REFLEXÃO DE FIM DE ANO Download PDF

REFLEXÃO DE FIM DE ANO

fim de ano

 

L.PradoMais um ano mundial se passa e outro começa a ressurgir.

Nessas épocas de fim de ano, as pessoas ficam agitadas, preocupadas, num vai e vem, correm, se inquietam à reunir, comprar, vender, gastar (desnecessariamente), negociar, (re)casar, comer, beber, comemorar…

Então se percebe, que tudo se torna um ciclo vicioso, tradição que perdurará pelos séculos dos séculos enquanto o governo deste mundo estiver entregue a satanás.

Quando eu era menina, costuma presenciar como as mães gostavam de comemorar os 15 anos de idade de suas filhas, que de acordo com o senso comum, era a idade em que se tornavam moças.

Um dia compreendi nas sábias palavras de minha tia’vó, que diferença havia em se completar 14, 15, 16…?? Pois uma moça não era moça também quando, completava 12, 13…? E o mais importante, muitas chegavam a apresentar características de mulheres adultas, mesmo antes dos quinze.

Segundo estudos da biologia a menina alcança a maturidade sexual, por volta de 11 a 15 anos de idade, e posso dizer que, na primeira menstruação, em muitos casos, ela quase nem é percebida como uma mulher que passou de fase, ou tem tornado-se a moça que todos comemorariam quando se chegasse aos quinze anos. Nem bolo tem nessa data, parece engraçado não é mesmo!

Pensando nessas datas de fim de ano, a mesma compreensão me vem. Que diferença tem os dias antecedentes ou subsequentes ao dia 01 de janeiro?

Todos não são dias que nosso Pai celestial nos deu, para rirmos, chorarmos, alegramo-nos, lutarmos, perdermos ou vencermos?

Por que as pessoas se sentem mais sentimentalistas ou sensíveis nestas épocas, uma vez que, durante o ano todo nossos irmãos, parentes e amigos precisaram de nós, até mais que nós deles. Onde está nossa sensibilidade nesse período?

Que fase da vida daqueles que convivem em nossas relações, nós deixamos de perceber o quanto era importante a eles?

Quando foi que ignoramos os melhores e mais tristes momentos daqueles que dizemos falaciosamente que amamos?

Aprendi com a sabedoria chinesa, que você entra em um ano novo, quando completa anos de vida.

Posso reforçar isso ao dizer, que o ano novo de cada um se faz com atitudes novas, de preferência: Positivas e solidárias.

O mundo, o cosmo, o universo, continuará em seu ciclo dia após dia, ano após anos, cumprindo sua função, e somos nós que os modificamos e agimos sobre e sob eles.

E então, o que adianta o suposto ano de 2014 chegar, se somos nós os agentes que o tornaremos evidente e significativo em vários ou todos os sentidos?!

Diariamente temos lutas, e não fáceis. Quantas vezes não quisemos chorar alto de tristeza ou desespero?

Quantas vezes pensamos só em nossos interesses e nosso próximo ficou bem longe deles?

E os ditos de Jesus, quem de nós os tem seguidos piamente?

As viúvas, órfãos, encarcerados (muitos cristãos hoje estão em prisões), os doentes, quem de nós os tem assistidos, compartilhado o único pedaço de pão com o faminto e o necessitado?

Nesse ano 2013, quem de nós chorou tanto no “altar” até sentir o Espírito Santo mudar o que precisava ser mudado?

Quem de nós se envergonhou e chorou copiosamente pelos pecados dos cristãos, que não se podem mais nem distinguir dos outros grupos religiosos?

Meu Deus, há tanto que fazer!

O que temos de fato à comemorar?

Vida, saúde, paz, prosperidade, amor…?

Pra quê tudo isso, se não estamos utilizando como devemos, com o que e quem podemos?

Cada vez mais os tempos se tornam maus e parece que em muitos momentos ainda estamos envolvidos em rudimentos que pouco ou em nada nos edificam.

Vez ou outra, voltamos a viver e reviver momentos que há muito deveriam estar extirpado de nossas vivências.

Os crentes da mensagem se consideram águias, mas não entendo porque estes ainda privilegiam os modelos e costumes do mundo, se a águia tem seu jeito peculiar de viver.

Há aqueles que dizem: Irmão Branham fazia isso e aquilo, por que não podemos fazer?

O profeta nos deu as bases para voarmos. Porém, muitos querem continuar não apenas fora da base, mas na lama, com aves de estruturas e costumes diversos e estranhos, mostrando o que de fato sua natureza é.

Seria bom refletirmos e buscarmos as respostas nesse ano, sobre o que nosso pai celestial almeja de nós. A Bíblia está aí diante de nós, nem impedidos somos de lê-la ou consultarmos. Somos privilegiados pela liberdade que temos em adorar e servir ao nosso Deus único e verdadeiro.

Somos livres. Seres conscientes de nossas ações. Usemos tanto privilegio para algo realmente justo e santo.

Comemoremos sim, tudo que quisermos e sobretudo os projetos apontados para nossas vidas materiais e espirituais, segundo a vontade de Deus nesse novo ano. Teremos bons motivos ao fim para comemorar.

por Irmã Luciane Prado

 

Este é um bom momento de reflexão, mas não por ser o último dia do ano, mas por nos tornarmos consciente agora da necessidade de refletir, e isto nos leva a compreensão que cada dia da nossa existência deveria ser um dia para reflexão, cada dia deveríamos refletir sobre nossos atos, sobre cada atitude e decisão tomada, sobre nossa capacidade de compreensão, de aceitação, sobre nossa capacidade de conceder perdão. E acima de tudo refletir sobre a nossa capacidade de expressar o amor de Deus, sendo assim um canal através do qual amor tão sublime se espalhe como uma luz para todos aqueles que cruzarem nosso caminho. E isto só pode ser possível se pelo Espírito Santo o amor de Deus for derramado em nossos corações.“

Equipe Doutrina da Mensagem

doutrinadamensagem@gmail.com

Gostou? Compartilhe na rede!
Tags

4 Comments  - Clique aqui para comentar!

  • http://www.youtube.com...

    REFLEXÃO DE FIM DE ANO – Doutrina da Mensagem…

    Trackback feito por www.youtube.com — 11 de fevereiro de 2014 @ 0:38

  • Chloe And Isabel…

    REFLEXÃO DE FIM DE ANO – Doutrina da Mensagem…

    Trackback feito por Chloe And Isabel — 8 de março de 2014 @ 10:14

  • Mlm companies…

    REFLEXÃO DE FIM DE ANO – Doutrina da Mensagem…

    Trackback feito por Mlm companies — 10 de março de 2014 @ 14:34

  • franchises for sale…

    REFLEXÃO DE FIM DE ANO – Doutrina da Mensagem…

    Trackback feito por franchises for sale — 19 de março de 2014 @ 7:47

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Dados da Matéria

Dados do Autor

Doutrina da Mensagem Admin do site doutrina da mensagem » Blog do autor. » Site do autor.