A Fonte da Vida. O Verdadeiro Deus Download PDF

A OBRA PRIMA – PARTE 1

Brian Kocourek

A Fonte de Vida

 (O VERDADEIRO DEUS)

Domingo, 17 de Abril de 2005
Rev. Brian Kocourek

 Tradução: D.Rosendo

 Brian Kocourek

1° JOÃO 5:20 E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

Agora bem, muitos não entendem este versículo da Escritura e tratam de atribuir isto como falando do Filho de Deus, porém Ele (o versículo) não é o Filho de Deus, mas na realidade eles falam como se este verdadeiramente fosse Deus o Filho. Eles lêem isto como segue…1 JOÃO 5:20 Porém sabemos que o Filho de Deus tem vindo, e nos tem dado entendimento para conhecer o filho ao que é verdadeiro; e estamos no filho o verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este Jesus Cristo é o verdadeiro Deus, e a vida eterna.

[mesmo que as pessoas não lêem deste modo, mas sua crença unicista prova que é assim que crêem]

Mas ler deste modo é um erro, e ainda não diz nada sobre isso. A Escritura deveria ser lida como segue:

1 JOÃO 5:20 E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o Verdadeiro Deus; e estamos no verdadeiro Deus, em Seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus, e a vida eterna.

Agora, se você ler de alguma outra maneira, se está lendo errado. Porque Deus é Um e único Deus verdadeiro, e não há dois Deuses nem há três Deuses.

E para fazer o “Filho de Deus,” “Deus o Filho” se tem que ter pelo menos dois deuses porque O Pai de Jesus é também dizer ser o Deus de Jesus de nenhuma outra coisa senão Jesus mesmo.

Quando Deus ressuscitou a Jesus dos mortos, Ele disse em JOÃO 20 17 Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.

De modo que vemos aqui que Jesus mesmo disse que Ele tem um Deus, quem também é Seu Pai. Também encontramos a Jesus enquanto estava na cruz, em ambas as citações dada por Mateus e por Marcos que as últimas palavras dele proclamavam que Ele tinha um Deus quando clamou, “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” e para está desamparado significa que Seu Deus o havia abandonado totalmente para morrer nessa cruz.

Agora, da boca de duas testemunhas temos ouvido as palavras de Jesus, de Sua própria boca identificando a Deus como Seu Deus e Pai. Por isso Jesus tinha um Deus. Portanto se você faz a Jesus Deus, então você tem dois Deuses! Porque há somente Um Deus, porque Deus mesmo disse no livro de DEUTERONÓMIO 5:6 EU SOU O SENHOR TEU DEUS, e no versículo 7 Ele disse:Não terás outros deuses diante de mim”.

 Deste modo vemos que em 1° JOÃO 50:20 há só Um Deus Verdadeiro e esse é o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. E ainda este mesmo João que escreveu esta Epístola também escreveu o Evangelho de João no qual ele afirmou no capítulo 3 e versículo 31 o seguinte:

JOÃO 3:31-32 “31 Aquele que vem de cima é sobre todos; aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos. 32 E aquilo que ele viu e ouviu isso testifica; e ninguém aceita o seu testemunho.”

Se seu ministério é rejeitado pelos homens, não se deve estranhar o fato de que nenhum homem quer seu ministério, porque ninguém queria o ministério do Filho de Deus.

Enquanto Ele pregava, não queriam o ministério de William Branham, porém depois que ele saiu de cena, então eles se congregaram em torno disto. Você alguma vez tem desejado saber porque?

 E eles não queriam o ministério do irmão Lee Vayle enquanto ele pregava, porém agora que já não prega mais, eles estão se congregando com ele na Internet. Você alguma vez tem desejado saber porque eles não queriam quando ele pregava?

Eu lhes direi porque. Porque quando o homem está ao redor deles, olham sua carne, porém depois que a carne já não está ao redor deles se reúnem ao ministério. E você sabe porque eles esperam até que este saia de cena para fazer assim? Porque então eles podem fazê-lo dizer o que eles querem que suas palavras digam.

Mas enquanto está vivo, eles não se atreveriam, porque só falaria mais forte e chamar as escarpas deles.
Porém depois que o servo de Deus é tirado de cena, se ajuntam ao seu ministério porque eles podem sentir-se livres para torcer sua palavras para dizer qualquer coisa que eles queiram, e o homem já não está por perto para defender se estas pessoas estão citando suas palavras corretamente ou não.

É por isso que ele não vem para a Luz enquanto o servo está vivo. João disse: andai enquanto que tendes luz, e também disse, eles não vem para a luz para que suas obras não chegue a manifestar-se , de modo que eles esperam até que a luz se vá desse homem e logo vem a ele, porém Deus segue adiante e muda Sua máscara de novo e de novo, e mais adiante elucida Sua Presença de um vaso a outro vaso, e cada tempo que muda Sua máscara, o vaso novo que Ele usa é rejeitado da mesma maneira como o vaso anterior.

 João disse: 1° JOÃO 5:10 Quem crê no Filho de Deus, em si mesmo tem o testemunho; quem a Deus não crê mentiroso o fez, porquanto não creu no testemunho que Deus de seu Filho deu.

E também foi dito em 1° JOÃO 4:5  Do mundo são, por isso falam do mundo, e o mundo os ouve.6 Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro.

Agora, já temos lido em 1° João 5:20 onde João disse que Deus é o Deus verdadeiro. Ele disse:
20 E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

Agora, este mesmo João nos disse no Evangelho de JOÃO 3: 33 o QUE RECEBE SEU TESTEMUNHO, ESTE TESTIFICA QUE DEUS E VERDADEIRO.

Em João 17:3 Jesus em sua oração ao Pai nos disse que Deus é o Único Deus Verdadeiro. “3 E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.”

E o Apóstolo Paulo disse em Romanos 3:4 sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso;

De modo que temos a evidência escrita que Deus é o Deus Verdadeiro do qual João fala em 1° João 5:20

E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento ...”(E sabemos que o Filho de Deus veio para declarar ao Pai, esse foi Seu trabalho. Ele disse; O Filho não pode fazer nada por si mesmo, senão o que vê fazer o Pai, e disse: O Filho não pode falar nada por si mesmo, senão o que o Pai lhe ordenou a falar, e disse: como está escrito no rolo do livro, Eis aqui venho Oh Deus, para fazer a Tua vontade. Portanto, Sua declaração a humanidade foi o que o Pai declarou através dEle. E refletindo ao Pai em cada detalhe foi o que nos deu a compreensão correta.) Para conhecer o que é Verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

Agora, o que se quer dizer com isto? Estamos em Deus assim como estamos em Seu Filho. Porque por um espírito somos todos batizados em Um corpo. O mesmo Deus-Vida que morou no Filho mora também em nós, a menos que sejamos reprovados.

 E em João 17:21 Jesus continua em Sua oração: Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. 22 E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.

 Agora, esta manhã eu gostaria de começar um novo estudo da Mensagem do irmão Branham sobre a Obra Prima. (obra mestra) eu creio que este estudo trata do Filho de Deus e como foi que Deus criou uma obra mestra quando trouxe Seu Filho.

 WEBSTER nos diz que a palavra “Obra Prima” significa: O Maior Trabalho do artista. E o inglês comum define como “A Peça maior do Mestre”.

 Agora, esta mensagem nos foi dada para que nós possamos nos concentrar em como Deus trouxe Sua Obra Prima através de Seu Filho, e como Ele, o Filho seria o padrão pelo qual todos os filhos chegassem à mesma imagem.

 Irmão Branham nos diz logo de início, nesta mensagem que estamos ainda em uma forma negativa, mas deve haver um positivo a partir do qual o negativo foi tirado. O Positivo foi Cristo, o Filho de Deus, e nós somos apenas a o reflexo.

 Assim quando nós estudamos esta mensagem sobre A Obra Prima, quero que você continuamente esteja desejando e esteja disposto em sua mente para ser capaz de se mover para frente e para trás entre a Obra Prima positiva que foi Cristo, o Primogênito Filho de Deus, e, em seguida, ser capaz de ver como ele é o padrão como o subordinado Filho de Deus para os eleitos nesta hora que chegam a ser a mesma imagem do Filho Primogênito.

 Esta é a essência deste sermão, e não tenho qualquer indício neste momento sobre o que descobriremos quando começarmos a nos aprofundar nesta maravilhosa Mensagem, mas, tão certo como estou de meu chamamento para servir aos Eleitos no Tempo do Fim, eu estou certo que isto foi ordenado para nós, estudar este Sermão de William Branham sobre a “Obra Prima”.

Agora, quando estudamos este sermão, encontraremos a nós mesmo chegando a uma melhor compreensão mas plena do que é nosso papel como filhos, e o significado com que Deus nos purga como filhos de nossas próprias vontades, assim como Ele mesmo purgava Seu Filho de Sua própria vontade, até que nós vimos como Jesus veio e, com Paulo  escreveu em HEBREUS 10:7 Então disse: Eis aqui venho ( No princípio do livro está escrito de mim ), Para fazer, ó Deus, a tua vontade.

 Porque disto também eu estou mais certo, que, como Deus enviou a Seu Filho ao Mundo para nos dá uma compreensão, Ele nos tem dado uma Mensagem no tempo do fim por meio dos lábios de Seu Profeta Vindicado que nos tem sido dado ainda uma compreensão maior para nos preparar para recebermos nossos papeis como filhos.

 E com estes pensamentos e com oração, eu gostaria de começar nosso estudo deste Sermão maravilhoso, “A Obra Prima”.

 Portanto comecemos agora lendo do sermão  A OBRA PRIMA 05.07.1964 e comecemos com o parágrafo 1, Irmão Branham inicia dizendo:

1 Vamos inclinar nossas cabeças agora para orarmos. Enquanto nossas cabeças e nossos corações estão inclinados diante de Deus, eu… eu gostaria de saber, quantos aqui tem um pedido que vocês gostariam de fazer notório a Deus, simplesmente levante suas mãos. Agora retenha o seu pedido em seu coração. Agora enquanto nós oramos.

 2     Senhor Jesus, Tu és… a Fonte, a inesgotável Fonte da Vida, que (1) flui através de nós hoje, Senhor, e (2)nos limpa de toda incredulidade e todo pecado, (3)para que possamos nos colocar em Tua Presença agora, (4)sabendo que há necessidades no nosso meio, que… Nós sabemos que somos pecadores e não… e indignos de qualquer bênção. Mas então, quando pensamos Nele que veio e levou nossos pecados, então quando o Seu Sangue está ali, não é… não somos nós na presença de Deus, é Ele… Somente nossa voz através de Seu Sangue; o Seu Sangue falando. Oh, Deus, então limpe nossos corações do pecado e da incredulidade.

 3     Dê-nos os desejos de nosso coração, pois nós verdadeiramente temos estes desejos de Te servir. Nestas condições de fraqueza e aflições e coisas do mundo que são colocadas sobre nós às vezes para nos aperfeiçoar…Nos foi dito isto, que Ele disse, “Não estranheis as provas que vem sobre vós”. Elas estão simplesmente operando para o nosso bem e para nos aperfeiçoar e para nos trazer àquele lugar. Estes grandes desertos de experiência, onde homens justos são moldados a santos, nós… nós Te agradecemos por estas experiências, Senhor. Nós por meio algum – de forma alguma queremos fazer qualquer coisa contrária a Tua vontade; mas nós oramos, Pai, que nisto possamos nos aproximar mais de Ti.

 E quando os fardos estão tão pesados que não podemos seguir adiante, então levantamos as nossas mãos e gritamos pelo nosso Pai. Então ouça do Céu, Senhor. Cure-nos. Ajude-nos pelo amor ao Reino de Deus.

 5     Abençoe a Tua Palavra nesta manhã, Senhor. A Tua Palavra é a Verdade. E nós nos reunimos aqui na igreja agora. Nós oramos pelo irmão Neville, e pelo irmão Capps, e pelo irmão Collins, e todos os demais ministros, e o – os administradores, diáconos e todos os leigos, e os estranhos que estão em nossas portas. Que este possa ser um dia que sempre lembraremos por causa de Tua Presença.

 6  Estamos aqui sob grande expectativa, esta manhã, Senhor. Temos sidos chamados a nos reunir repetinamente por um aviso. Nós sentimos que é para um propósito. Faz que Teu propósito seja realizado Senhor. Porque o pedimos no Nome de Jesus, enquanto nós nos submetemos. Amém.

 Agora, eu gostaria de começar nosso estudo deste sermão do Irmão Branham nesta manha focando justamente no primeiro pensamento que vem nesta oração de abertura. Agora, ali tem suficiente pensamento aqui nesta oração de abertura que poderemos estudar esta oração pelas semanas por vir. Mas comecemos vendo uma vez mais este pensamento de abertura aqui, como temos lido de novo no parágrafo de número Um.

 1 Vamos inclinar nossas cabeças agora para orarmos. Enquanto nossas cabeças e nossos corações estão inclinados diante de Deus, eu… eu gostaria de saber, quantos aqui tem um pedido que vocês gostariam de fazer notório a Deus, simplesmente levante suas mãos. Agora retenha o seu pedido em seu coração. Agora enquanto nós oramos.

 2     Senhor Jesus, Tu és… a Fonte, a inesgotável Fonte da Vida, que

(1) flui através de nós hoje, Senhor, e

(2) nos limpa de toda incredulidade e todo pecado,

(3) para que possamos nos colocar em Tua Presença agora,

(4) sabendo que há necessidades no nosso meio,

 Agora, vamos concentrar o nosso pensamento para começar com o que ele diz quando ele entra em oração com Deus.

Ele diz, Senhor Jesus, Tu és… a Fonte, a inesgotável Fonte da Vida, que (1) flui através de nós hoje, Senhor, e (2) nos limpa de toda incredulidade e todo pecado, (3para que possamos nos colocar em Tua Presença agora, (4)sabendo que há necessidades no nosso meio,

Agora, como eu vejo que tem 4 pensamentos aqui.: ele está reconhecendo Ele está reconhecendo que esse Deus é a grande fonte de vida, temos de nos perguntar porque é que a mente dele iria para uma descrição de Deus como A Grande Fonte de Vida quando ele começa esta mensagem sobre a Obra Prima a menos que ele queira que nos concentremos sobre o porquê se produziu esta Grande Obra Prima e de Quem foi produzida.

Agora, quando ele começa sua oração ele menciona quatro coisas a Deus, e número um: ele pede a Deus que esta Grande Fonte que estava Nele no princípio que flua através de nós.  

Essa é a primeira coisa que ele pede Deus, que é esta Grande Fonte de Vida. Então ele pede a Deus reconhecendo-o como a Grande Fonte da Vida, que flui através de nós, que este Deus-Vida também poderia nos purificar de toda incredulidade e do pecado.

Em seguida, a terceira coisa que ele pede a Deus antes de iniciar este sermão é que possamos ficar na Sua Presença e, finalmente, ele reconhece nesta oração que Deus, esta Grande Fonte da Vida sabe as coisas que temos necessidade.

E assim com este entendimento da primeira parte desta oração, gostaria de começar falando sobre esta Grande Fonte de Vida a quem William Branham está orando , o grande Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

 Agora, enquanto estamos a olhar para esta oração, eu não quero que você esqueça de que o tema deste sermão é relativa a “Obra Prima”. E eu quero que você entenda isso que quando ele abre a oração chamando Deus por este maravilhoso título de “a Grande Fonte de Vida”, há um propósito para esta descrição como você verá mais adiante neste sermão do irmão Branham.Porque ele irá comparar esta Grande Fonte da Vida com o Grande Escultor artista Criador que tinha dentro Dele um projeto para a Obra-Prima.

Mas, por agora, vamos olhar para esse pensamento que tem sido dirigido a nós com relação a Grande Fonte da Vida, e vamos estudar isto por um porque depois de todos afinal a Obra Prima foi tomada da mente desta Grande Fonte de Vida.

 Em Gênesis 1: 1 lemos, “No principio Deus”… E nós sabemos que a palavra para Deus aqui foi tomada da palavra hebraica “Elohim” o que significa “O auto existente”. Então vemos houve um tempo em que Deus morava sozinho. De fato por uma eternidade no passado Deus morava sozinho em uma existência solitária. Mas em Deus estava uma grande fonte de Vida. Porque Deus é Vida.

E em São João 1:1 também lemos, No principio era o Verbo, e o Verbo era Deus,Por isso nós entendemos que Deus é a Palavra, e de Deus veio também o Logos o qual era também a Palavra e esta palavra é uma portadora da Vida, e esta Vida foi também a primeira Luz.

 João 1: 1 NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

2 Ele estava no princípio com Deus. 3 Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. 4 Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.

 Deus estava sozinho e nEle estava a Vida. E quando começou a levar adiante esta vida, que primeiro veio em seu Filho, que é sua prole,(descendencia. NT.) e a palavra prole, ou  descendência, significa nascer. Então vemos que, Deus, a Grande Fonte da Vida, começou a produzir Seu grande plano para Ele mesmo cumprir, e Ele começou este cumprimento trazendo primeiro a Seu Filho.

Encontramos em JOÃO 5:26, Porque, como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo;

Por isso podemos ver o que Davi quis dizer quando descreveu a Deus como a Grande Fonte de Vida  SALMOS 36: 9Porque em ti está o manancial da vida; na tua luz veremos a luz..”

Agora, Davi e João, ambos viram duas características principais em Deus. Os dois viram esta grande fonte de Vida, e William Branham creio, viu a mesma coisa como vemos na citação seguinte:

 HEBREUS CAPITULO UM – 21.08.1957 –  129“…esta Grande Fonte de Espírito a Qual não tinha nenhum princípio ou nenhum fim. Este Grande Espírito começou a formar na criação, e o Logos que saiu d’Ele era o Filho de Deus. Era a única forma visível que o Espírito tinha. E Isto era uma Teofania, que significa um corpo, e o corpo era como de um homem.

 Agora, William Branham cria que esta Vida foi representada como uma grande Luz. E quando vemos a expressão produzindo-se desta fonte, é quando Deus começa a falar. O que vemos primeiro? A Luz que é falada, o que esta Luz traz? Traz a Vida a qual estava nisso. O Pai dá a luz a Seu Filho.

Agora, é preciso não confundir Deus com o Seu Filho. João nos diz que Deus é a Palavra. Alguns homens diriam que Jesus, o Filho de Deus é a Palavra, mas isso não é totalmente exato. Deus é a Palavra. Deus é o Logos, e fora desta grande fonte de Logos ou Palavra veio um pequeno Logos, ou Palavra expressada, e isso foi o Filho. Irmão Branham chamou Ele de pequeno Jeová.

ERA DA IGREJA DE ESMIRNA   06.12.1960 – 147  “Agora, se há apenas uma forma de Vida Eterna, e você a obtém e nós a buscamos através de Jesus Cristo; essa é a Vida de Deus, logo, quando essa célula sanguínea foi rompida sobre o Filho de Deus , e esse pequeno Jeová que foi contido no interior deste homem chamado Jesus …”

È por isso que o irmão Branham nos ensinou que tem diferença entre Deus Pai e Seu Filho porque todos os filhos tem princípios.

Na Mensagem ATITUDE E QUEM É DEUS?15.08.19 – 15 –  “E nós somos ensinados no princípio, que o Logos, ou o Filho de Deus saiu de Deus. Agora, eu não creio em ofício de filho eterno. Isso é até mesmo radical só de mencionar tal coisa, ofício de filho eterno. Como Ele poderia ter tido um ofício de filho eterno…?… Ele teve que ter um princípio. Vê? 016 Então Ele primeiro foi Deus, Jeová. E Dele… Vamos apenas fazer um quadro como um pequeno drama para que você possa pegar isto. Vamos ver saindo do espaço onde não existe nada, vamos fazer uma pequena Luz branca, como uma Luz mística, como um Halo. E esse era o Logos que saiu de Deus no princípio. Esse era o Filho de Deus que saiu do seio do Pai. Foi isso que foi no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós. No princípio era Deus. E então de Deus saiu o Logos, uma parte de Deus que saiu de Deus”.

Notem, irmão Branham nos disse que foi só uma parte de Deus que saiu de Deus. E nós sabemos  que como qualquer menino nascido, é uma parte do Pai nele.

Irmão Branham disse na Mensagem  VAI E DIGA A MEUS DISCIPULOS, 05.04.1953s – 170 Ele é uma parte de Deus, (sim) Ele é descendência[1] de Deus.”

HEBREUS 1: 1-5: Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, 2 A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. 3 O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa,[2] (A imagem expressada… a luz ou resplendor de Deus), e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas; 4 Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles. 5 Porque, a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, Hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, E ele me será por Filho?

AMPLIFICADA = HEBREUS 1: 1-5:  “Em muitas das revelações separadas – cada uma das quais estabelecida uma parte da verdade,- e em maneiras diferentes Deus, havendo falado muitas vezes e de muitas maneiras aos nossos antepassados, pelos profetas. Mas no último destes dias, falou-nos na pessoa do seu Filho, a quem Ele nomeou herdeiro e legítimo proprietário de todas as coisas, também por, e através de quem, Ele criou o universo, e os alcances do espaço, e as eras do tempo,isto é, Ele fez, produziu, construiu, operoue lhes pós  em ordem. Ele é a única expressão da Glória de Deus,– o Ser-Luz, o raio Divino,– e Ele é a impressão perfeita e a mesma imagem da natureza de Deus, levantando, mantendo, guiando, e propulsando o universo por Sua poderosa palavra de poder. Havendo efetuado a purificação dos nossos pecados por meio de si mesmo. Se assentou ao lado direito da Magestade Divina, nas alturas. Tendo um lugar de classificação pelo qual Ele mesmo, tornou tão superior aos anjos quanto o glorioso nome que herdou é diferente e mais excelente do que o deles. Para o qual dos anjos Deus disse jamais: “Tu eis Meu Filho eu te tenho gerado hoje” e outra vez, “Eu serei para Ele um Pai e Ele será para mim um Filho”?

HEBREUS 1:6E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.” [3]

Agora, vamos simplesmente parar por um momento e pensar na presente Escritura. Fala de quando o Filho de Deus veio e logo Ele nos diz, deixe que todos os anjos de Deus o adorem. Agora, me permitam perguntar; quem está dizendo aquilo aqui. (?) É alí onde eu penso, porque os homens que traduziram a Bíblia tiveram um período difícil em suas traduções, porque suas mentes já estavam feitas acerca de sua doutrina Trinitária que eles acreditavam que existem três pessoas na Divindade e estas três pessoas são três indivíduos e, portanto teria que ser três deuses.

Mas, no princípio Deus. E somos informados de que não existem outros deuses ao lado deste solitário Deus, por isso temos de tomar Deus em Sua Palavra. Deus não criou os anjos para que adorem outro ser e façam deste outro ser um Deus. Ele criou os anjos para que lhe adorem. Portanto, não devemos ler esta Escritura de uma forma que faça de outro um Deus, pois assim terminaremos com dois deuses.

Agora eu creio que, o que esta Escritura nos diz aqui é que Deus tendo ressuscitado Seu Filho e, em seguida, Seu Filho diz, Que todos os anjos de Deus adorem-no. (a Deus). Por que nós temos um vindicado Profeta de Deus, que nos disse que no princípio Cristo era Miguel e nesta forma ele conduziu os anjos na adoração de Deus.

PRINCIPIO E FIM DA DISPENSAÇÃO GENTILICA 09.01.1955E – P: 36  (112 Tradução – Gravações A Voz de Deus)“E naquele tempo, Miguel se levantará, o grande príncipe”. Miguel era Cristo, naturalmente, O Qual lutou as guerras angelicais no Céu, com o diabo. Satanás e Miguel lutaram juntos, ou lutaram um contra o outro, melhor dizendo.

CINCO IDENTIFICAÇÕES DEFINITIVAS DA IGREJA VERDADEIRA DO DEUS VIVO 11.09.1960E – 177Assim a primeira coisa que Ele criou… Agora, alguns de vocês querem saber a respeito da minha história de Gênesis. Deus disse: “Façamos o homem.” A primeira coisa que Ele criou foi os Anjos, para adorá-lo, então Ele Se tornou Deus.

CRISTO IDENTIFICADO ATRAVÉS DAS ERAS 09.04.1964 – E-25No princípio era o Verbo”. Mesmo antes de ser expressado, era um pensamento, atributo. Nestes pensamentos estava para ser Deus. Provavelmente criou primeiro os anjos, logo Ele foi adorado, Ele foi Deus.[4]

Agora, eu creio que a primeira coisa criada foi Lúcifer, porque foi chamado filho da manhã, e sabemos que a manhã ou estrela da manhã é o Filho de Deus.

INFLUENCIA[5] 15.03.1964 – E-37 Veja os Serafins celestiais cumbrindo-se sobre suas faces. Agora, os Serafins são os queimadores do sacrifício, o qual é uma das ordens mais alta de anjos. Logo estão os Querubins. Há anjos, e então Serafins, e em seguida, Querubins. E os Serafins são realmente os queimadores do sacrifício, fazendo o caminho para a aproximação dos pecadores, uma ordem real alta de santidade no templo de Deus.

APOCALIPSIS CAP. 4 PARTE 3 TRONO DE MISERICÓRDIA 08.01.1961 – 291Você observou, estes — estes querubins que João viu aqui estavam interessados em guardar a Árvore da Vida, então eles deviam estar interessados em seres humanos. Ou leia Gênesis, voltando a Gênesis novamente; Eles guardavam aquela Árvore da Vida, a vigiavam, o Caminho da Vida, o Caminho da Vida.

APOCALIPSIS CAP. 4 PARTE 3 TRONO DE MISERICORDIA 08.01.1961 – 298Guardando este portão… Caim e Abel subiram aqui para adorar. Então deveria ser um altar que eles guardavam (Não é correto?), estes Querubins.

APOCALIPSIS CAP. 4 PARTE 3 TRONO DE MISERICORDIA 08.01.1961 – 301 – Moisés foi levado ao céu: Moisés, foi tirado da terra levado ao céu e viu o altar de Deus. Não é isto correto? Estou tentando provar meu ponto aqui. Você sabe o que estou tentando fazer, não sabe? Tudo bem. Ele subiu na Presença de Deus. E quando ele desceu da Presença de Deus, ele disse… Deus disse a Moisés: “Faça tudo na terra conforme o modelo do céu.” Não é isto correto? Correto.

302 Agora, então quando ele o fez, quando ele fez a arca do pacto, ele colocou dois Querubins para guardar a arca. Vêem o que é isto? Era o templo… Isto era o altar, os guardas do trono. Os dois Querubins, ele disse: “Molde-os no bronze e faça suas asas assim,” porque aquilo foi exatamente o que ele viu no céu.

303 Aquilo é exatamente o que João viu no céu, estes quatro Querubins nos quatro lados da arca do trono no céu. Eles eram os guardas da arca. Querubins, guardas do trono de misericórdia.

304 Se você deseja ler esta escritura (nós não temos tempo de passar por ela.), anote:  Êxodo 25:10 ao 22.

305 Agora, eles guardam o trono de misericórdia quando Deus está na Sua Glória de Shekinah. Onde estava a Glória de Shekinah? No trono de misericórdia. Não é isto correto? Eles guardavam aquela glória da Shekinah. Hum.

 Agora, até este ponto eu creio que podemos estabelecer que Lúcifer foi um co-parceiro líder no culto de adoração a  Deus. Ele ensinou, Ele era um mestre. Ele conhece a Palavra de Deus, mas quando ele saiu foi quando ele acrescentou seus próprios pensamentos ao que Deus disse.

Ele foi perfeito em todas as suas maneiras até que iniqüidade foi encontrada nele. Ele perverteu a Palavra, Ele torceu isto para o seu próprio interesse. Ele não estava satisfeito de ser um bom mordomo da Palavra de Deus, e ele queria um reino maior do que Miguel (Cristo) teve.

Tradução: D. Rosendo finalizada em Agosto de 2009 – Francisco Morato SP – Brasil

]

A OBRA PRIMA – PARTE 1

A Fonte de Vida

 (O VERDADEIRO DEUS)

Domingo, 17 de Abril de 2005
Rev. Brian Kocourek

www.doutrinadamensagem.com

radiounife@hotmail.com

Rev. Brian Kocourek

Grace Fellowship Tabernacle. – All rights reserved. Write to : Grace Fellowship Tabernacle, PO BOX 1403 Lebanon, Ohio 45036 U.S.A. Violators may be prosecuted under international law. U.S. Copyright Office 101 Independence Ave. S.E. Washington, D.C. 20559-6000(202) 707-3000



[1] A palavra usada aqui no inglês traduzido  como descendência é offspring, que também significa; 1° descendência, 2° filho, 3° filha, 4º prole. (NT)

[2] Outras traduções usam a palavra “Substância”

[3] Na tradução KJV “E uma vez mais, quando Deus introduz o Primogênito no mundo, declara: “Todos os anjos de Deus o adorem”. (NT) – NVI = E ainda, quando Deus introduz o Primogênito no mundo, diz: “Todos os anjos de Deus

o adorem”

 

[4] O Irmão Branham pregou outro sermão com título semelhante no dia 17.06.1964

[5] O irmão Branham pregou outro sermão com o mesmo titulo”Influencia” em 30.11.1963

Leia Também:

 

Qual o Tipo de Pessoas que Deveríamos Ser?

 

Os conteúdos deste website são propriedade exclusiva da Grace Fellowship Tabernacle, Inc. ©   Se você deseja usar o material contido neste site para uso público entre em contato com o proprietário do site, por permissão por escrito. Nós não vamos negar se o uso é para a edificação da igreja. A permissão não será dada para aqueles que procuram ser contencioso.

Gostou? Compartilhe na rede!
Tags

Nenhum comentário  - Clique aqui para comentar!

No comments yet.


RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Dados da Matéria

Dados do Autor

Doutrina da Mensagem Admin do site doutrina da mensagem » Blog do autor. » Site do autor.