Posicionados em Cristo Download PDF

Posicionados em Cristo 

Michel Servet

MICHEL SERVET POSICIONOU-SE POR SUA FE ATÉ SUA MORTE, HÁ EXATOS 460 ANOS ATRÁS

Um testemunho que me comoveu bastante e que me ajudou a me espelhar para que eu me posicionasse por essa Mensagem quando eu ainda estava na denominação, foi da maneira como em seus dias Michel Servet se posicionou pela luz que ele tinha naquele dia. Se você quiser fazer uma pesquisa você vai ver que a compreensão que Michel Servet teve sobre a Deidade foi muito próxima do que nós temos hoje. Você pode fazer uma pesquisa e pode ler, você vai ver que é muito parecido, porém não era ainda toda a verdade.

Michel Servet escreveu um livro chamado “A Restituição do Cristianismo”, ele queria restaurar o cristianismo, mas parece que ele não sabia que só um Elias faz isso; só o ministério de Elias pode restaurar o evangelho. E ali ele expunha o seu entendimento sobre a Deidade que era muito avançado para aqueles dias quando Lutero e Calvino pregavam trinitarianismo.

Quando este livro chegou aos ouvidos de Calvino ele se escandalizou e mandou perseguir este homem Michel Servet. Ele soube da existência do livro antes que fosse publicado. Calvino tinha muitas boas fontes, muitas informações. Só que Michel Servet estava em um país onde Calvino não possuía nenhuma autoridade, era um país católico, não era protestante. Mas Calvino tinha um primo lá e ele disse para o seu primo: “Vocês católicos deveriam se precaver contra esse Michel Servet porque ele está pregando uma doutrina que combate a nossa doutrina.”

Veja, Calvino era protestante e o seu primo era católico, mas eles tinham uma coisa em comum: eles tinham a mesma doutrina, a doutrina trinitária de três deuses. Então apesar de eles estarem divididos, naquela hora eles resolveram se unir em uma causa comum para perseguir uma mensagem que era muito evoluída e que eles não podiam aceitá-la. Repito, uma mensagem muito próxima daquilo que o irmão Branham trouxe, mas ainda não era totalmente a verdade. Havia alguns problemas, mas mesmo assim era a melhor luz que eles tiveram naquele tempo. Mas eles desprezaram e rejeitaram.

Então esse primo de Calvino foi acionado e ele procurou e encontrou Michel Servet, e os católicos o aprisionaram. Mas eles não deram muita atenção para Michel Servet e de uma certa forma – eu não sei como isso aconteceu – Michel Servet conseguiu fugir daquela cadeia. E Michel Servet queria ir para uma outra terra, para um outro país onde não havia perseguição, onde havia uma espécie de neutralidade religiosa. Mas para poder chegar até lá ele tinha que passar pelas terras de Calvino e ele achou que poderia fazer isso desapercebidamente, e não pôde. Alguém reconheceu Michel Servet e ele foi aprisionado nas terras de Calvino e dali só saiu para a fogueira.

Ele passou por um julgamento longo, e os calvinistas tentaram de todos os meios fazer com que Michel Servet abandonasse a sua fé e a sua confissão. Ele reconhecia que Jesus era o Filho de Deus, enquanto a igreja trinitária queria fazer de Jesus uma segunda pessoa de Deus. E eles queriam que Michel Servet confessasse Jesus como o Filho eterno de Deus, quando na verdade o que Michel Servet entendia era de que Jesus era o Filho do Deus eterno. Mas isso era uma afronta para aquele sistema religioso.

E nesse seu livro “A Restituição do Cristianismo” ele escreveu muitas coisas erradas, algumas coisas estavam mesmo erradas, havia algumas heresias e no seu julgamento tudo aquilo foi exposto, mas Michel Servet renunciou a tudo aquilo. Ele disse:

“Está bem, eu abro mão disso. Eu renuncio. Está bem, isso pode ser também. Eu anulo isso. Tudo bem. Que mais? Que outra crítica vocês têm?”.

“Você não crê que Jesus é Deus”.

“Mas Jesus não é Deus”.

E eles queriam que ele também mudasse isso. E ele teve que se posicionar pela luz que ele tinha naqueles dias, e ele teve que ir para a fogueira porque ele não pôde renegar a sua fé. E Calvino ficou com tanto ódio desse seu posicionamento… porque esse posicionamento de Michel Servet agredia a Calvino e a todo aquele sistema. Calvino para vingar-se de Servet mandou que na hora em que fossem queimá-lo, que colocassem lenha verde. Geralmente quando se queimava as pessoas na fogueira colocava-se lenha seca para que pudessem queimar bem rápido. Mas Calvino não queria isso, ele queria que Michel Servet agonizasse o maior tempo possível. Ele disse: “Coloquem lenha verde para que ele queime por bastante tempo”. E deu certo porque ele ficou mais de 35 minutos agonizando naquela fogueira.

Mas até o fim ele manteve firme a sua confissão. Dizem que enquanto ele estava sendo queimado lentamente de baixo para cima, ele disse algo mais ou menos assim: “Oh Senhor Jesus Cristo, FILHO DO DEUS ETERNO, tenha piedade de mim e dos demais…”. E eles ficaram horrorizados e abismados. Eles disseram: “Como que este homem mesmo agora sendo queimado vivo continua mantendo essa confissão?”. Posicionamento. Você leva isso até a morte. Porque não é uma convicção carnal, é a Palavra de Deus revelada. É isso que te dá firmeza. A palavra de um homem não te dá, mas a Palavra de Deus sim. Se você puser a tua fé na palavra de um homem você ficará coxeando entre dois pensamentos. Você não vai ter um posicionamento sólido.

Posicionados em Cristo (02/06/2013) §§ 70-78 – Diógenes Dornelles

NOTA: Para Michel Servet Jesus era Deus porque Ele era o Logos que saiu de Deus com todos os Seus atributos e porque Nele habitava corporalmente toda a plenitude da Divindade, e embora os grupos unicistas atuais aleguem que Servet seria um de seus precursores por ter combatido as doutrinas da “trindade” e da “filiação eterna”, em seu livro aqui citado, Servet deixou claro que não poderia crer em uma doutrina sabelianista porque ela tornava o Pai e o Filho “parecidos demais” .

O concílio que perseguiu e condenou Servet à morte formado por protestantes e católicos, é um tipo do que está para acontecer quando todo crente sincero será perseguido e proibido de exercer sua fé.

Michel Servet foi morto na fogueira em 27 de outubro de 1553.

Diógenes Dornelles

Gostou? Compartilhe na rede!
Tags

1 comentário  - Clique aqui para comentar!

  • tem de haver uma revelaçao dentro da alma de um homem para que ele entenda a divindade nao e somente querer entrender mas vem dentro da semente e predestinaçao o entendimento eu nao posso criar uma fe ou um conhecimento que nao esta na minha alma impregnada por deus o que o amado irmao michel sevet entendia nao era dele mesmo mas como a noiva deste ultimo dia tambem nao entendepo pois nao somos nos mesmos e cristo em nos nos fazendo cre de uma forma surpreendentemente sobrenatural o sobrenatural esta na noiva de todas as eras. amem.

    Comentário feito por julio cesar de andrade carneiro — 29 de outubro de 2013 @ 20:18

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Dados da Matéria

Dados do Autor

Doutrina da Mensagem Admin do site doutrina da mensagem » Blog do autor. » Site do autor.