O Novo Nome é Branham? Download PDF

ESTÃO DIZENDO QUE BRANHAM É O  NOVO NOME DE CRISTO

novo nome

E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.“ (Atos 4:12)

Pergunta

IRMÃOS, ACHEI ALGUNS IRMÃOS QUE ESTÃO DIZENDO QUE BRANHAM É O NOME DE CRISTO HOJE. O QUE VOCÊS ACHAM DISSO ? HERESIA, NÃO ?

 Resposta:

Amado irmão, Deus te abençoe.

A Net é na verdade a grande rede, que no fim do tempo seria lançada ao grande mar…povos nações e linguás  para recolher os peixes, e como o irmão já pode comprovar, nem todos são comestíveis,  muitas espécies vem junto com os peixes, e estes tem de ser separados, pois  são venenosos.  Como saber o que é peixe e o que é sapo, cobras aranhas d’águas  e etc? O pescador tem de conhecer, ou estará comendo morte. Você tem que conhecer não só a Palavra, mas o autor da Palavra, desta forma poderá provar os espíritos para ver se são de Deus.

Com certeza é heresia, e louvo a Deus pela tua vida, pois neste inicio de aprendizado já estas mostrando capacidade de separar o trigo do joio.

A Manifestação do Nome de Deus, e tudo que nos diz respeito a ele, está na verdadeira interpretação da Palavra, e isto se chama Revelação. A falsa interpretação, traz uma falsa revelação, e é isto que está acontecendo, a revelação falsa está levando as pessoas a buscarem entendimento fora de Deus e Sua Palavra. Primeiro vamos ver o irmão Branham dizendo que Deus pois Seu Nome no Seu Filho Jesus Cristo e depois ele afirma que Deus NUNCA pois Seu nome nele, no irmão Branham

O ÚNICO LUGAR PROVIDO POR DEUS PARA ADORAÇÃO - 28/11/1965 - Shreveport – Louisiana – E.U.A.

w.m.b166  Porém temos que encontrar o lugar onde Ele pôs Seu Nome. Porque esse lugar é a única porta provida. Amém! Glória! Vejam: onde pôs Ele Seu Nome? Em Seu Filho.

167  Agora você dirá: “Um momentinho irmão Branham, esse foi o Filho e não o Pai”.

168       O filho sempre toma o nome de seu pai em todo caso. Eu vim à terra em nome de um Branham, porque meu pai era chamado Branham. Jesus disse: “Eu vim em nome de meu Pai e vocês não me têm recebido”. Desejam ter a referência onde está escrito? S. João 5:43. Então o Pai pôs Seu próprio nome, o qual é Jesus, em Seu Filho. Ele é o caminho, Ele é a porta, Ele é a casa. Ele é onde Deus escolheu para pôr Seu Nome. Deus nunca pôs Seu Nome em mim! Ele nunca pôs na igreja! Seja metodista, batista, ou católica; mas colocou Seu Nome em Cristo, o Emanuel Ungido. E o Nome está na Palavra, porque Ele é a Palavra. Amém. Então, que é Ele? A Palavra interpretada é a manifestação do Nome de Deus

Esta falsa doutrina do “novo nome” não é nova, desde os dias do irmão Branham já tinham um grupo de irmãos que se enveredou acometidos por um espirito errado, e começaram a crer que o irmão Branham era o próprio Jesus Cristo (dado tantos milagres e manifestações sobrenaturais em no ministério que Deus lhe deu) estes irmãos começaram a ensinar isto, e a dizer que o Nome “Branham” era o novo nome.

 É claro que assim como as heresias saem da interpretação da Bíblia, também é claro que se existir uma heresia neste tempo do fim, ela sairá da Bíblia, e também de dentro da mensagem.

 Recorde, a interpretação faz isso, para confundir as pessoas. É claro que Deus usou este nome Branham, e através dele fez um trabalho extraordinário cumprindo as Escrituras, Deus disse que tinha algo com este nome, e foi dado ao profeta um sinal eterno, que o nome dele estava naquela montanha com sete picos etc etc… o profeta pregou isto no sermão Parado na Brecha. E a interpretação disso levou certas pessoas a crer que este seria o novo nome de Jesus.

O irmão William Marrion Branham abominou esta doutrina, e disse que com isto estavam fazendo dele um anticristo, e ele deixou o ministério por alguns anos por causa disso. No sermão “A Serpente Ferida” O irmão Branham denuncia esta heresia. Mas aqueles que receberam esta unção maligna continuaram com esta ideia, a repugnância do irmão Branham contra esta  heresia não os fez voltar atrás, e isto tomou conta da terra. segue as próprias palavras do irmão Branham a respeito:

APOCALIPSE, CAPÍTULO CINCO – 1ª PARTE –

A SERPENTE FERIDA – 01/06/1961 - Jeffersonville – Indiana – E.U.A.

Branham21 – E isso me traz ou me guia a dizer algo que eu preferiria fugir do que dizer. Me guia a dizer algo que eu… Isto moe meu coração profundamente ao dizê-lo, porém o que eu digo, sou forçado a dizer, dando-me conta que isto está sendo gravado e o mundo o ouvirá, porém tenho deixado o ministério por uma — uma causa pela qual sinto que tenho de deixá-lo. E talvez muitos de vocês o tenham ouvido, eu estou fechando meu escritório, e assim por diante, e deixando o campo. 

24 – E se há algo que eu queria ser, e desejo de coração ser, foi um verdadeiro servo de Jesus Cristo, meu Senhor e Salvador. Quero que meu testemunho seja limpo, distinto, que resista. Em todos os meus erros eu ainda O amava de todo meu coração. E faço isso nesta manhã com todo meu coração.

25 – E por causa disso, me obrigo a dizer que estou deixando o ministério, é porque há algo que se levantou entre as pessoas que me fez fazer isto, isto é, que tenho sido tirado de minha classificação de “um ministro,” ou “um irmão” e sendo chamado de Jesus Cristo, e assim chamado… Isso me classificaria como um anticristo. Eu prefiro me encontrar diante de Deus como um covarde do que me encontrar ante Ele como um anticristo, tirar algo Dele.

26 – Eu ouvi disto uns — uns poucos anos atrás e pensei que fosse uma galhofa. E me encontrei com um par de irmãos (dos quais eu não vejo a nenhum deles na reunião esta manhã), dois ou três deles, uma vez, numa viagem de pesca, e eles me abordaram sobre o tema, dizendo: “Irmão Branham, não é você o Messias ungido, o Cristo?”
27 – E pus meus braços ao redor do pescoço de ambos os irmãos e todos eles, e disse: “Irmãos, tanto que tenho tratado de ser um verdadeiro servo de Cristo, e não gostaria que vocês dissessem tal coisa como essa. E se isto alguma vez for dito de mim, então deixarei o campo com uma consciência limpa e vocês, que fizerem isso, serão responsáveis por cada alma que eu haveria salvado durante esse tempo; vê, por tirar-me do campo.” E pensei que isso havia se acabado.

28 – E eu ouvi isto uma e outra vez. Porém não foi assim. E outro dia no Canadá um irmão me mostrou um pequeno cartão de uma coisa que ele levava em seu bolso, que dizia: “William Branham é nosso Senhor,” batizando no nome de William Branham. E um pequeno… Um precioso, se isto houvesse sido um inimigo, se houvesse sido meu inimigo, eu haveria entendido que era uma zombaria; porém, um precioso, amado irmão, veio para confessar seus pecados e seus erros e dizer de sua fé em mim como sendo Jesus Cristo.

29 – E eu tenho cartas em casa, e telefonemas de Chicago e de diferentes lugares, perguntando se eu creio nesse dogma.

30 – E tenho toda classe de cartas que chegaram, nos últimos poucos dias, e telefonemas de diferentes lugares, assim, dizendo que eu era Cristo. Irmãos, isso é uma horrível, vergonhosa, perversa mentira do Diabo! Vê? Veja, eu sou seu irmão. Agora, isso poria qualquer pessoa a fugir do campo. Isso faria com que qualquer pessoa que ama a Cristo fugisse da mesma coisa.

31 – Fui ao Senhor aqui há não muito tempo, quando pela primeira vez ouvi isto, a cerca de um ano atrás. Então eu fui ao Senhor e Ele me levou à Escritura, quando João saiu pregando, eles não haviam tido um profeta por tantos anos até estes… Eles todos estavam maravilhados em seus corações, pensando que talvez João fosse o Messias. Assim então eu… João, eles foram e lhe perguntaram, e ele disse que ele não era. Você lê isso em Lucas, no terceiro capítulo, no verso 15. Então isso se acalmou, assim o deixei ir.
32 – Porém quando isto veio, então eu sabia que algo tinha que ser feito. E eu digo isto, que a visão e o Anjo do Senhor que apareceu no rio, se esta há de ser minha última mensagem ou a última coisa à igreja, ao mundo: “Essas coisas são verdade, quanto ao Anjo do Senhor.”

33 – E eu fico quieto se as pessoas me chamam de um profeta, muitas vezes, porque um profeta no testamento inglês é só “um pregador, um que profetiza, anunciador da Palavra,” e assim por diante. Me mantive porque, você poderia empurrar isso para baixo; porém quando se trata de ser chamado “Cristo Ungido,” ou algo, isso foi demasiado para mim. Assim sendo, eu não pude suportar isso.

34 – E assim, então, acerca… Eu vim… Depois de deixar as reuniões no Canadá, eu encontrei isso entre os esquimós ou os índios ali, isso chegou a eles.
35 – Assim sendo, isso me destroçou por completo. E a viagem de caça que havia planejado há muito tempo não pude realizá-la. Eu temia um acidente de caça se vocês entendem o que eu quero dizer. Cheguei a estar tão abalado, pior do que estou de pé aqui. Não podia suportar aquilo mais, pensar que trinta e um anos de meu ministério rolaram pela sarjeta do diabo no… Quando me houver ido, que dirão eles? “Ali está ele, isso é exatamente o que era.” E toda a influência que eu tinha entre as pessoas, você vê onde isso estaria, eu seria um anticristo. E eu não poderia suportar isto!
36 – Eu pensei: “Eu preferiria morrer aqui nos bosques, como cair sobre meu rifle ou algo, que…” E vi que eu era… Então pensei acerca de meu pequeno José e etc, que tinha que ser criado. E eu não estava em condição para caçar, assim sendo, deixei os bosques e vim para casa.

37 – E tenho estado arrasado cerca de oito ou dez dias, em tal situação que só… Pensei que estava perdendo minha mente. E pedi que todos se distanciassem de mim e me deixassem só porque estava em tal condição, nervoso e agitado, e todo arrasado em pedaços.
38 – E eu me admirava, se isso houvesse sido de um inimigo meu, isso estaria bem, eu haveria rido disso e haveria continuado, porém se trata de preciosos irmãos, preciosas irmãs, então isso é o que me fere. E eu disse: “Senhor, o grande — as coisas são muito grandes para mim, terei que sair e deixar isto em Tuas Mãos. Eu — eu não sei mais o que fazer.”

 Se você continuar a leitura deste sermão, vai  ver o irmão Branham contando da visão que teve da serpente, (representando esta heresia  satânica) na visão o irmão Branham  atira nela, e a deixa ferida, ela não morreu. Significando que mesmo ele tendo dado este  ”tiro” ao pregar este sermão e desmascarar esta  heresia, ela no entanto continuaria. E eles continuaram, e a cada tempo esta heresia se reveste de uma nova capa, culminando agora com terceira etapa, novo nome e por aí vai. Note, são termos corretos que foram deturpados, e não é por causa da deturpação que não vamos crer naquilo que é a verdade.

A Serpente Ferida – 43 – Agora, onde quer que isto esteja, é um espírito sobre gente preciosa. Muita gente irmao Branhamtem me perguntado isso; porém isto é — é um espírito, porém espero que hoje isso receba uma ferida mortal e morra rapidamente para que eu possa regressar ao ministério. Até então, pedirei a cada um que ore por mim. Não sei o que vou fazer. Minha residência está à venda. E eu não posso suportar isso eu — eu — eu — se fico por aqui vou enlouquecer completamente. E estou… Lhes peço que orem por mim.

44 – E recordem, se vocês alguma vez creram em mim, se alguma vez creram em mim como um servo de Cristo, recordem: “Isso é um erro! Isso é falso!” Assim diz o Senhor! É um erro! Não tenha nada a ver com isso! Eu sou vosso irmão. 

Observe esta advertência que o irmão Branham deixou para nós no seu Livro: Uma exposição das Sete Eras da Igreja -

A Era de Laodiceia - 40     Quero fazer mais uma comparação entre o profeta-mensageiro de Laodicéia e João o profeta-mensageiro que anunciou a primeira vinda de Jesus. O povo, em seu tempo, confundiu a João com o Messias.

          E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu?  E confessou, e não negou; confessou. Eu não sou o Cristo. João 1:19-20.

W Branham41     Agora este profeta mensageiro do último dia terá tal grau de poder ante o Senhor que haverá aqueles que o confundirão com o Senhor Jesus. (Haverá um espírito no mundo, no tempo do fim, que enganará a muitos e fará com que creiam nisto.

          Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora enganariam até os escolhidos. E eis que vo-lo tenho predito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais; eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.)  Mat. 24 : 23- 26

42     Mas não vá você crer nisto. Ele não é Jesus Cristo. Ele não é o Filho de Deus. Ele é um dos irmãos, um profeta, um  mensageiro, um servo de Deus. Ele não necessita de nenhuma honra maior do que recebeu João Batista quando foi a voz que  clamou: “Eu não sou Ele, porém Ele vem depois de mim”.

O irmão Lee Vayle, amigo intimo do irmão Branham fala sobre este tema no sermão que pregou no Canadá em 1986 com o titulo “Relembrando” ele comenta no paragrafo 99 –  “Agora, isso se prolongou por cerca de três vezes, até que Leo e Gene disseram: “Ei Lee, sabe aquele grupo que veio do Canadá, Saskatchewan? Eles chamam o irmão Branham de o Senhor Jesus Cristo”. Eu disse: “Então é daí que o espírito veio”.

Lee vayle No paragrafo 101 do sermão Relembrando Lee Vayle conta sobre a conversa que teve com o irmão Branham:

Ao mesmo tempo, um pouco antes disso, eu disse: “Irmão Branham, você sabia que esses caras aqui estão fazendo de você o Senhor Jesus Cristo?”. Ele disse: “Sim irmão Vayle, eu sei disso. E ainda mais, eu sei que eles têm ou irão gravar uma medalha. E nessa medalha eles irão imprimir estas palavras: ‘William Branham é o Senhor Jesus Cristo’, e eles batizarão em meu nome”. Eu disse: “Irmão Branham eu te amo. Você é um bom irmão, mas você não é o Senhor Jesus Cristo. Você não sangrou e morreu por mim. Você não é o meu Salvador, mas você é um bom irmão”. Ele disse: “Irmão Vayle, isso está exatamente certo”. E a partir desse momento, esse espírito não me incomodou. E eu pude ouvir o irmão Branham dizer que Jesus era o Senhor e não William Branham.”

 Pois bem amado irmão, assim como no tempo dos Apóstolos as heresias saíram de dentro do rebanho isso se repete em nosso tempo.

Atos 20:29-31 – “Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; E que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós.”

 1 Timóteo 4.1 – O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios.

 Depois da partida do último Apostolo (João), aqueles que estavam em atuação cumprindo a profecia de Paulo, começaram um grande trabalho… ensinar suas heresias, usando o evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, e mais o testemunhos dos  Apóstolos confundindo assim a mente das pessoas, transformando a verdade de Deus em mentira.

 Deus portanto, tinha uma testemunha ocular, um homem que aprendeu aos pés do apóstolo João, este homem se chamava Policarpo, este ensinou corretamente a doutrina que aprendeu de João e passou para seu discípulo Irineu de Lion, Irineu quando viu que toda doutrina apostólica estava entrando em xeque, escreveu sua grande obra intitulada Adversus Haereses Contra Heresias) escrita entre os anos 182 e 188.

 Irineu combateu todas as heresias que se levantaram naquele tempo, ele podia fazer isso, pois ele conhecia a verdade doutrinária ensinada pelos apóstolos, pois Irineu era discípulo de Policarpo, que era discípulo de João.

O irmão Branham disse que Irineu, o grande homem de Deus que cria no mesmíssimo Evangelho que nós cremos.” (W.M.B – Obra Prima 120).

Meu conselho hoje para nossos irmãos que desejam aprender sobre a doutrina apostólica que se perdeu durante as eras, e que foi restaurada neste tempo do fim através de um profeta vindicado prometido nas escrituras para isso, é este: aprenda com o professor Lee Vayle. Pois ele foi assim como Policarpo instruído aos pés do irmão Branham.  Já no segundo século da era cristã a verdade tinha sido pervertida, e quem desejasse conhecer a verdade, teriam que procurar a linhagem correta: Irineu…Policarpo…João…Jesus.

 A mensagem tem sido deturpada por todos os lados, e se alguém deseja conhecer a pureza da mensagem, eu aconselho a procurar uma linhagem pura: Brian Kocourek… Lee Vayle…  William Branham. Sei que existem ministros verdadeiros que pregam a verdade, mas por via das dúvidas, porque procurar algo duvidoso quando temos uma linha direta ao ponto?

 Irmão Brian Kocourek tem sido um fiel discípulo aos pés do Rev. Lee Vayle, disponibilizando centenas de sermões, configurando-se como um genuíno oficio do Ministério Quíntuplo (Efésios 4:11), contribuindo tremendamente, em suas viagens missionarias em vários continentes, no aperfeiçoamento do Corpo de Cristo.

 Não esqueça disso, a Net está recheada de sermão, palestras, ideias, e cada um diz que está com a verdade. Mas temos que provar os espíritos para ver se são de Deus.

 Disse William Branham no Sermão: JESUS CRISTO O MESMO 23/03/1958 – P:0022  E se há Branham e Leequalquer coisa que lhe falta entendimento, algo que você não entende, meu associado Irmão Vayle aqui, está toda hora disponível para explicar qualquer coisa que parece misterioso a vocês os irmãos ministros,ou onde quer que você esteja, ou qualquer membro, qualquer coisa. Se há uma pergunta, se nós já pregamos qualquer coisa, ou fazemos qualquer coisa, que isso não seja uma promessa de Deus nesta Bíblia, você tem o direito de vir a nós e nos perguntar como irmãos.  E nós lhe pedimos que faça isso. Nós lhe pedimos como nossos irmãos e irmãs para vir a nós. Nós queremos ser os servos de Cristo. Isso é o que nós representamos no mundo ao redor.”

 Irmão Lee Vayle era uma pessoa indicada pelo Irmão Branham para o ministério ou laicidade (qualidade de leigo) “para irem” (consultá-lo)  se eles tivessem qualquer pergunta relativa à doutrina que ele pregou. Irmão Branham disse, se você tem qualquer pergunta a respeito de qualquer coisa que nós pregamos (Irmão Branham ou Irmão Vayle), Irmão Branham disse que você tem o direito de nos perguntar (W. Branham ou Irm. Vayle) para uma explicação.

O problema que nós temos nesta Mensagem é que as pessoas prefeririam acreditar no que eles ouvem de terceiros, do que foi dito de fato.

 Portanto se você está chegando agora na mensagem, seja cauteloso como disse Paulo, pois os dois espíritos estão tão parecidos que se possível enganaria até o próprio eleito, mas os eleitos não serão presos pelo engano, pois a instrução correta os liberta das heresias criadas pelos homens bem intencionados, e é claro, eles sempre estarão citando a Bíblia e a Mensagem. O inimigo não está mais preocupado com a denominação, ele deseja de todas as formas denominar a Mensagem, mas os eleitos recebem a verdadeira Revelação de Deus, por meio de Seu Filho Jesus Cristo, e as portas do inferno não prevalecerá contra estes eleitos.

“ Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo.” (1 Coríntios 3:11)

Deus te abençoe

Ir. Rosendo

Escreva para:

www.doutrinadamensagem.com

radounife@hotmail.com

contato@doutrinadamensagem.com

diogenes.dornelles@yahoo.com.br

capa final

Gostou? Compartilhe na rede!
Tags

1 Comentário  - Clique aqui para comentar!

  • Muito obrigado pela resposta,muito satisfeito,estou polindo como disse branham,com o filtro do espirito,e Ele tem me ajudado,Amem Senhor.

    Comentário feito por ANDRE LUIS — 6 de fevereiro de 2013 @ 23:15

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

Dados da Matéria

Dados do Autor

Doutrina da Mensagem Admin do site doutrina da mensagem » Blog do autor. » Site do autor.