era apenas “Deus em um oficio diferente”, que o Filho não existe fora do Pai, que Deus nasceu, e morreu, pois aquele que morreu no cruz é o próprio Deus etc etc. e agora com esta citação estão divulgando (e achando que é uma grande revelação) que Deus não mandou um filho, pois Deus mesmo foi quem veio. Bem, estão tão seguros que tem o quebra cabeça montado corretamente, por usar uma citação e dizer que Deus não mandou um filho, que chegam a dizer que: “Os parágrafos que vocês juntam, e são muitos, não formam o quadro correto”  e é claro, o quadro só fica completo para eles se pensar que Jesus não é o Filho, mas o próprio Pai. Negam tanto a Bíblia quando a própria mensagem que dizem acreditar!

 Será verdade que Deus não mandou um Filho, nem um semelhante a nós? Tire suas próprias conclusões. Na pergunta feita no website, foi enviado em grandes letras: “EU NÃO VI, EM NENHUM DE SEUS ESTUDOS, EXPLICAREM, ESPECIFICAMENTE, SOBRE ESSAS PALAVRAS DO PROFETA”. Nunca veem a resposta, nunca aceitam, rejeitam a Palavra para a hora, crucificam o Filho de Deus, e argumentam que que tem o Espírito Santo e  que o Espírito santo que está neles não se alimenta de erros.  Seria bom se isso fosse a verdade, pois o que mais desejo é que estes preciosos irmãos sejam cheios com o espirito Santo, só assim serão libertos das doutrinas de babilônia.

 Deixo para meus amigos e irmãos tirarem suas próprias conclusões, apresentando aqui 47 Escrituras onde nos mostra que Deus enviou Seu Filho, mesmo assim dizem que só temos conjecturas, que nossa Opinião é de fundamento incerto, ou apenas suposição. Portantose a Bíblia não responde suas perguntas, deixe-a de lado, porque pra você ela já não é mais a Palavra de Deus, e qualquer coisa que o mensageiro tenha dito, que parece que está em choque com a palavra de Deus, recorde, foi você que não entendeu o que ele disse! Mas DEUS ENVIOU SIM O SEU FILHO.

1 – Mateus 10:40 – Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou.

2 – Mateus 21:37 – E, por último, enviou-lhes seu filho, dizendo: Terão respeito a meu filho. (Quanto a este versículo, já sabem  o resultado, eles não respeitaram, mas mataram Ele, o mesmo estão fazendo, pegando uma citação para desfazer a real verdade de que Deus mandou um Filho.)

 3 – Marcos 9:37 – Qualquer que receber um destes meninos em meu nome, a mim me recebe; e qualquer que a mim me receber, recebe, não a mim, mas ao que me enviou.

4 – Marcos 12:6 – Tendo ele, pois, ainda um seu filho amado, enviou-o também a estes por derradeiro, dizendo: Ao menos terão respeito ao meu filho.

 5 - Lucas 4:18 – O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração,

 6 – Lucas 9:48 – E disse-lhes: Qualquer que receber este menino em meu nome, recebe-me a mim; e qualquer que me receber a mim, recebe o que me enviou …

 7 – Lucas 10:16 – Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.

 8 – João 3:16 – Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

 9 – João 3:17 – Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.

 10 – João 3:34 – Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.

 11 – João 4:34 – Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra.

 12 - João 5:23 – Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou. 

13 – João 5:24 – Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna…

14 – João 5:30 – Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou.

15 – João 5:36 –  Mas eu tenho maior testemunho do que o de João; porque as obras que o Pai me deu para realizar, as mesmas obras que eu faço, testificam de mim, que o Pai me enviou.

 16 – João 5:37 – E o Pai, que me enviou, ele mesmo testificou de mim. Vós nunca ouvistes a sua voz, nem vistes o seu parecer.

 17 – João 5:38 – E a sua palavra não permanece em vós, porque naquele que ele enviou não credes vós.

 18 – João 6:29 – Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou.

 19 – João 6:38 – Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.

 20 – João 6:39 – E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.

 21 – João 6:40 – Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.

 22 – João 6:44 – Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.

 23 – João 6:57 – Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim.

 24 - João 7:16 – Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou.

25 - João 7:28 - Clamava, pois, Jesus no templo, ensinando, e dizendo: Vós conheceis-me, e sabeis de onde sou; e eu não vim de mim mesmo, mas aquele que me enviou é verdadeiro, o qual vós não conheceis.

 26 – João 7:29 – Mas eu conheço-o, porque dele sou e ele me enviou.

27 - João 7:33 – Disse-lhes, pois, Jesus: Ainda um pouco de tempo estou convosco, e depois vou para aquele que me enviou.

 28 – João 8:16 - E, se na verdade julgo, o meu juízo é verdadeiro, porque não sou eu só, mas eu e o Pai que me enviou. 

29- João 8:18 – Eu sou o que testifico de mim mesmo, e de mim testifica também o Pai que me enviou. 

30 – João 8:26 – Muito tenho que dizer e julgar de vós, mas aquele que me enviou é verdadeiro; e o que dele tenho ouvido, isso falo ao mundo.

31 – João 8:29 – E aquele que me enviou está comigo. O Pai não me tem deixado só, porque eu faço sempre o que lhe agrada.

 32 - João 8:42 – Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.

33 – João 9:4 - Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. 

34 – João 10:36 – Àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus? 

 35 – João 12:44 – E Jesus clamou, e disse: Quem crê em mim, crê, não em mim, mas naquele que me enviou.

E quem me vê a mim, vê aquele que me enviou

36 – João 12:49 Porque eu não tenho falado de mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar. 

37 – João 13:16 – Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.

38 – João 13:20 – Na verdade, na verdade vos digo: Se alguém receber o que eu enviar, me recebe a mim, e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou.

 39 – João 14:24 – Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.

40 – João 15:21 – Mas tudo isto vos farão por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou.

41 – João 16:5 – E agora vou para aquele que me enviou; e nenhum de vós me pergunta: Para onde vais? 42 – João 20:21 – Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós.

43 – Atos 3:26 – Ressuscitando Deus a seu Filho Jesus, primeiro o enviou a vós, para que nisso vos abençoasse, no apartar, a cada um de vós, das vossas maldades.

44 – Gálatas 4:4 – Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, 
Gálatas 4:4

 45 – 1 João 4:9 – Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos.

46 – 1 João 4:10 – Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.

47 – 1 João 4:14 E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. 

Será mesmo que Deus não mandou um semelhante a nós?

 CRISTO É O MISTÉRIO DE DEUS REVELADO – 1963 – Tradução: GO – 458 “Note, então, Um semelhante ao primeiro Adão e Eva, antes que o pecado os separasse em morte; agora Cristo, o segundo Adão, em Vida, redime a Sua Noiva da morte; e agora no Seu caminho de volta ao Éden original, restaurando de novo Sua Noiva em companheirismo, de novo com Deus, como Marido e Mulher, no Jardim do Éden, seguramente, Cristo e Sua Noiva”.

EIS QUE ESTÁ AQUI QUEM É MAIS DO QUE SALOMÃO – 1964 – Tradução: GO – 14 Agora nós vemos que Moisés, em quem eles alegavam crer, havia lhes dito, “O Senhor vosso Deus vos levantará um Profeta semelhante a mim, e a ele o povo deve ouvir. E todo aquele que não crer neste Profeta deverá ser cortado do povo”.

A Bíblia que eu leio me diz que Deus enviou Seu Filho para ser a propiciação pro meus pecados, e que este Filho de Deus é o único mediador entre Deus e o homem, e que o Filho de Deus que era em  forma de Deus foi feito semelhante a nós para poder tomar nosso lugar e pagar o preço requerido por pelo Pai.

 HEBREUS, CAPÍTULO 2 – 2ª PARTE – 1957 – Tradução: GO82 Ouçam:  Pelo que convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar . . .  os pecados do povo. (Para que Ele fosse o Mediador.)

 HEBREUS, CAPÍTULO 2 – 3ª PARTE – Tradução: GO – 70 Observem, Ele tomou a Semente de Abraão. Ele se tornou um homem: Deus feito carne no nosso meio para nos redimir. Em outras palavras, Deus se tornou pecado para que nós, pecadores, pudéssemos nos tornar participantes Dele. E quando nos tornamos parte Dele, nós participamos de Sua . . . Éramos pessoas  do tempo e espaço, (setenta.) E Deus desceu e se tornou um de nós (setenta) na Sua divisão de tempo, para que nos tornássemos participantes da Sua Vida Eterna. E quando nascemos de novo, somos filhos e filhas de Deus, e temos Vida Eterna e nunca pereceremos. Oh, que — que — que bendito Salvador. Oh, não há como descrever isto. Não há como explicar isto. Está além de explicação. Ninguém pode explicar quão grande é. E — Quão Grande És Tu! Quão Grande És Tu! Correto. Pelo que convinha que, em tudo, fosse semelhante aos irmãos ,. . . (Pense nisto.) . . . para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, . . . (Ouçam isto.) . . . para expiar . . . os pecados do povo.

 O Filho de Deus para cumprir seu papel de mediador entre Deus e o homem, foi feito tanto semelhante a deus, quando semelhante aos homens.

 HEBREUS, CAPÍTULO 7 – 1ª PARTE -  Tradução: GO – 27 Agora, Jesus foi feito semelhante a Ele. Agora, a razão pela qual existe uma diferença entre Deus e Jesus: é que Jesus teve um princípio; Deus não teve princípio; Melquisedeque não teve princípio, e Jesus teve um princípio. Mas Jesus foi semelhante a Ele. Um  sacerdote permanece para sempre. 93 Agora, queremos observar aqui novamente, enquanto continuamos com a lição deste Melquisedeque, este grande Sacerdote de Salém e o Possuidor dos céus e da terra. Agora, sendo primeiro… Sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias nem fim de vida, mas, sendo feito semelhante ao Filho de Deus, permanece sacerdote para sempre. Agora, observe. Ele não era o Filho de Deus; Ele era o Deus do Filho. Ele não era o Filho de Deus. (Melquisedeque não era), mas Ele era o Pai do Filho de Deus.

 William Branham leu as escrituras onde mostra que o Filho de Deus foi feito semelhante aos homens.

 IDENTIFICAÇÃO 1964 – Tradução: GO5 Queremos ler, esta tarde, do livro de Filipenses, o capítulo 2 de Filipenses. E quero começar com o versículo 5.  De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;  E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo abediente até à morte, e morte de cruz.  Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo nome;  Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, …debaixo da terra.  E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus nosso Pai.

 O DESVELAR DE DEUS – 1964 – Tradução: EUA – 19 Filipenses 2:  Portanto, se há  algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns estranháveis afetos e compaixão.  Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa.  Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.  Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.  De sorte que haja em vós mesmos o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus.  Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na mesma forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.

 O PATRIARCA ABRAÃO – 1964 – Tradução: EUA – 138 - Agora observe, Ele disse, em São João 5: “Em verdade, em verdade vos digo: o Filho”, que era Ele, corpo, “nada posso fazer em Mim mesmo”, apenas de acordo com o que Ele via o Pai fazer. “O que o Pai faz, Ele mostra ao Filho. Veja, nada posso fazer em Mim mesmo, a não ser como vejo o Pai fazer”. Então, Jesus nunca operou um milagre até primeiro Deus mostrar-Lhes através de visão; não dizer-Lhe em Seu ouvido, mas mostrar-Lhe. “O que Eu vejo”, não ouço, “vejo o Pai fazer”. É isso o que O tornou um Profeta semelhante a Moisés, como Moisés disse. Agora quando Ele – Ele conhecia o Pai… Ele estava em…

 Ora, Se não foi enviado um semelhante a nós, estaríamos perdidos, pois o Filho de Deus que era semelhante a Deus, se fez semelhante a nós tornando-se nosso Parente Redentor – Gálatas 4:4 – Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, 5 Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. 6 E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. 7 Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.

Deus não reparte Sua Gloria com ninguém, mas quanto ao relacionamento entre Deus e Seu Filho, até que ponto podemos aplicar cada escritura? Não disse o Filho, “Pai, torna a dar-me aquela Gloria que eu tinha contigo antes da fundação do mundo”? Não diz a Escritura que O Pai a ninguém julga mas deu ao Filho o poder de julgar? Por outro lado, não temos já aprendido que Deus salva através de Jesus, Deus cura, redime e faz tudo inclusive toda criação através do Filho?

Então com certeza, a citação acima se não soubermos em qual contexto William Branham referia-se, examinando isso a luz da Bíblia e das demais mensagens, teremos uma ideia distorcida da Imagem do Deus Invisível.

O profeta declara que Deus deixou seu Filho no Jardim do Getsemani, e o Filho declarou na cruz: “Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito” (Lucas 23:46), se eles eram um só, que espírito foi esse que ele rendeu ao Pai? Com certeza não foi o Espírito Santo, pois o Espírito Santo é o próprio Pai.

 18/04/65 AO NASCER DO SOL, Parág. 160 - Deus olhou sobre o corpo, pois o Espírito LHE HAVIA DEIXADO no Jardim do Getsêmani PORQUE TINHA QUE MORRER COMO HOMEM. Porém recordem, amigos, Ele não tinha que fazer aquilo. Esse foi Deus. Deus ungiu essa carne a qual foi carne humana. Se Ele houvesse subido ao Calvário como Deus, nunca haveria sofrido essa classe de morte porquanto É IMPOSSÍVEL MATAR A DEUS.” 

“O ir. Branham declara que o Espírito o deixou, e o Espírito é o Pai, então quem morreu não foi Deus e sim o Filho de Deus, pois Deus é Espírito, mas muitos usam parágrafos do profeta para distorcer o verdadeiro sentido daquilo que o profeta ensinou, porque ao invés de captarem o Espírito do Profeta, captam dos seus próprios espíritos elaborando dogmas e credos sem a compreensão do sentido das palavras do profeta. Esquecem de que uma expressão pode ter um sentido figurado e às vezes um sentido literal, e não discernem quando é um ou outro. Mas o Espírito pelo próprio contexto de toda a Mensagem nos revela”. (W. Luiz)

 MENSAGEM “A BASE FUNDAMENTAL PARA A FÉ” – Parág. 37 – Agora, quando Ele esteve aqui na terra, Ele foi um exemplo perfeito de tudo da Deidade em carne humana. Em Cristo habitou Deus. O corpo de Jesus era só o tabernáculo de Deus. É onde o Próprio Deus Todo-Poderoso viveu e habitou em um ser humano. Você acredita nisto, não acredita? VOCÊ TEM QUE ACREDITAR, PARA SER SALVO. Você tem que acreditar nisto.”

 “Eles olharão para Mim…(Eles conservaram “et” como “mim”. Essa tradução está correta.) …Eles olharão para Mim porque eles O transpassaram”.

É isso que o hebraico está dizendo. O hebraico não está dizendo que foi Deus que foi transpassado. O hebraico diz… Deus diz: “Olharão para Mim e vão prantear por Aquele a Quem transpassaram. Israel vai se voltar para Mim e vão chorar por terem transpassado o Meu Filho.” É isso que o hebraico está dizendo.

 Agora, eu quero dizer uma coisa para você, querido. Mesmo com uma tradução errada da Bíblia nas mãos o profeta não se enredou com isso, ele não se confundiu, ele não entrou em conflito com o seu ensino e a sua doutrina. O profeta sabia que não foi Deus que morreu na cruz; ele sabia que foi o Seu Filho Jesus que morreu na cruz. [“Amém”] Essa tradução que você tem aí que diz “olharão para mim a quem transpassaram” cria um conflito com todo [o restante] das Escrituras. Ela põe as Escrituras de cabeça para baixo.

 Ela entra em conflito até com Isaías 53:3-4

Verdadeiramente Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus…(Não diz que seria Deus Quem seria ferido. Diz que seria ferido por Deus. Então não foi Deus Quem foi transpassado. Veja, quando você tem a tradução correta do hebraico de Zacarias 12:10 tudo mais se encaixa com a Escritura, e é isso que a Escritura fala) …ferido de Deus e oprimido. Mas Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre Ele (Não sobre Si mesmo, mas sobre o Seu Filho) a iniqüidade de nós todos. Todavia, ao Senhor agradou moê-Lo, fazendo-O enfermar.

 Deus enfermou o Seu Filho; feriu o Seu Filho. Não foi Deus que foi enfermado, não foi Deus que foi ferido, não foi Deus que foi transpassado! Foi o Seu Filho! O profeta somente citava duas situações porque ele tinha uma tradução que mostrava duas situações, porém uma estava errada. Mas eu disse e repito que mesmo com uma tradução errada o profeta não se confundiu, ele sabia que não foi Deus que morreu na cruz, mas sim o Seu Filho.

 Mensagem “Ao Nascer do Sol”,  parágrafo 160 na tradução da “Palavra Original” e 241 no texto em inglês.

O Espírito O deixou, no jardim do Getsêmani…

Quem é esse Espírito? O Espírito Santo. O Pai de Jesus. Deus, o único Senhor Deus de Israel. O profeta disse que Deus, o Espírito Santo, Elohim, deixou o Filho no Getsêmani. Quer dizer que aqueles que tocaram em Jesus depois do Getsêmani não estavam tocando em Deus; antes quem tocasse em Jesus estava tocando em Elohim, estavam tocando em Deus; mas depois quando Elohim saiu e deixou o Filho só no Getsêmani, quem tocasse Nele não estava mais tocando em Deus, mas apenas na imagem de Deus.

 Aquela mulher que tinha um fluxo de sangue e que tocou nas vestes de Jesus e teve o seu fluxo estancado, aquela mulher tocou em Elohim. Mas o homem que cegou os olhos de Jesus, O esbofeteou, arrancou Sua barba, cuspiu em Sua face e disse: “Se Tu és profeta profetiza quem Te bateu”, aquele homem não tocou em Elohim. A mulher que ungiu Jesus com óleo, que lavou os Seus pés com suas lágrimas e secou com seus cabelos, aquela mulher tocou em Elohim. Mas o soldado romano que ungiu os lábios de Jesus com fel e vinagre não tocou em Elohim! Porque o profeta disse que Elohim deixou Jesus no Getsêmani.

 …Ele tinha que morrer,(Jesus) um homem. Lembrem-se amigos, Ele não tinha que fazer isso. Isso era Deus. Deus ungiu aquela carne, que era uma carne humana. Ele não tinha… Se Ele subisse lá, como Deus, Ele nunca teria morrido aquele tipo de morte; não se pode matar Deus.

Se isso aqui não for Zacarias 12:10 [que diz que o Filho, e não Deus, foi transpassado] então eu não sei do que o profeta está falando. Mesmo com uma tradução errada nas mãos o profeta está dizendo: “Não foi Deus que morreu, não foi Deus que foi transpassado, foi o Seu Filho”. Se isso aqui não for vindicação então eu não sei o que é, [porque] os grupos estão [todos confusos por causa de uma má tradução dizendo] que foi Deus que foi transpassado, mas o profeta diz: “Não foi Deus. Você não pode matar Deus. Foi o Seu Filho. Deus não pode morrer”.

 Mensagem “O Chamado de Abraão” (16/11/1955) parágrafo 42; nós não temos esse sermão traduzido, é uma pena, seria muito bom, ajudaria muito a Noiva no Brasil.

Agora, aqui está o que Deus fez por nós em Cristo. Deus manifestado em carne, levou o Seu próprio Filho até o Calvário, (Não foi Deus Quem morreu no Calvário mas Deus levou o Seu Filho para o Calvário. Os unicistas não podem nunca jamais ler isso para o seu grupo [sem distorcer o que o profeta está dizendo]. Deus levou o Seu Filho para o Calvário) …e ali Ele matou o Seu próprio Filho na cruz do Calvário…

Isso é Escritura ou não é? Ele está se baseando na Escritura ou não está? Deus levou o Seu Filho para o Calvário. Não foi Deus que morreu na cruz, foi o Seu Filho. [E não foi Deus Quem voltou a viver, foi o Seu Filho].

 O Poderoso Conquistador, parágrafo 44 -  E como poderia Deus alguma vez permitir ver o Seu próprio Filho, pendurado ali, sofrendo, sangrando, Se retorcendo e morrendo?

 O profeta aqui está dizendo que Deus viu o Seu filho morto e ensanguentado na cruz. Não poderia ser Deus [na cruz se o profeta diz que Deus estava vendo-Lhe]. O profeta diz: “Deus estava vendo o Seu Filho”. Não era Deus que estava lá, era o Seu Filho. Era a imagem de Deus lá pregada e crucificada. Não Deus; Sua imagem. Mas porque você tem a Sua imagem [lá] você pode dizer que Deus está ali. Era isso que o profeta fazia. Ele tentava criar uma harmonia com aquelas duas traduções, aquelas duas situações que ele tinha, mas ele não estava confuso, porque ele entendeu que não foi Deus, mas o Seu Filho que morreu. Os grupos unicistas usam muito isso para dizer que foi Deus que morreu, mas o profeta não se confundiu, ele não se enredou com essa tradução.

 Outro argumento muito usado pelos unicistas, eles usam muito isso em seus estudos. Aquelas palavras que o profeta usa: “Deus não enviou um anjo, Deus não enviou um filho, Ele mesmo veio”. Você sabe o que os unicistas estão fazendo com essas várias ocasiões em que o profeta cita essas palavras? Eles usam para dizer que Deus não enviou Filho nenhum, que o Filho que estava ali não era na verdade o Filho, era Deus mesmo, o Filho era o próprio Deus: “Deus não enviou um Filho, Ele mesmo veio”. Eles estão usando as palavras do profeta para negar a verdade Bíblica de João 3:16-17 que diz que Deus enviou o Seu Filho. “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigênito para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Deus enviou o Seu Filho não para condenar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele”. As Escrituras falam que Deus enviou o Seu Filho. [“Amém”] Mas os unicistas estão usando as palavras do profeta, deturpando, modificando, colocando outras palavras na boca do profeta, para fazê-lo dizer que ele não cria que Deus enviou o Seu Filho. [“Amém”]

  Nós possuímos inúmeras passagens tanto da Bíblia – que eu já li, se você percebeu onde o próprio Filho fala que Ele foi enviado por Deus – nós temos inúmeras mensagens do profeta onde ele fala que Deus enviou o Seu Filho. É um absurdo o que os grupos estão fazendo, negando essa verdade Bíblica, fazendo o profeta dizer outra coisa. “Deus não enviou o Seu Filho, Ele mesmo veio”. O profeta disse: “Deus sim, enviou o Seu Filho”.

 Mensagem “A Perfeição”, 19 de abril de 1957, § 40:

Então, Deus, por Sua Graça soberana, enviou, dos portais da Glória, Seu Filho Unigênito para tomar nosso lugar.(Deus enviou o Seu Filho).

 Mensagem “A Queda do Mundo” 16 de dezembro de 1962, § 41:

     E eles estavam orando por um Messias. Eles queriam um Messias. Mas aqui está onde está isto, eles O queriam da maneira que desejavam. E Deus O enviou da maneira que Ele O queria, e eles O rejeitaram.

Deus enviou o Seu Filho. Aqui o profeta está dizendo isso. Ele nunca negou isso.

 A Revelação dos Sete Selos – O Quarto Selo, § 254

Ele enviou Jesus,(Diga “Glória a Deus” por isso) [“Glória a Deus”] …Ele enviou Jesus para morrer, salvar a todos que ouviriam a Palavra.

 Adoção – Mistério Predestinado de Sua Vontade, § 75

 Agora, Deus enviou Jesus para fazer aquela herança real para mim, porque lá não havia nada que eu pudesse fazer para herdar isto. Havia um espaço vazio, era válido, não há nada que posso fazer. Mas na plenitude do tempo Deus enviou, em Seu próprio bom tempo, Jesus o Cordeiro

Deus enviou o Seu Filho.

 Agora, eu quero pegar aqui uma mensagem onde o profeta cita isso e eu vou mostrar para você como os unicistas deturpam as palavras do profeta. Vamos desmascarar isso agora. Estou aqui com uma mensagem que eu creio que todos devem ter, “Conferência Com Deus” (20/12/1959); levante a mão quem tem essa mensagem. Tradução das Gravações “A Voz de Deus”. Ótimo, então quem tem pode conferir na sua casa o que eu vou ler aqui. Eu vou pegar um exemplo, porque eles pegam essas palavras para fazer o profeta dizer o que ele não disse. Vamos ver isso. Para mim a questão do que eles dizem de que Deus morreu na cruz, não sei quanto a você, mas para mim está encerrado. Não foi Deus que morreu. Eles querem continuar com essa fantasia? Continuem. Querem continuar com essa doutrina? Continuem, mas ela não é Bíblica. O profeta não ensinou isso. Eles não entenderam o que o profeta quis dizer. Essa questão para mim está encerrada.

 Agora tem essa [questão] de que eles falam muito: “Deus não enviou o Seu Filho; Ele mesmo veio”. Vamos ver isso. A partir do parágrafo 106 o profeta vai dizer assim:

Mas houve uma conferência no Céu, acerca do que seria este plano de redenção. E foi decidido por Deus, que Ele se tornaria Homem

Deus queria Se tornar Homem. E Ele Se tornou. Você sabe como Ele Se tornou? Encarnando-Se no corpo de Seu Filho Jesus Cristo, Homem, o único mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo Homem. Ele tinha esse desejo. Mas para que Ele Se encarnasse no corpo de um homem Ele tinha que enviar o Seu Filho Jesus Cristo Homem.

 …que Ele desceria e tomaria Sua própria maldição sobre Si mesmo.(Ele assumiria um corpo de pecado, embora aquele corpo não tivesse pecado) Não seria justo… (Agora aqui está! Preste atenção nisso:) …Não seria justo Ele enviar um Anjo. (Não seria justo Deus enviar um Anjo) Não seria justo Ele enviar nenhuma outra pessoa. Mesmo que Ele tivesse um filho, não seria justo Ele enviar Seu filho.

Eles pegam isso aqui para dizer: “Veja, Deus não enviou Filho nenhum, Deus mesmo veio. Deus não enviou um Filho. Deus não tem um Filho para enviar”. Porque eles dizem na verdade que Deus não tem Filho, Deus é o próprio Filho, seria apenas uma manifestação, um ofício, um atributo. É isso que eles dizem, que Deus não tem Filho; é esse o ensino unicista. Então Deus não tem um Filho para enviar.

 Meu querido, quando você chegar em casa, se você tem essa mensagem confira, veja, a “Voz de Deus” teve o cuidado de colocar “filho” com “f” minúsculo porque o profeta não estava falando do Filho de Deus, estava falando de filho em termos de um homem, um ser humano. Porque o profeta disse: “Deus não tinha nenhuma outra pessoa para enviar. Deus não tinha um filho, Deus não tinha um homem, um João, um Pedro, um Joaquim; Ele não tinha nenhum homem para enviar. Ele não tinha nenhum homem lá de carne e osso e sangue”. É desse tipo de homem que o profeta estava se referindo, era esse tipo de “filho”; Ele não tinha nenhum filho que Ele pudesse enviar para fazer a obra Dele.

 Mas eles [usam] isso para dizer que o profeta estava negando que Deus enviou o Seu Filho. E aqui eles tiveram o cuidado de colocar filho com “f” minúsculo; e eu conferi o texto inglês e lá está “son”, “filho” em inglês com “s” minúsculo. Eles entenderam perfeitamente que o profeta não estava falando do Filho, estava falando de um filho de Deus, um homem, uma pessoa normal e comum. Era isso que o profeta falava sempre quando ele dizia isso. E o digitador teve o cuidado de fazer essa distinção.

 Parágrafo 108:

Agora, meu irmão católico, e também muitos dos meus protestantes, não estou querendo feri-los. Mas quando você tenta fazer Jesus um Deus um pouco menor que Deus…

Opa… cuida aqui. Por que ele está dizendo que os católicos e os protestantes estão ensinando que Jesus é um deus menor? Porque no entendimento do irmão Branham o ensino trinitário de Jesus como uma segunda pessoa, para ele, é como se fosse um deus menor. Jesus não é uma segunda pessoa da Divindade; Jesus não é um vice-deus, um pseudo deus, um deus menor. Mas é isso que a doutrina da trindade ensina. Quando eles dizem que Jesus é a segunda pessoa, no entender do profeta, eles estão fazendo de Jesus um deus menor. “Você católico e protestante, você trinitário que fala de Jesus como uma segunda pessoa, vocês estão fazendo de Jesus um deus menor”. É isso que o profeta está dizendo.

 …fazer Dele um Deus menor, você corta o pé Dele, O traz um pouquinho mais baixo que a cabeça de Deus e O faz um Deus menor. Você está tão errado.

Agora, aqui há também um pequeno erro de digitação da “Voz de Deus” porque no texto em inglês três vezes o profeta cita “deus menor”, mas lá em inglês está com “d” minúsculo; no caso é “god”, “g” minúsculo. Aqui a “Voz de Deus” pôs tudo em maiúsculo. É um pequeno erro de digitação; tudo bem, não há nenhum problema, porém, como aconteceu esse caso, é possível que eles se equivoquem em alguma tradução e coloquem – quando o profeta fala que Deus não enviou nenhum filho – coloquem com “F” maiúsculo. Se eles falharam aqui pode acontecer em outro texto. Você está entendendo o que eu estou dizendo? O texto em inglês fala em “deus menor” com “d” minúsculo e aqui eles colocaram com “D” maiúsculo. Eles fizeram a coisa certa quando falava de um “filho”, lá está “filho”, “son”, “s” minúsculo, e eles colocaram com “f” minúsculo porque o profeta não estava falando de Jesus, do Seu Filho; mas aqui quando fala em “deus menor” eles colocaram com “D” maiúsculo e lá no texto inglês é “god” com “g” minúsculo. Se eles erraram e falharam nisso… eu não conferi para saber como estão as outras digitações, mas se os unicistas pegam alguma digitação errada onde tem “filho” com “F” maiúsculo… É incrível, mas com uma pequena coisa eles fazem isso para manipular a Palavra e a Mensagem, eles fazem. Mas vamos prosseguir.

 Se Jesus não é um deus menor o que Ele é? Para o profeta o que Jesus é?

Jesus era Homem.

(Parágrafo 109) Ele chamou a Si Mesmo de Filho do homem. Aquilo foi um golpe mortal no Diabo (Parágrafo 111) Mas Deus, para desferir o golpe mortal no pecado, olhe como Ele veio. Como Ele escolheu vir? Houve uma conferência no Céu. “Como descerás? Como vais fazer isto, Pai?” disseram os Anjos. “Vou tornar-Me um deles. Minha lei de redenção, é: Um parente próximo. E eu terei que ser um Homem, Eu mesmo.” Aquele foi o golpe que nocauteou Satanás. Nasceu! Ele poderia ter descido com Querubins. Ele poderia ter descido pelas escadarias douradas. Poderia ter havido hinos que fossem cantados pelos céus, e Ele poderia ter caminhado até a terra, e expulsado todos eles. Mas quando Ele teve a conferência, Ele decidiu vir como um Bebê. [Mas veja que isso aqui foi em 1959. Depois em um sermão de 1964 o profeta vai dizer que Deus na verdade não habitou no corpo do Seu Filho até Ele receber o Espírito Santo após o batismo no rio Jordão. Mas o corpo daquele Bebê foi uma criação de Deus. Deus desceu e Se envolveu no óvulo e na célula sanguínea e criou o corpo daquele Bebê sem o auxílio de ninguém. Aquilo era a Palavra de Isaías 9:6 encarnada]

 (Parágrafo 113) Em Isaías 9:6… (Agora o profeta vai citar uma Escritura que fala que Deus enviou um “Filho”) …Isaías 9:6, encontramos isto. “Um Menino nos nasceu, um Filho se nos deu; (Aqui a “Voz de Deus” coloca “Filho” com “F” maiúsculo. O profeta aqui está dizendo que Deus enviou o Seu Filho, sim. Veja, eles tiram a coisa do contexto; eu estou lendo toda a mensagem para você saber o que o profeta está falando) …um Filho se nos deu; e o principado está sobre os Seus ombros; e o Seu Nome será Conselheiro, Príncipe da Paz, Deus forte, Pai da Eternidade. E não haverá fim de Seu domínio.”. “Este vos será um sinal, um Bebê,” (o profeta diz:) não um Deus, “um Bebê.” (Não tente fazer de Jesus Deus; o profeta diz aqui: “o Bebê não era Deus”).

(Parágrafo 114) …Ele era Homem. Ele não era nenhum Deus menor. (Não era uma segunda pessoa da trindade) Ele era um Homem. Nasceu como nós nascemos, através da sujeira do nascimento, veio do ventre de uma mulher…

O que é isso? O profeta diz que Jesus veio como nós viemos, não da forma como na relação sexual porque Ele nasceu de um nascimento virginal, mas Ele tinha… a palavra que o profeta usou aqui… “a sujeira”; Ele veio através da sujeira do nascimento, quer dizer, Ele tinha cordão umbilical… tem gente dizendo que Jesus não tinha umbigo. Jesus tinha umbigo, Ele teve um cordão umbilical, Ele veio da mesma forma que nós; porém Ele não herdou pecado porque Ele não foi nascido de carne e sangue, como na relação sexual, foi um nascimento virginal. Mas Ele tinha o mesmo corpo que o nosso para apresentar um sacrifício perfeito na cruz. Aquele corpo tinha que ter tudo que nós temos. Se faltasse uma coisa naquele corpo Seu sacrifício não seria perfeito.

 …Ele era Homem. Ele não era nenhum Deus menor… Não um Deus; um Homem! Ele não era nada, e, não é de admirar, o maior Filho!

“Filho” com “f” maiúsculo, porque agora o irmão Branham não está se referindo a um filho comum. O profeta está dizendo aqui que Deus enviou o Seu Filho. O profeta nunca negou isso.

 (Parágrafo 122)

Deus habita em humildade. Não em pompa; essa sempre tem sido a idéia do Diabo. Deus vem em humildade. “Isso será um sinal.” Não um Deus menor, mas um Homem. Um Homem! Ele chorou como bebê, quando Ele era Bebê. Ele brincou nas ruas, como menino, quando Ele era Menino. Ele trabalhou na carpintaria com José, como Homem no trabalho. Ele comia quando Ele estava com fome. Ele suava quando Ele estava com calor. Ele chorava quando Ele estava triste. Ele era um Homem. (…) Um Homem o Qual tinha algo por que viver, irmãos que Ele amava, pessoas que Ele amava… (125, parágrafo 125) …pores de sol que Ele gostava de ver. Recordem, Jesus era um Homem. Deus estava Nele. [“Amém”]

Ele não falou que Jesus era Deus, mas que Deus enviou o Seu Filho e que Deus Se fez Homem através de Seu Filho porque Deus estava Nele. Este é o ensino dos apóstolos: “Deus era com Ele”. Esse é o ensino que o profeta restaurou.

 Chegou o tempo… o Espírito que estava guiando o Cordeiro, a Pomba. Tinha que haver uma conferência entre o Cordeiro e a Pomba. E eles prepararam um lugar para tê-la. (Agora ele está falando de uma outra conferência) Depois do jantar aquela noite, eles atravessaram um pequeno riacho, Querite, e, ou em algum lugar. E atravessaram o riacho, e entraram em um jardim chamado Getsêmani. Eles (Plural) tinham que ter uma conferência.(“Eles” são mais de uma Pessoa) Deus e Cristo tinham que conversar sobre o assunto.

Deus e Cristo, duas Pessoas. O profeta está falando isso. Não a primeira pessoa da trindade e a segunda pessoa da trindade; não um deus maior e um deus menor, mas o Deus único de Israel e o Seu Filho. Deus e Cristo, o ensino dos apóstolos! Tudo isso é a mesma mensagem, eu não troquei, eu estou com a mesma mensagem. Eles sentaram juntos, os dois…

 …O Cordeiro e a Pomba [Ou seja, o Filho e o Seu Pai, que é Deus, nessa ordem] tinham que sentar juntos. Era a Pomba que tinha que conversar com o Cordeiro, e a morte do Cordeiro.

Ah, por favor, igreja me ajuda aqui: esse “Cordeiro” Quem é? É Deus ou o Seu Filho? Me responda. [“Seu Filho”] Seu Filho? Mas estão dizendo aí fora que foi Deus que morreu! Então Quem tinha que morrer não era o Cordeiro e sim a Pomba! Veja, nem com as figuras que o profeta usa teria como você se enganar ou se equivocar. O profeta não disse que foi a Pomba, foi o Cordeiro! O Pai tratou com o Cordeiro a respeito da morte do Cordeiro! Não de Deus, não da Pomba!

 Agora, quando Eles se assentaram (“Eles” no plural, porque são mais de uma Pessoa, portanto eram dois sentados) ao lado daquela rocha, e todos os Anjos desceram do Céu, para ouvir esta conferência. Oh! Lá estavam Gabriel, Miguel, (…) todos os milhares deles, sentados ao redor da rocha.(Vamos lá… Parágrafo 130) …A conferência teve início. E o Cordeiro, jovem, uma bela vida, nunca houve uma vida como aquela. Nunca houve, nunca haverá, (Jesus é o Filho Unigênito, não há ninguém como Ele, não há ninguém que Se assemelha a Jesus, Ele foi formado de uma forma única) …Mas agora o Pai disse: “Você está disposto? É Seu amor por Seus irmãos grande o suficiente? É Seu amor por aquele pecaminoso, fétido mundo no qual Você nasceu, (Não foi Deus Quem nasceu, foi o Seu Filho) os ama Você o suficiente para pagar com Sua vida? Você os ama o suficiente para tomar o lugar deles, para levar seus pecados…

Veja, enquanto os unicistas aí fora dizem que foi Deus que morreu, aqui você tem o profeta dizendo que Deus pergunta para o Seu Filho se Ele queria morrer na cruz. Deus está perguntando para o Seu Filho: “Você aceita morrer pelos Seus irmãos?”. Não foi Deus que morreu, foi o Seu Filho.

  …E naquela conferência, tal decisão foi tomada, que Sangue pingou de Sua fronte. Ele estava sob tensão. Os pecados do mundo estavam sobre Ele. E então Ele olhou para a face da Pomba, e disse: “Não a Minha vontade, mas a Tua vontade seja feita.” [“Aleluia”] “Há Um Só Deus §78 a seguir]

 A minha opinião, é que não devemos perder nosso tempo com tais pessoas, pois são verdadeiros troll, se passando por humilde e amáveis, mas que por traz usam um sorriso sarcástico, e já o provaram isso pela forma desrespeitosa como  tratam as palavras do irmão Branham, ignore-os, delete-os de seus contatos, porque não querem aprender, pois já são sábios demais e por isso tornaram-se loucos, ao acatarem como revelação a doutrina Unicista de Só Jesus, acusando a Doutrina Apostólica de “dualismo”. Pensam que sabem mais do que quem escreveu o Livro das Eras.

A Perfeição”, 19 de abril de 1957, § 40: Então, Deus, por Sua Graça soberana, enviou, dos portais da Glória, Seu Filho Unigênito para tomar nosso lugar.

Gostou? Compartilhe na rede!
Tags

Nenhum Comentário  - Clique aqui para comentar!

Nenhum comentário ainda.


Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

Dados da Matéria

Dados do Autor

Doutrina da Mensagem Admin do site doutrina da mensagem » Blog do autor. » Site do autor.