O Tempo da Aparição da Nuvem e da Visitação Angelical dos Sete Anjos dos Sete Selos Download PDF

O TEMPO DA APARIÇÃO DA NUVEM

E DA VISITAÇÃO ANGELICAL DOS SETE SELOS

A Nuvem misteriosa

Por The Midnight Cry

 

Uma semana depois que a nuvem havia aparecido sobre Flagstaff, Arizona, nos céus do entardecer do dia 28 de fevereiro de 1963, sete Anjos poderosos se encontraram com o irmão Branham um pouco mais adiante a 40 milhas a nordeste de Tucson, no dia 7 de março de 1963, próximo ao local de acampamento do Monte Por-do-Sol, como previsto em visão, e disseram-lhe para que voltasse à Jeffersonville, Indiana, aonde o mistério dos Sete Selos seria revelado.

Se acompanharmos os movimentos do irmão Branham naquela semana, verificamos que após pregar a mensagem “Um Absoluto” em Houston, Texas, no dia 4 de março de 1963, ele imediatamente saiu após a reunião da noite e se dirigiu para casa em Tucson. Depois no dia 5 de março, ele viajou até o Monte Por-do-Sol para uma estação de caça ao porco que naquele ano foi aberto do dia 1 a 10 de março. No dia seguinte após a sua chegada, ele rapidamente assegurou a sua caça e no dia seguinte, 7 de março, estava pronto para dar início cedo da manhã ao leste do local do acampamento, e mover-se em direção a um rebanho de aproximadamente 20 porcos javalinas na companhia dos irmãos Fred Sothmann e Eugene Norman, para também ajudá-los a assegurar a sua caça.

Por volta das 8 da manhã, ele se assentou de pernas cruzadas para descansar próximo a algumas pedras irregulares abaixo de uma cordilheira e reconhecendo uma “cabeça de cabra” (carrapicho) na perna de sua calça, ele alcançou e o removeu. Logo em seguida a aproximadamente 450 metros ou mais adiante, ele viu os porcos que ele estava seguindo e imediatamente se levantou e se recompôs rapidamente para cruzar a cordilheira e descer até o rastro de um veado que seguia ao longo do cânion. Subitamente houve uma explosão tão poderosa que estremeceu as montanhas por milhas ao redor e pedras de 22 a 27 quilos rolaram ladeira abaixo. Ele sentiu como se o choque da explosão lhe tivesse feito saltar um metro e meio do chão.

Surpreso pela explosão, seu primeiro pensamento foi de que ele havia sido atingido, mas depois Algo disse a ele: “Olhe para cima”. E distante no céu ao oeste, sete minúsculos pontos apareceram e aqueles sete pontos vieram da eternidade em um instante de tempo e uma constelação de sete Anjos poderosos apareceu perante ele na forma de uma pirâmide. Havia um anjo no topo e outros três de cada lado. Ele foi arrebatado para o meio deles e ordenaram: “Volte para o leste de onde você veio e por revelação e visão, Deus abrirá os sete selos que tem sido selados em mistério desde que o apóstolo João os escreveu no Livro de Apocalipse!”.

Quando o irmão Branham fez a primeira menção pública da aparição da nuvem sobre Flagstaff, Arizona, ele disse que ele havia realizado um exame sobre o tempo dos eventos e que isso havia colocado a ocorrência da aparição da nuvem entre alguns dias ou próximo de quando os Anjos haviam lhe visitado perto do local do acampamento, mas não no mesmo dia. É evidente que o exame que ele realizou não era exato porque na sua mente, isso nem precisava ser, dado que ele já havia reconhecido as silhuetas dos Anjos na fotografia. Esta declaração também estabelece mais confiavelmente a sua compreensão desses eventos como a quando eles ocorreram e se estavam ou não relacionados ou se de fato eram o mesmo evento. Devemos concluir portanto que embora eles estivessem relacionados, ele estava satisfeito de que eles não eram o mesmo e que ocorreram em dias separados. Nas referências posteriores aos dois eventos, ele não foi tão claro e assim se aquelas considerações subseqüentes são lidas de forma isolada, elas poderiam conduzir a um entendimento de que eles eram um só e o mesmo evento. Pareceria razoável atribuir a falta de consistência ao obscurecimento de sua memória enquanto o tempo passava, como também a falta de qualquer necessidade para detalhar o que ele já sabia ser verdadeiro.

Sermão “Vem e Segue-Me” (1/06/1963) §§ 6-7, Tucson, Arizona.

Antes de falar com vocês crianças, eu gostaria de falar com os adultos só por um minuto…?… para todos vocês. É… Agora talvez, possivelmente uma viagem forçosa; tem sido uma… Porém a experiência que eu tenho aprendido de Deus, é que eu não aceitaria nem dez mil dólares em lugar do que eu aprendi do Senhor desde que tenho estado aqui. Eu verdadeiramente creio que vim completamente em obediência a uma ordem do Todo-Poderoso, e eu – eu espero que possa permanecer neste caminho. E há um…

 Quando eu vim, em primeiro lugar, foi por uma visão, que eu estava situado acima de Tucson aqui quando ocorreu uma grande explosão. O irmão Fred estava aqui quando isto aconteceu. E eles tiraram aquela fotografia, vocês sabem, no céu. E eu não pensei muito sobre isso, nunca noticiei isto. Assim isso a princípio me impressionou de algum modo outro dia. E o irmão Norman, o pai do irmão Norman aqui, disse-me, disse: “Você viu esta notícia?”.

 E exatamente quando eu olhei, bem ali estavam aqueles anjos simplesmente tão claro quanto poderiam estar, estavam bem ali naquela foto. Você vê? Eu olhei para ver quando foi isso, e foi uma vez, aproximadamente um dia ou dois antes ou, um dia ou dois dias depois que eu estive ali. Eu olhei para onde isso foi: nordeste de Flagstaff, ou Prescott, que fica abaixo de Flagstaff. Bem, isso é exatamente onde estávamos (Vê?), exatamente.

Sermão “Shalom” (12/01/1694) Sierra Vista, Arizona

Mas antes que Ele rompesse aqueles Sete Selos para revelá-los, que Ele mostrou milagroso, Ele o mostrou primeiramente nos céus.

 Naquele dia eles tiraram fotos ao longo de todo o sul dos Estados Unidos e do México. Está fixado agora na revista “Life”, ainda é um mistério para eles. Mas Ele o declara (1) nos céus antes que Ele o faça na terra. Ele sempre faz assim. Ele mostra os Seus sinais nos céus primeiro.

NOTA DO EDITOR:

 (1) A abertura dos Sete Selos do Livro de Apocalipse como prometido no “tempo do fim” em Daniel 8:17, “Ele veio então para perto de onde eu estava; e quando ele veio, eu fiquei com medo e prostrei-me com o meu rosto em terra; mas ele me disse: ‘Entende, ó filho do homem, pois esta visão se refere ao tempo do fim’.” e Daniel 12:9; “E ele disse: Vai Daniel, porque estas palavras estão encerradas e seladas até o tempo do fim”, etc.

 Fonte: www.williambranhamstorehouse.com

 Este artigo “The Timing of The Appearance of The Cloud and The ‘Seven Seals’ Angelic Visitation” é parte integrante do arquivo “The Cloud”, compilado por The Midnight Cry.

 

Tradução: Diógenes Dornelles

.

NOTA DO TRADUTOR:

 O irmão Pearry Green também vem disponibilizando em seu website alguns arquivos de seu acervo pessoal sobre a nuvem fotografada, e entre eles, uma fotocópia (foto abaixo) dos regulamentos da caçada à javalina, especificando o número de animais a serem abatidos por caçador e os seus respectivos locais onde a caçada seria permitida. A licença especifica que a temporada de caça à javalina começaria a partir do dia 1º de março até o dia 10, comprovando que o profeta não poderia estar presente no mesmo dia em que a foto da nuvem misteriosa foi tirada, sendo que esse evento foi anterior à caçada. A foto da nuvem – visível por aproximadamente 28 minutos – foi tirada no por-do-sol do dia 28 de fevereiro, e em todas as ocasiões em que o profeta fez menção do seu encontro com os anjos enquanto caçava, afirmou que ele havia acontecido pela manhã, comprovando que os dois eventos, apesar da sua familiaridade, ocorreram em datas diferentes.

Caça a Javalina

diogenes.dornelles@yahoo.com.br

 http://diogenestraducoes.webnode.com.br

www.doutrinadamensagem.com

Gostou? Compartilhe na rede!
Tags

Nenhum comentário  - Clique aqui para comentar!

No comments yet.


RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Dados da Matéria

Dados do Autor

Doutrina da Mensagem Admin do site doutrina da mensagem » Blog do autor. » Site do autor.