Se Você Somente Soubesse Quem Eu Sou Download PDF

Se Você Somente Soubesse Quem Eu Sou

Se voce somente soubesse quem eu sou

Introdução

Quando em maio de 1964, o irmão William Marrion Branham esteve de posse dos manuscritos originais do livro “O Profeta do Século XX”, escrito pelo Rev. Lee Vayle, ele declarou antes mesmo de o livro ser publicado de que ele se converteria numa grande obra prima para as reuniões, e que serviria para a Noiva como um grande recurso para a compreensão de seu maravilhoso ministério. Naquela ocasião, o irmão Lee Vayle não se limitou a simplesmente escrever mais uma outra biografia como as que já haviam sido publicadas até aqueles dias, mas o que tornou esta obra diferente de todas as demais, foi devido à sua grande ousadia e intrepidez ao fazer o que nenhum outro biógrafo, até então, havia tido a coragem de fazer, que foi de apresentar o irmão Branham para o mundo inteiro como o sétimo mensageiro para a era de Laodicéia, e o grande profeta de Deus, cumpridor da profecia de Malaquias 4, que prometia um profeta semelhante a Elias que haveria de vir para restaurar à Igreja a mesma mensagem transmitida pelos pais apostólicos, antes do grande e terrível Dia do Senhor.

Neste sermão intitulado “Se Você Somente Soubesse Quem Eu Sou”, o Rev. Lee Vayle, mais uma vez fiel ao seu papel não somente como biógrafo, mas também como uma testemunha viva dos grandes eventos dos quais presenciou, dá-nos uma incontestável noção da grande importância que o ministério do irmão Branham representa para a Noiva de Jesus nestes últimos dias. Este sermão bem que poderia ter se chamado “O Profeta do Século XX – Parte 2”, porque além de salientar alguns temas que haviam sido abordados em seu referido livro, ele ao mesmo tempo nos apresenta aqui uma série de outros dados, com base nas Escrituras, que complementariam aquilo que já havia sido escrito há exatos vinte anos atrás.

William Branham declarou que se em todas as suas reuniões em que ele pregou, a audiência tivesse compreendido o verdadeiro papel de seu ministério, todos os enfermos presentes seriam curados. Salvo algumas raras exceções, dificilmente ocorria um grande culto de cura em massa porque a audiência presente nunca soube reconhecer quem ele realmente era. O próprio ministério de cura divina de William Branham servia como um tipo do seu ministério como o Elias restaurador, pois a cura nada mais é do que uma espécie de restauração da saúde física do corpo, e neste último dia, Deus manifestou o ministério de Elias a fim de restaurar o Corpo Místico de Cristo por meio de uma Mensagem, que a qual ao mesmo tempo, também serviria de fé para o Rapto.

Neste sermão o Rev. Lee Vayle afirma que apesar dos filhos de Israel terem rejeitado João Batista e Jesus no dia de Sua visitação, eles ao menos tiveram o zelo de perguntar para ambos quem eles realmente eram, pois em seus dias estavam vigilantes quanto ao cumprimento das Escrituras relacionadas à vinda do Messias e de Seu precursor, enquanto que neste dia, ninguém ousou uma vez sequer perguntar para o irmão Branham quem ele era de fato. E assim, esta geração se tornou muito mais cega espiritualmente do que aqueles que crucificaram o Senhor Jesus Cristo.

De acordo com Mateus 12, o ministério do Filho do homem deveria se manifestar aos gentios nestes últimos dias em Espírito, da mesma forma como se manifestou aos judeus em carne, porém isso estava velado para o sistema denominacional vigente, e assim sendo, não puderam identificar o cumprimento das Escrituras. Um profeta é na verdade Deus para o povo em carne humana, pois ele tem o ASSIM DIZ O SENHOR. William Branham não era o Filho do homem, mas ele revelou e manifestou o Filho do homem por meio da Palavra e dos sinais que puderam ser presenciados perante muitos. Eles foram a Sua aparição para a Igreja que deve anteceder o Arrebatamento e a Vinda física de Jesus à terra, a qual deveria ser retida até a restauração de todas as coisas.

A vinda de Elias, portanto, é fundamental para que o Dia do Senhor possa ser cumprido. Sem este ministério sobre a terra, muito do que foi proferido a respeito dos últimos dias estaria comprometido. A vinda deste profeta seria o motivo de Deus ainda não destruir esta terra com maldição, até que todos os corações dos filhos eleitos sejam convertidos de volta aos de seus pais, os apóstolos e profetas.

Ao se retirar de nós, o irmão Branham também teve que, como João Batista, se diminuir e deixar que Deus mesmo crescesse entre o Seu povo por meio da Mensagem que ele deixou. Sua Mensagem é como uma luz que ilumina em lugar escuro, a qual faz brilhar a vereda do justo mais e mais até ser dia perfeito.

                                                                                                                          Diógenes Dornelles

Se Você Somente Soubesse Quem Eu Sou

 Bellefontaine, Ohio

30 de Novembro de 1985

 Irmão Lee Vayle

Leia um comentário sobre este sermão feito no tempo que ele foi traduzido

 

1               (…) Bem, é certamente um privilégio estar aqui e ver todos vocês pessoal. E apesar de eu não poder enxergar os do andar deLee Vayle cima, eu imagino que eles estejam de certa forma olhando para baixo para nós, o qual é privilégio deles, porque quando você está em cima, você pode olhar para baixo. [Risos – Trad.] E também é um privilégio, quando você está embaixo, de você poder olhar para cima. Então isso funciona de ambos os modos. Nós talvez não possamos ver através do teto aí em cima, [Risos – Trad.] mas se tivéssemos um monitor, nós também seríamos capazes de vê-los. Assim, somos todos um esta noite e nos regozijamos na bondade do Senhor Jesus Cristo.

 2              Agora, eu quero trazer uma mensagem esta noite. Ela é intitulada: “Se Nós Somente Soubéssemos Quem Ele Era”. E, é claro, eu estou absolutamente certo de que você está ciente de que eu tenho o meu assunto de algo que o irmão Branham disse em mais de uma ocasião quando ele fez a observação: “Se você somente sabe…” ou “soubesse quem eu sou”. Creio que ele usou as palavras, na verdade dizendo: “Se você somente soubesse quem eu era”, mas estou mudando isto para, creio, um pouco melhor e gramaticalmente na estrutura do som. “Se vocês somente soubessem quem eu sou, todos vocês seriam curados”.

 3               Agora, evidentemente que as pessoas não sabiam na verdade quem ele era, ao ponto onde todos seriam curados, pois isso não aconteceu. Agora, você se recorda que Jesus tinha um ministério onde todos eles foram curados, e o irmão Branham entrou em cena e ele disse: “Se vocês somente soubessem quem eu sou, todos vocês seriam curados”. E lembre-se, Jesus não pôde fazer muitas obras poderosas por causa da incredulidade. E a incredulidade na realidade era com relação à Sua própria pessoa, como você bem sabe. Eles não puderam contestar os milagres. Esse é o testemunho. Certo? [A congregação diz: “Amém” – Trad.] Tudo bem.

 4               Agora, o mais perto que eles chegaram foi sob um dom de cura, onde isto é… onde todos eles são curados, do qual eu contei a vocês muitas vezes como aconteceu lá atrás em 1947, e o irmão Branham havia dito naquela vez, ele disse: “Agora, todos vocês que possuem cartões de oração votem, porque…”, ele disse, “geralmente sessenta por cento fica curado quando eles passam através da fila de oração, mas…”, ele disse, “se você prefere de outra forma…”, e eu estou certo de que ele disse, “eu tomarei 24 ou 25 dos piores casos, e eu garantirei cura para todos”. Bem, é claro que ninguém levantou o desafio com um resultado do qual nós nunca vimos de 25 milagres, mas, como Deus é o meu juiz e eu não creio que minha memória esteja defeituosa, eu vi literalmente centenas de pessoas passarem pela fila de oração, e não houve uma pessoa que não fosse curada. Assim, portanto, nós tivemos um paralelo ali, mas isso é o mais próximo que alguma vez chegou a qualquer coisa no meu conhecimento onde as pessoas fossem curadas quase que em massa, ainda que um por um.

 5               Agora, as grandes reuniões em Durban – ao meu conhecimento – houve 30.000 curados de uma só vez. Eles tiveram uma fila de oração lá, mas, novamente, não houve registro de uma cura em massa. E, todavia o profeta categoricamente disse: “Se vocês somente soubessem quem eu sou, todos vocês seriam curados”. E, é claro, você diz: “Bem, talvez isso fosse estendido para um de cada vez”. Isso bem poderia ser verdade, mas ele estava falando para uma audiência, e todos os presentes foram capazes de receber isto. Então poderia ter havido lá uma cura em massa. Tudo bem.

 6               O fato de importância também é de que, exceto por um dom de cura e pela sua capacidade para levar fé ao povo, houve pouquíssimos que tem sido curados no ministério do irmão Branham. E eu novamente falo com respeito àquilo do qual eu sou ciente, onde ele poderia ir a um local onde talvez houvesse uma convocação devido aos pastores da área conduzir-lhe para dentro de suas assembléias, e eles poderiam fazer entrar uma escola inteira de surdos e mudos de talvez 30-40-50-60, e cada um individualmente ser curado. E isto foi feito, não por causa da fé dos pastores ou da fé das pessoas. Isto foi feito por causa de um dom de cura. [“Amém”] E observe que o irmão Branham, quando ele orava pelo enfermo naqueles dias passados, e falava com as pessoas surdas, e você sempre vê na televisão e nas reuniões em que você tem estado, onde se alguém orasse pelo surdo, eles iriam [O irmão Vayle estala os seus dedos três vezes – Trad.], sabe, “Snap”, e vê se a pessoa… sabe. O irmão Branham nunca fez isto. Ele não tinha que fazer isto. Eu o vi numa fila de oração onde ele simplesmente dizia: “Esta pessoa tem um espírito surdo”. Ele simplesmente sabia. E ele dizia… ele disse: “Eu te adjuro em nome de Jesus: saia”. Ele dizia: “Ele não saiu”. Ele não estava… [O irmão Vayle estala os seus dedos três vezes – Ed.] [“Isso mesmo”] Ele não tinha que dizer: “Saia”. E ele disse. “Eu te adjuro em nome de Jesus: saia dele”. Ele não saiu? Ele saíra dessa vez. E exatamente como o homem que se tornou um gigante, quando ele disse: “No nome de Jesus Cristo, saia dele”. E ele disse algo e o homem olhou em volta. [“Amém”]

 7               Então veja, eles precisavam daquele dom de cura. E eu quero mostrar a você que isto se estende aí, e havia a evidência de que quando ele dizia “Se você somente soubesse…”, ele não estava simplesmente lhes dando algo que fosse uma sedução, mas algo que era muito legítimo. E nós vamos dar na verdade um passo adiante e diremos isto: que exceto pela soberania de Deus no ministério deste homem, que foi demonstrada no “ASSIM DIZ O SENHOR”, nós teríamos visto até bem menos curas, porque o “ASSIM DIZ O SENHOR” nada tinha a ver com a pessoa, quanto a sua fé, quanto a sua compatibilidade, quanto ao seu andar, quanto a qualquer coisa. Isso era soberano do qual possivelmente nada podia impedir isso de acontecer. [“Amém”]

 8               Agora, eu entendo que muitas pessoas se levantariam e diriam: “Bem, veja, deve ser isto”, e “deve ser aquilo”. Isso é maravilhoso. Tenha todos os seus “deve ser” que você queira. Apenas me ouça. Isso nada tinha a ver com a pessoa, [“Isso mesmo”] ainda que ela tivesse qualquer coisa a ver com isto para chegar até o irmão Branham. Isso era um ato soberano de Deus. E você poderia ser o mais podre, sem ajuda para o que for e que pode ser e será. Agora, isso pode ser apresentado contra você no Dia do Juízo. Mas se você pensa por um minuto que isso tinha qualquer coisa a ver com a pessoa intrinsecamente, você está desesperadamente enganado. [“Amém”] E nem mesmo o discernimento tinha qualquer coisa a ver com isso, porque eu tive pessoas que vieram a mim após uma reunião onde o discernimento estava em progresso e que diziam: “Reverendo Vayle, o que ele quis dizer?”. E aquele homem foi discernido da audiência, e nada aconteceu. Algo estava errado em algum lugar. Não era com o profeta. Nós teríamos visto bem menos curados, se não fosse por causa daquela manifestação sob a soberania.

 9               Então o mundo e a igreja e a Noiva perderam a glória da cura em massa ou de curas individuais tremendas que teriam atingido curas massivas. Eles perderam a glória disso. Porque eles simplesmente não souberam, e não se importaram na realidade, em descobrir exatamente quem ele era. Evidentemente que as orelhas haviam sido furadas no ano do jubileu de modo que eles pudessem permanecer em escravidão, na servidão, sob domínio, não por causa do que este homem se posicionou, mas por causa de alguma outra coisa em suas vidas pela qual eles estavam se posicionando, ou talvez as orelhas estivessem completamente tapadas. Os ouvidos espirituais haviam estado completamente poluídos por uma doutrina que era contrária. Ao menos nós sabemos isto: que todo mundo no tempo do profeta, quando ele fez aquela declaração, todo mundo estava marchando ao tom de um diferente baterista. [“Isso mesmo”] Não que eles não se importassem por cura. Eles desejavam cura. É que eles perderam a chave. Agora ouça atentamente. É que eles perderam a chave que lhes daria a fé e o direito à cura. Você me acompanha? [“Amém”] Você diz: “Bem, irmão Vayle, eu creio que a cura está debaixo da expiação”. Eu nunca disse que ela não estava. “Eu creio que isso é assim”. Eu nunca disse que isso não era. Eu disse: “Eles perderam uma chave”, e nós sabemos.

 10           E eu, por ser um, sei mais do que todos vocês e todos vocês colocados juntos. E eu agora não estou me gabando. Isto é simplesmente um fato; porque eu estive com ele muitas horas e vi muitas, muitas, muitas e muitas coisas. E esta declaração tem estado em minha mente por um longo tempo: “Se eles somente soubessem quem eu na verdade sou”. E essa era a chave, quisesse você ela ou não. [“Amém”] Essa era a chave para libertar você. Ou ela incendiava a sua fé ou dava a você a fé que você não tinha, eu não sei. Eu não sou um profeta e eu não estou a par destas coisas. Tudo que eu sei é de que isto é a verdade.

 11           Agora ouça. Os seus interesses – isto é, das pessoas, o mundo, a igreja e a Noiva – sua sede, suas atitudes de fé, seu exame da Escritura, seu zelo, tudo isto estava dirigido para a cura, quando isto deveria ter sido dirigido para responder à pergunta: “Quem é este homem com um ministério tão grande e maravilhoso?”. Agora deixe isto penetrar, porque veja, você está pensando de outro jeito. Você está de volta às suas antigas tradições mortas. Você está de volta às suas denominações. Você está de volta ao seu próprio pensamento. Você diz: “Eu… bem, o irmão Branham disse uma porção de coisas assim e assim”. Muito bem. Isso é muito bom. Então você está me dizendo que aquilo que você sabe que ele disse em outros lugares anula isto, e assim, portanto, ele é categoricamente um tolo. Por que você citaria o resto se ele era tão estúpido para citar isto? E isto não ata. Se eu sou espiritualmente um doente mental em um lugar, eu dificilmente me qualificaria a ser espiritualmente são em outro lugar. Porque a Escritura diz: “Ele não nos dá um espírito de temor, mas de amor e de coração e um juízo perfeito”.[1] [“Amém”] E um profeta, acima de todos os demais, teria uma mente de Deus. [“Amém”] Então ele disse: “se vocês somente soubessem, todos vocês seriam curados”.

 12           Então algo estava acima e além de qualquer coisa que o mundo ou a igreja ou a Noiva possuía ou precisava possuir e depositar em uma pequena declaração a qual, embora pequena em si mesma, o conteúdo era tremendamente grande – algo como o poder que repousa no átomo, de modo que depois quando ele é partido, isso poderia destruir um universo.

 13           “Quem é este homem…”, isso é o que eles deveriam ter estado dizendo, “…com este ministério tão grande e maravilhoso?”. Tivessem eles descoberto essa resposta de acordo com o homem que foi enviado de Deus, eles teriam conquistado o seu último desejo, sabendo que ele era quem teria trazido o que eles desejavam. Isso nos lembra da Escritura onde Jesus disse: “Buscai primeiro o Reino de Deus e todas as coisas vos serão acrescentadas”.[2] [“Amém”] E eu declaro a você esta noite que esta geração encontrará a si mesma em sérios problemas, exatamente como eles estão agora; e eles deveriam se tornar maiores porque eles colocaram de lado a simples formulazinha que o irmão Branham trouxe à sua atenção: “Se você somente soubesse”. [“Amém”] Agora, ele não disse: “Você não pode saber”. Não era isso que ele estava dizendo. Ele estava permitindo-lhes saber que eles podiam saber exatamente quem ele era.

 14           Agora hoje, como sempre, somos muito críticos sobre Israel, porque eles evitaram a ambos João Batista e Jesus o Cristo. E estamos bem cientes do juízo que se seguiu. Mas ainda assim nós sempre queremos nos sentir surpresos de que Israel pudesse falhar em algo tão claro, tão evidente, o qual vemos tão claramente. Agora deixe isso entrar. Retrospecto não é apenas 20-20. Isso é tudo; [“Isso mesmo”] mas, desafortunadamente, também é nada. Qualquer um pode dizer que a segunda-feira foi parecida com a terça-feira de manhã. [Risos – Trad.] Choveu ou não choveu? Estamos bem cientes do juízo que se seguiu quando Israel evitou João e Jesus. Eu me pergunto se estamos cientes – e eu sei que a igreja não está – porque um determinado homem importante que trouxe o pentecoste para dentro do ecumenismo[3] e que misturou neste último dia os seguidores de Deus com Roma e a tornou uma prostituta imunda semelhante aos seus ancestrais, zombou e desdenhou do irmão Branham em sua morte, e com desprezo disse: “Juízo veio sobre o homem que julgou”.

Tenho observado que os chihuahuas sempre desafiam os São Bernardos.[4] [Risos – Trad.]

 15           No entanto, apesar de Israel ter evitado João e Jesus, eu me pergunto se eles não estavam mais vigilantes para a hora de sua visitação do que nós estamos para a nossa. E eu acho que a Escritura prova isto. Eu sei que Ela prova. Porém nós não estaríamos inclinados demais a concordar com isso. E eu irei ler em Mateus 12:22-23:

  Trouxeram-Lhe, então, um endemoninhado cego e mudo; e, de tal modo o curou, que o cego e mudo falava e via. E toda a multidão se admirava e dizia: Não é este o Filho de Davi?

 Eles estavam fazendo perguntas. Eles estavam olhando para o Filho de Davi.

 16           Estamos supostos a estar procurando pelo retorno do Senhor Jesus Cristo. Não houve algo em nosso dia que nos excitasse a fim de nos fazer perguntar? Bem, alguém poderia dizer: “Eu não creio que eu conheça alguma Escritura para isso”. Mas você notará que Israel estava vigilante. Israel queria saber. Além disto, vamos para João 1 – que era concernente a Jesus. Vamos dar uma olhada em João [19-26]:

 E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu? (Vê? Eles vieram e disseram:Quem és tu?”. Nós estudaremos sobre a nossa atitude mais tarde) E ele confessou, e não negou; mas confessou: Eu não sou o Cristo. E perguntaram-lhe: Então o quê? És tu Elias? E ele disse: Não sou.

 17           Mas ele era. Porém ele não era. [“Amém”] Ele literalmente estava apenas tipificando o Elias desta hora, e Aquele a vir; porque embora ele fosse o mensageiro que precursou e introduziu o Senhor Jesus Cristo, a ênfase é sobre o flamejante, Aquele que está nesta hora. Então verdadeiramente ele era Elias. Observe que ele disse: “Não, eu não sou Elias por si mesmo”. Mas ele tinha que saber que ele estava no Espírito de Elias, porque o seu próprio pai sabia disso, [“Amém”] e João no deserto teria que saber isto.

 18           Ele disse: Não sou. És tu o profeta? E respondeu: Não. (“O profeta”, naturalmente, seria Cristo). Disseram-lhe pois: Quem és para que demos resposta àqueles que nos enviaram? Que dizes de ti mesmo? Ele disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: ‘Endireitai o caminho do Senhor’, como disse o profeta Isaías… (Agora, ele disse: “Eu não sou Elias por si mesmo. Eu não sou Jeremias. Eu não sou Isaías.” Mas ele disse: “Eu sou uma porção da Escritura. Estou identificado Nela, e sou aquele de quem é falado em Isaías”.) Ele disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: ‘Endireitai o caminho do Senhor’, como disse o profeta Isaías. E os que tinham sido enviados eram dos fariseus. E perguntaram-lhe, e disseram-lhe: Por que batizas, pois, se tu não és o Cristo, nem Elias, nem o profeta? (Agora, eles tinham em mente outro profeta diferentemente de Cristo) E João respondeu-lhes, dizendo: ‘Eu batizo com água…’. (E assim por diante).

 19           Agora observe em João 8:24-25:

 Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que Eu sou [ele](Ou seja, “ele” está interpolado aí, está interposto… interpolado. “Ele” não está aí: “…Eu sou”. “Se vós não crerdes que Eu sou…”, que é Jeová, “morrereis em vossos pecados”) Disseram-Lhe, pois: Quem és Tu? Jesus lhes disse: Exatamente o mesmo que Eu vos disse desde o princípio.

 Agora, observe aí que eles estavam alertas para o fato de que eles deveriam questionar estes dois homens que ficaram perante eles.

 20           Agora, há duas coisas para nós que eu quero observar:

1) Eles estavam ansiosos para conhecer o mistério do Messias, e se era possível que sua geração fosse a geração que receberia esse Messias. Agora, eles queriam saber isto. Eles queriam saber sobre o Messias. Eles queriam compreender. Eles queriam saber se eles eram a geração para recebê-Lo.

 21           Agora, primeiro observe que eu mencionei “mistério”, o mistério do Messias. Agora eu usei “mistério”. Eu deveria, quem sabe, usar a palavra “misterioso” mais que “mistério”, porque muito foi dito aí sobre o Messias em ambos os lados da página, na medida em que uma estava se referindo à Sua Primeira Vinda e uma à Sua Segunda. E existe muito mais referente à Segunda do que à Primeira. E a Primeira Vinda está velada em mistério onde Ele era um Cordeiro moribundo para morrer como uma expiação pelo povo. E isto não podia se ajustar para com o povo, porque como poderia Ele morrer como um sacrifício, ou um que foi sacrificado, e ainda ser O que governaria e reinaria? Eles não puderam compreender isto.

 22           Depois eu mencionei “sua geração”. Veja, eles estavam alertas para ver se era a hora deles. E cada geração no decorrer de cada era da igreja tem na verdade procurado pelo nosso Messias por vir, exatamente como Israel fez. Eles foram no decorrer das sete eras da igreja também, todas aquelas eras. Porém esta geração foi alertada a isto, apesar de que eu não possa ver muita evidência de que alguém em nossa geração estivesse alerta a qualquer coisa. Eles somente souberam que algo apareceu ali em algum lugar, mas eles não puderam identificar isto, e nem parecia que eles estivessem ansiosos demais para identificar isto. Nem estavam eles desejando questionar qualquer coisa da qual pudesse possivelmente ser categorizada como algum tipo de autoridade ou percepção ou de capacidade para adquirir uma percepção quanto à hora na qual vivemos.

 23           2a) Agora, a segunda coisa para nós que eu quero observar é que eles foram direto a João. E depois eles foram direto a Jesus, e eles perguntaram abertamente: “Quem és Tu? És Tu o Messias? Diga-nos claramente exatamente assim como é”. Mas observe que esta geração não fez assim. Nós não fizemos isto. Agora, de acordo com Mateus 12, e nós não vamos ler isto, Cristo tem que aparecer aos gentios, e isto tem sido um mistério completamente encoberto, em que os teólogos tem dito: “Bem, isto é o Espírito Santo na terra hoje. Isto é o que retornou, como o procurador[5] ou o vigário do Senhor Jesus Cristo. Ele retornou como o Espírito Santo”. Isso tem sido um mistério encoberto com uma má interpretação e má colocação.

 24           [Mateus 12:18-21:

  Eis aqui o Meu servo, que escolhi, O Meu amado, em Quem a Minha alma se compraz; porei sobre Ele o Meu Espírito, e anunciará aos gentios o juízo. Não contenderá, nem clamará, nem alguém ouvirá pelas ruas a Sua voz; não esmagará a cana quebrada, e não apagará o morrão que fumega, até que faça triunfar o juízo; e no Seu nome os gentios confiarão.]

 25           2b) De acordo com Lucas 17:30, o Filho do homem deve ser novamente revelado. Mas novamente os teólogos tem… eles tem sacudido suas cabeças e dito: “Bem, veja, isso poderia ser uma má colocação. O que isto é… às vezes a Bíblia não corre em continuidade. Poderia ser que aqueles que copiaram a Palavra não foram cuidadosos demais e algo esteja um pouquinho fora de quadro. Temos que conseguir manuscritos melhores e entender mais, e, talvez, nós chegaremos à raiz disso”. Mas para que eles entendam que era o Filho de Deus, Filho do homem, Filho de Davi… Não há meio de que eles entendam isto. E você não encontrará isso em qualquer livro de teologia. Agora, o irmão Ungren, se ele estivesse aqui ele confirmaria isto. Ele tem estado por dentro de livros de teologia muito mais do que eu tenho, e não existe ninguém que descobrisse isso. Eles não tem descoberto isto.

 26           3) De acordo com Mateus 17 e Atos 3, e oh, é claro, Mateus 17, que é onde Jesus disse: “Elias verdadeiramente virá e restaurará todas as coisas”. E João já era um Elias para a sua hora o qual Jesus confirmou, e nós sabemos ser verdade, mas Ele também disse que haveria uma restauração, porque Elias restauraria. E você encontrará isto em Atos 3. Temos lido isto muitas e muitas vezes. É uma das minhas porções mais preferidas – onde se diz:

 Quando virem os tempos de refrigério da Presença do Senhor, Ele (esse é Deus) enviará a Jesus, O qual vos foi pregado, a Quem os céus devem reter até a restauração de todas as coisas, como Deus tem falado pela boca de todos os santos profetas desde que o mundo começou”.[6]

 27           E sabemos categoricamente aí de que não existe tal coisa como alguém levando esta restauração à sua conclusão exceto o Elias. Elias tem que vir e restaurar, mas, novamente, estas Escrituras tem sido mal colocadas, e você verificará que hoje mesmo as pessoas dizem: “Bem, veja, esse negócio da vinda de Elias é tolice. Ele já veio. Isso foi cumprido”. Agora, como que eles podem ser tão rudes quando eles sabem absolutamente de que deve haver uma “queima”? Eles simplesmente contornam um pelo outro. Nem mesmo Scofield foi tão grosseiramente ignorante.

 28           4) Segundo Malaquias, Elias e Jeová – que são ambos na forma de Espírito, porque Elias não voltará literalmente – será o Espírito de Elias, porque lembre-se, o Espírito de Elias veio sobre Eliseu; e essa Escritura diz: “Ele virá no espírito e no poder do Elias do passado”, absolutamente, esse é João Batista. Depois no tempo da terceira vinda, será (o qual estava em João) será no Espírito. E na quarta vez será no Espírito de novo. E na quinta vez poderia ser a própria pessoa, ou isso é algo que o profeta não esclareceu totalmente para nós. Tudo bem.

 29           De acordo com Malaquias, sabemos que Elias e Jeová, o Espírito do passado, está para voltar e obter uma Noiva pronta para tirá-La fora daqui. E, naturalmente, nós dissemos que isto tem sido mal colocado pelo povo. Agora, eu sei que você sabe exatamente, ou deveria saber exatamente onde estou tentando chegar. E isto é que se Israel estava em alerta em sua hora de juízo, que tal nós? Não deveríamos nós também estar em alerta e por meio disso contornar o juízo de Deus? Ou porque nós não estávamos em alerta e não nos levantamos para questionar, não seremos também julgados? Qual pessoa de alguma delegação ou de uma denominação alguma vez veio até o irmão Branham e lhe perguntou: “Quem é você? Você é o Elias? E é essa a hora do retorno de Jesus? De qualquer maneira o que é tudo isso a seu respeito?”. Eles até mesmo o chamaram de “um homem enviado de Deus”,[7] e um grande servo de Deus disse em um elogio:[8] “Nós vimos Cristo vivo novamente quando nós vimos William Branham”. Todavia ele não veio, ou ninguém veio e oficialmente perguntou: “Quem é você? Identifique-se a si mesmo e este grande ministério. O que está acontecendo?”.

 30           De modo que o profeta teve que nos despertar. Ele tentou nos inspirar a agir ou perguntar. Ele sabia quantas doenças haviam no mundo, e quão grande seria nos tornar livres das doenças. E observe que isso é absolutamente verdade. William Branham sempre destacou a cura. [“Amém”] Ele sempre orava: “Que não haja nenhuma pessoa enferma entre nós”. Ele sempre olhava adiante para as pessoas serem ajudadas. Ele disse: “Meu ministério é para vir e orar pelo enfermo”. Ele nos queria livre das doenças, até mesmo do câncer. Então ele balançava a carregada pergunta sob os nossos narizes: “Todos vocês querem ser curados? Você quer? Então pergunte a mim: ‘Quem sou eu?’.” Agora, eu disse que isso é uma pergunta carregada: “Quem sou eu?”. Pois estava o irmão Branham se referindo a si mesmo, ou estava o Espírito Santo falando em… através do irmão Branham? Agora, as respostas nós não sabemos categoricamente – ou nós poderíamos dizer que não sabemos. Mas quando as pessoas vieram a João, ele disse: “Eu não sou o Messias”. Então parece bastante evidente que a pergunta era com relação a si mesmo, isto é, a João Batista. Isto era. E a pergunta seria com relação a William Branham: “Quem é exatamente William Branham?”. E ele teria nos dito a mesma coisa como João Batista: “Eu não sou Jesus, o Cristo, porém eu sou dessa forma e eu sou deste modo”.

 31           E ao invés das pessoas virem direto e perguntarem ao profeta: “Quem é você?”, elas simplesmente sentavam atrás e ouviam e observavam para que elas pudessem captar algo. Mas, veja, havia um perigo ao escutar errado, porque quanto mais tempo você sentava atrás e não ia direto a William Branham, mais a sua própria imaginação entrava em disputa e mais os pensamentos de outras pessoas e o entendimento denominacional impeliam sobre você, e então você estaria em grande perigo de rejeitar o homem a quem você deveria ter vindo e perguntado: “Quem é você?”.

 32           E, como Jesus, ele começou a revelar o seu ministério e propósito de ser, e os seus olhos cintilavam e eles diziam: “Porque quando ele pregava sobre si mesmo e sobre quem ele era – ele pensa que ele é o profeta Elias”. Aquilo ali estava certo. Você sabe por quê? Porque existe um registro do profeta Elias até mesmo na América, por meio de um homem como Dowie.[9] Eles vieram a Dowie um dia e eles disseram: “Você tem que ser Elias”. E ele disse: “Eu estava chocado e muito zangado, e eu os dispersei da minha presença. Mas…”, ele disse, “quanto mais tempo eu pensava sobre isto”, ele disse, “sabe, mais eu comecei a entender que eu era”. Ele não era o profeta Elias. [“Isso mesmo”] Agora as pessoas ficam receosas de Elias, porque tem havido tantos nomes inadequados. Tem havido tantos contratempos. Tem havido tantas coisas ridículas que foram feitas, como mantos de Elias, companhia de Elias, e Elias isto e Elias aquilo. Porém isso não remove a verdade de que um Elias deve vir [“Amém”] – porque a Bíblia diz assim.

 33           Então eles disseram: “Ele pensa que ele é o profeta Elias, e não existem profetas, e especialmente não existe nenhum para os gentios. Não existe um profeta gentio. Tente descobrir para nós um”. Agora, isso é um pouco ridículo. Vê? E eles usam Hebreus 1:1. [“Isso mesmo”] Eu lhe digo, esta é a coisa mais incrível no mundo, mostrar a grossa ignorância da humanidade nesta hora, do que eles pensam que é este fantástico esclarecimento que eles possuem por meio de seus grandes sistemas educacionais, especialmente nos seminários teológicos, onde você tem todo o gênero das tremendas explicações dadas a você das culturas e das grandes literaturas e de todas as coisas finas da vida, de modo que quando você usa a Palavra de Deus, você possa ser mais meticuloso e uma pessoa bem-aventurada ao usar a Santa Escritura. Mas aqui está onde eles tem chegado.

 34           “Deus que antigamente falou muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, nos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a Quem constituiu herdeiro de tudo, por Quem fez o mundo”.[10]

 E eles dizem: “É isto. Não existem profetas. Ele foi o último”. E eles nem sequer sabem que ele era um profeta. Eles se deslizam sobre isto tão levemente, como tenho mostrado a você em várias mensagens.

“Não”, eles disseram, “não há tal coisa, especialmente um gentio, e Hebreus prova isto”. Outros disseram: “Ele pensa que ele é Jesus Cristo”. E eles deitaram armadilhas para ele de modo a destruir sua posição com o povo, e colocar suas doutrinas em confusão. Porém eles não vieram e perguntaram: “Quem é você exatamente na Bíblia, se você realmente está na Bíblia? O que é tudo isso a seu respeito? Onde você se encaixa? O que está acontecendo?”. Que coisa, se eles somente tivessem escutado e lhe perguntado: “Quem é você para que todos nós possamos ser curados?”. Veja, eles não creram nisso. Como que eles poderiam acreditar nisso? Isso é tão estranho! Estranho demais! [“Isso mesmo”] Vê? Exatamente como uma pessoa que diz: “Bem, você pode ter luz se você simplesmente apertar um botão na parede”. Eles dizem: “Ha!” (se a pessoa não entendesse sobre luzes e coisas).

 35           O homem não parece aprender, isto é, o que ele deveria aprender. Mas se eles somente tivessem escutado e lhe perguntado: “Quem é você para que possamos ser curados?”. Sabe, Israel veio e disse – eles vieram a Jesus e disseram: “Bem, que tal este pão? Como que nós podemos obter isto?”. Eles disseram: “Quem é você?”. Israel estava bastante vigilante comparado a nós. Você entende o que eu estou dizendo? [“Amém”] Grossas trevas cobrem as pessoas. [“Isso mesmo”] As pessoas não querem crer que elas estão em grossas trevas. Elas não querem puxar a cortina e dizer: “Hei, esta era está em chamas”.

 36           Agora, eu não sou tão rude quanto as pessoas pensam que eu sou. Eu sou ainda mais rude! [Risos – Trad.] Apenas queria jogar isso aí dentro. Veja, tenho obtido um coração pelo povo. Eu saí dos pentecostais. Os pentecostais tem sido a nata da colheita e a coisa que parecia ser a mais próxima daquela semente original foi para o chão. Eu concordo com o irmão Branham; concordo de coração. Mas você entende algo irmão e irmã? A palha, que é o pentecoste, está em chamas. Você entende o que eu estou dizendo? Eu não sou um monstro para dizer isto, e vocês não são monstros para ouvir. Você entende que essa é a Palavra de Deus? [“Amém”] Nada tem a ver comigo e com você! [“Amém”] Então desnude suas mentes de sua estupidez. Você tem estado pedindo por anos: “Oh Deus, permita que o Espírito Santo entre para queimar o lixo”. Permita queimar esse lixo! [“Amém”] – sua corrupção denominacional, a incapacidade de ouvir a verdadeira Palavra de Deus, porque há uma outra semente colocada aí… Essa é a verdade.

 37           “Onde você se encaixa? O que está acontecendo? Nós queremos saber, porque nós queremos ser curados”. Agora, eu lhe direi uma coisa agora mesmo. A palavra “cura” na verdade é uma forma de restauração. É uma forma de reconciliação e de restauração. E este mundo é tão abusivo, e a Noiva estava numa situação tão péssima que Deus teve que instituir uma forma de reconciliação (…) e restauração. E cura é onde os membros do Corpo são reconciliados e restaurados no uso funcional um com o outro, de modo que sob uma Inteligência, eles se movam belissimamente e em harmonia. E é para isso que estamos olhando. Então veja, isso se torna em um grande tipo.

 38           Mas por causa da incredulidade em sua declaração, e não talvez tanto à incredulidade quanto à completa negligência a isto – falhando nisto – sem ouvir isso de modo algum, o que teria sido a grande prova de seu ministério e as grandes bênçãos do Deus Todo-Poderoso sobre o povo foram perdidas. Muito simples.

 39           Lembra-se de Naamã que certa vez queria uma cura? Uma mocinha tinha o profeta Eliseu, com problemas. Ela havia dito: “Bem, se você simplesmente voltasse lá em Israel”, ela disse, “sob o meu rei – seu rei é um velho rapaz muito bom. Eu posso ver isto. Ele é um velho companheiro bastante poderoso e você é um grande general, mas…”, ela disse, “você não terá nada comparado a nós, porque o nosso rei tem um profeta. Ele simplesmente derrubaria esta lepra ‘vapt-vupt’ e ela estaria acabada”. Bem, neste ponto Naamã estava… ele estava aos seus pés. Ele disse: “Você quer realmente me contar?”. “Ora”, ela disse, “claro”. E sem dúvida que ela mencionou algumas experiências. Ele disse: “Eu acho melhor ir ver o companheiro”. Bem, você nem sabe, Naamã foi lá e Eliseu nem sequer apareceu na porta. Ele disse: “Bem, hei, apenas diga ao companheiro para mergulhar sete vezes no rio Jordão”. Oh, ele assoprou sua chaminé! [“Sim”. Risos – Trad.] “Bem”, ele disse, “aqueles rios sujos e imundos lá embaixo?”, ele disse. “Abana e Farpar – eles são bonitos… mais limpos”, ele disse, “eu… eu… porque você não sai e diga-me para ir e fazer alguma coisa grande? Algo… ora… digno da minha dignidade?”. [Risos – Trad.] E o servo disse: “Hei, senhor, calma, calma, calma”. Veja, havia um sujeito simples junto de um sujeito complicado. Ele disse: “Olhe”. Ele disse: “Se ele tivesse dito a você alguma coisa grande para fazer, você a teria feito. Então por que não faz esta coisa simples e veja se isso funciona?”. [“Amém”]

 40           Todo mundo veio para receber sua fé construída – uma coisa importante ou uma coisa grande ali ou algo grande – e o profeta disse: “Se você simplesmente soubesse quem eu sou. [“Amém”] Por que você não voltou e me perguntou quem eu sou? E eu lhe direi e você receberá esta cura” – o qual é um grande símbolo – a grande prova da Ressurreição, o grande sinal da Ressurreição, isso é o que é, e eles tem visto isso, e isso teria golpeado suas mentes; e ao golpear as suas mentes, isso teria matado as suas dúvidas, sua incredulidade e os seus dogmas ridículos e princípios e credos, os quais são uma abominação. Isso é onde ele queria chegar. E você não pode obter a compreensão de qualquer coisa a menos que você vá àquela coisa e descubra daquela coisa em si. Ou seja, você não conhece tudo sobre uma vaca por estudar um cavalo. [Risos – Trad.] Como saberíamos qualquer coisa e entender aquilo que é pertinente ao profeta, onde a Bíblia diz: “Um amigo do profeta recebe um galardão de profeta”?[11] Agora, ele apresentou isso correto aqui, bem claro e ele disse: “Olhe. Você será curado”.

 41           Agora, algum tempo atrás eu mencionei o mistério que acompanhou a doutrina do Messias, o qual num inglês claro significa que existe um mistério concernente à doutrina. Um estudioso disse: “Isso é isto”. Outro estudioso disse: “Isso é outra coisa”. E eles ainda estão fazendo a mesma coisa em Israel. Ninguém realmente sabia a verdade. Ninguém compreendeu. Como eu mencionei, existem duas “Vindas” – a Primeira e a Segunda. E eles as tinham todas confusas.

 42           Como foram os Selos para nós. Eles foram sondados e conjeturados, mas ninguém sabia com certeza. Veja, quando você põe um selo num livro, o que você está fazendo? Você está cobrindo parte da escrita. E então você pode ver parte da escrita, e você tenta adivinhar o que você não vê. Agora, então, se você somente adivinha, a coisa toda se torna errada, [“Amém”] porque isso não é um jogo de adivinhação. Mas isso é o que nós fizemos com os Selos. Agora, não haviam selos sobre eles por si mesmo de modo que você não pudesse ler a Bíblia. O selo estava na revelação, porque existe o fator tempo envolvido. [“Amém”] Vê? Então eles não poderiam saber naquela hora. Tudo bem.

 43           Então, exatamente como os Selos para nós, a doutrina do Messias era um mistério – sondado e conjeturado. Mas ninguém sabia com certeza. As denominações tinham as suas próprias interpretações de tudo isso, e elas tapavam os buracos com as suas tradições e com as suas suposições – porque é assim que era. Mas eles não estavam tão seguros que eles não ousassem perguntar. Agora, assim é Israel. Eles não estavam tão seguros. Vê?

 44           Agora, em nosso dia, exatamente como no dia de Jesus, eles não viriam e perguntariam. Embora eles perguntassem nos dias de Jesus, eles não farão isso neste dia, quando Ele está aqui no Espírito Santo. Agora, no caso de Jesus e no caso de João, eles mostraram a sua sabedoria ao vir a eles, pois eles conheciam entre eles mesmos este pensamento de que “quem sabe mais sobre si mesmo do que o homem com o ministério?”. Se você realmente quer saber, é melhor você lhe perguntar. Certamente que João deveria saber quem ele era. Jesus devia saber Quem Ele era. E eles sabiam quem eles eram, e eles lhes contaram. E somente a eleição tem Isto. Ninguém mais tem Isto.

 45           Então eles pelo menos perguntaram, mas [eles] não puderam aceitar as respostas por causa das tradições que eles possuíam de suas doutrinas. Então, até onde o nosso cristianismo está perdido quando nós não pudemos sequer perguntar? E nós jamais perguntamos. Mas o ponto é este: quem deveria saber melhor quem ele é do que a própria pessoa? Então João lhes contou quem ele era, e você observará que isso foi escriturístico. Ele os levou direto à Escritura. Jesus disse quem Ele era, e Ele lhes deu a lei e os profetas. E Ele provou que Ele era o Messias deles e os desafiou a provar pela mesma Palavra que Ele não fosse, quando Ele disse que Ele era.

 46           E justamente tão seguro, William Branham disse quem ele era, e citou a Palavra, e essa é a principal confiança desta Mensagem desta noite, a qual eu estou chegando: o que William Branham disse sobre si mesmo. Ele nos contou quem ele era e o que ele era. E o que ele nos contou estava tão distante da nossa compreensão da Escritura que não pudemos identificar a descrição dele mesmo com a Bíblia. Agora, algumas das coisas que ele revelou nós sentíamos que fossem, talvez, aceitáveis, até a definição real que nos foi apresentada de acordo com o seu próprio entendimento e interpretação. Então aquela aceitação desmoronou. Agora, não existe nenhuma pessoa que não tenha passado por isto. Mui afortunadamente a estimação, se isso é correto – e será quando o eleito começar a compreender quem ele era – não desmorona. Ela chega bastante difícil às vezes e bastante fumegante, porque a mente se torna inflamada, porque já existe muito nela agora que não pertence à Palavra. E se o Espírito de Deus for queimar o lixo, Ele queimará aquela palavra confusa ali dentro e provocará atrito. Provocará vapor. Será um incêndio. Você ficará fumegante! Não se preocupe. Se você é um filho de Deus, você ferverá lentamente bem baixo. Isso queimará e você dirá: “Eu posso aceitar isto”. Agora, eu não estou propondo em ver esta noite todo mundo curado. Estou somente dizendo a você o que foi perdido. Então não fique esperando além do que a mensagem irá entrar. Vê?

 47           Agora, para entender o que eu quero dizer, nós precisamos da primeira coisa óbvia que ele disse acerca de si mesmo – um ofício que as pessoas sabiam que ele absolutamente tinha que possuir.

1) Ele era um profeta. Que ele era um profeta é tão evidente que negar isso seria o sinal da grossa ignorância espiritual. Seus inimigos o chamaram de um “falso profeta”, é claro, mas pelo menos eles reconheceram o ofício. E ele os permitiu chamá-lo de profeta. Eles o chamaram. Eles o chamaram de profeta. Mas ele próprio falou de si mesmo como sendo um vidente, que é um que “vê-coisas”. V-e–c-o-i-s-a-s, um homem com visões que podia saber o futuro. O que ele dizia sobre o futuro nunca falhava. Isso sempre acontecia. As pessoas amavam o seu “ASSIM DIZ O SENHOR”. Oh, elas amavam. Para elas isso era a cobertura do bolo, porque aqui estava agora um profeta que era um profeta de um tipo muito especial. Ele podia fazer um super trabalho. Não como os outros com um dom na assembléia, ou mesmo ministros. Este homem era extra super. [“Amém”] Ele tinha o “ASSIM DIZ O SENHOR”.

 48           Outros homens diziam que viam, mas este homem podia revelar isto abertamente [“Amém”] e isso acontecia exatamente. Lembra-se da vez em que ele esteve em Phoenix? Eu acho que era a irmã do irmão Shakarian. Qual era o nome dela? Elizabeth? Eu me esqueci agora… que estava perto de morrer. [Alguém na audiência responde: “Florence” – Trad.] Florence. Isso mesmo… Florence. E ele disse que ela estaria morta pela manhã, e a convenção possuía todos aqueles sábios pentecostais fumegantes, e então eles pensaram como os profetas de Baal – agora, eu não voltarei a isso [“Amém”] – de que eles podiam dançar e gritar e berrar e fazer isto e aquilo e outra coisa, e de que ela não morreria. Então alguém disse: “Assim diz o Senhor: ela não morrerá, mas viverá”. Depois eles contaram para o irmão Branham. Billy Paul disse: “Papai, que tal isso?”. Ele disse: “Tudo que eu sei é: Ele disse que ela morreria. Observe o relógio”. [“Amém”] Às duas horas da manhã ela estava morta.[12] [“Amém”]

 49           Eu quero lhe fazer uma pergunta: como pode aquela convocação – aquela grande assembléia – não ter se reunido e pedido desculpa? [“Amém”; “Isso mesmo”] Como pode aquele homem não ter ficado em apuros? Oh, eles estavam desejando crer nisso. Oh, eles queriam crer nisso. Veja, eles queriam ordenar aquilo ali para libertar a moça, mas eles não diriam: “Quem é você?”. E você sabe por que eles não diriam “Quem é você”? Porque eles não queriam descobrir. [“Amém”; “Isso mesmo”] Por favor, vamos ser honestos. Eu não sou estúpido. Você não é estúpido. Eles não queriam saber. Existe uma porção de coisa que eu não queria saber. Existem coisas hoje agora mesmo que eu não quero saber. Essa não é uma delas. [Risos – Trad.] Agora, se você está sentado aqui e me dizendo que você está a dez passos à minha frente, você poderia bem estar. Mas eu simplesmente riria de você e diria: “Eu duvido muito disso”. [Risos – Trad.] Não que eu esteja à frente de alguém. Não estou dizendo isso. Estou apenas dizendo: “Por favor. Todos vocês estão aqui embaixo com as galinhas”. Vocês são águias, mas vocês são apenas potencialmente no sentido de que vocês não tem saído daqui ainda. Mas, animem-se, nós estaremos saindo daqui num desses dias.

 50           Oh sim, ele era um tipo especial de profeta. Eles gostavam disso. Como eles amavam receber o “ASSIM DIZ O SENHOR”, porque com fé ou sem fé, vida ou sem vida, eles receberam o que o profeta disse que aconteceria. Eles engoliram isso. Eu também me sentava lá desejando o “ASSIM DIZ O SENHOR”.

 51           2) Além de ser um profeta ele tinha um dom de cura que na verdade opera sem a sua fé, embora a fé das pessoas possa trazer Isto em ação. A última vez que eu sei que aconteceu foi lá atrás por volta de 1957 em Lima, Ohio, quando eu estive ali com o irmão Branham no Auditório Memorial do Condado de Allen, e o dom de cura entrou em operação naquela noite de sexta-feira e ali houve cinqüenta milagres em cinqüenta minutos.[13] E eu não sei se alguma vez isso operou novamente. Foi a fé das pessoas em oração e crença. Porém isso não foi a fila de oração. Eram as pessoas, porque a fé estava tão alta. Eu conheço o segredo disso, mas o segredo número um é: você tem que ter um homem com um dom. [“Sim”] Oh sim, eu posso tirar água do poço, porém eu tenho que ter um balde. [Risos – Trad.] Certamente.

 52           3) Além disso, ele tinha um sinal em sua mão. Eu poderia ter mencionado isso antes e aquele sinal foi o mais enganoso. Todos eles concorreram[14] por isso. [“Amém”] E eu contei a você, e eu não sou esperto, mas eu estava sentado lá desviado. Porém um filho eleito desviado tem mais na cabeça do que o não eleito mais esperto que não está desviado. [“Amém”] Ele nunca desliza no primeiro lugar, isto é, para frente. E eu disse: “Só um minuto. Por que o sinal está em sua mão se uma Voz tem que lhe dizer onde está o câncer? (…) Deixe a Voz dizer a você o que é isto e onde isso está”. [“Isso mesmo”] Eu estava cem por cento na cabeça. Porque exatamente em suas fitas ele diria a você que era para enganar o povo. Então todo mundo começou a ter sensações e faros e desvios [Risos – Trad.] e fibrilações e sabem lá os céus o que. Realmente o que foi é que eles haviam chegado à menopausa e não o souberam. Aquilo não era falsificado. Pense nisso. [“Amém”] Eles não estavam produzindo filhos de Deus. Nããão. Não havia ligação espiritual. Nããão. Não havia nenhum proveito… estéril. [“Amém”]

 53           4) Além do mais, ele começou a discernir – e isso era incrível. Com todas aquelas ministrações incríveis e desconhecidas ou não conhecidas anteriormente, tinha que ser admitido que William Branham possuía algo que ninguém mais tinha. Isso mesmo. Em uma fita ele diz a você. Em outra ele diz: “Por que você não deixa o homem conduzir a bola se a tem? [“Sim”] Por que você não realiza impedimentos por ele ao invés de contra ele?”. [“Amém”] Como você gostaria de levantar-se – Isso é bastante lisonjeiro – e ouvir um grande homem de Deus como William Branham dizer: “Irmão Vayle, você é o único homem que alguma vez me colocou à frente em todo o meu ministério como um administrador”. Diga-me, no nome de Deus, por que você não o colocaria à frente? [“Sim”; “Amém”] Onde você pensa que você colocaria? Você não possui nenhum senso de humildade? Eu confiava que você tivesse esta noite – cada um de vocês. Será que não existe algo no coração do homem para reconhecer a grandeza? [“Amém”] Nós ouvimos eles cantarem sobre o “trovão estrondoso”, e “a majestade de Deus”, e tudo isso será destruído e dissolvido! Mas William Branham ficará lá acima disso tudo, com todos os santos do Deus Todo-Poderoso e imortal. Não há dissolução para o santo de Deus. Deixe estar na natureza.

 54           5) Credibilidade: Um homem voltou da África[15] – antigo administrador de negócios. Ele pregava para o irmão Branham. Ele permitiu as pessoas saberem que foi o seu ministério que tornou o irmão Branham acreditável – acreditável para as pessoas. Ou ele seria simplesmente único demais. Eles teriam rejeitado tudo isso. (…) [Fim do lado “A” da fita nº.1 – Ed.].

 55           Então eles sabiam que o irmão Branham possuía algo que ninguém mais tinha, e que isto não foi uma vantagem para conquistar o conhecimento de quem ele era. O motivo foi porque outros se levantaram com outros dons e ministérios que começaram a manifestar as curas que o profeta havia prometido: “Se vocês somente soubessem quem eu sou, todos vocês seriam curados”. Então quem precisava disso agora? Podemos ir a algum outro lugar. Podemos ir ao irmão Roberts. Podemos ir ao irmão Osborn. Podemos ir a Jaggers. Ir a Paul Cain. Eu não estou subestimando estes homens. Estou apenas mencionando nomes. Nós podemos ir literalmente a dezenas, se não centenas. Se nós não os encontramos na América, podemos ir ao Canadá. Encontre-os na Europa. Encontre-os no México. Encontre-os lá na América do Sul. Existem os Hicks. Existem os Wericksons. Existem os McKays. Existem inúmeros de qualquer forma. Então por que nós deveríamos vir e perguntar: “De qualquer maneira Quem é você? Particularmente nós não estamos interessados. Você é simplesmente um fenômeno de alguma descrição. Mas fora isso, o que há para se saber?”.

 56           A cura era perante nós como uma parte da expiação e uma espécie de homem muito diferente que nós chamávamos de profeta, afirmou ele próprio bem no testemunho de que um determinado conhecimento dele – esse é o homem – acionaria a eficácia da aquisição do Calvário da cura das enfermidades. “Bem”, eles dizem, “isso é blasfêmia. Ora, isso rebaixa Jesus”. Não se Jesus o enviou! [“Amém”] “Bem”, eles dizem, “eu duvido que Jesus o tenha enviado”. Oh, Jesus envia uma porção de gente. Não tenho dúvida disso. Ele enviou a senhora McPherson.[16] Ele sabia que ela pregaria de qualquer jeito. Nenhum problema aí. Foi isso que o profeta disse a seu respeito.

 57           Um derramamento da graça e da misericórdia estava gerando uma certa revelação que poderia ser tida. E essa revelação era sobre um homem. Quem é ele? Nós temos que saber quem ele é [e] o que ele é. Mas qual pessoa alguma vez veio e disse: “Irmão Branham, você abertamente declarou que havia algo sobre você que se nós soubéssemos, não haveria meio de que nós não pudéssemos ser curados. Eu quero saber isto, porque eu quero ser curado”. Você diz: “Poderia uma pessoa ir ao irmão Branham e dizer isto?”. Baseado no que ele disse, você poderia. [“Sim”] Ou por que ele disse isto? Seria melhor um profeta ser muito cuidadoso com o que ele diz, especialmente um homem como William Branham.

 58           Agora, quero que sejamos muito cuidadosos para ver algo aqui. O desafio que o irmão Branham colocou perante nós não foi um obscuro feixe de luz que nos relampejou no passado, não para ser enfatizado repetidas vezes e com a idéia de que se você perdesse aquele desafio, o qual eu somente sei de dois lugares… Esqueça isto! Esqueça isto. Foi algo especial em duas ou três reuniões. Isso não é verdade de modo algum! Não foi uma vez – ou duas vezes ou algumas vezes de desafio. Vez após vez, após vez, após vez, sob a unção.

 59           E você pode discutir de qual origem a unção veio se você quiser. Mas uma vez após a outra sob a unção, centenas de vezes, ele disse: “Você crê que eu sou o profeta de Deus?”. [“Amém”] Aí estava. [“Amém”] Centenas de vezes na fila de oração, sob a unção, sob o discernimento, ele disse: “Você crê que sou profeta de Deus? Se você somente soubesse que eu sou ‘o profeta de Deus’.” – (…) não simplesmente um profeta na economia de Deus. Isso poderia ser qualquer um. Mas o profeta do próprio Deus. O profeta do próprio Deus! Isso é diferente. [“Amém”] “Você crê que eu sou o profeta de Deus?”. Não um profeta de Deus. [“Amém”] Não um profeta de Deus. O profeta de Deus.

 60           Como disse Jesus certa vez: “Eu sou o Filho de Deus”.[17] E de acordo com o grego original estendido, Ele estava dizendo: “Eu sou um Filho de Deus de uma maneira que ninguém mais é um Filho de Deus”. E era exatamente isso que o irmão Branham estava dizendo: “Sou um profeta de uma maneira que ninguém mais é um profeta”. [“Amém”] Diga o que você quiser. Estou lhe dizendo exatamente o que ele estava dizendo. Você diz: “Bem, você é apenas Lee Vayle”. Exatamente, e eu tenho um espírito de profecia. O profeta disse assim. [“Amém”] Eu não espero por uma foto da chama de fogo. Não estou interessado. Há uma diferença. Ele era o profeta de Deus.

 61           Agora levante este pensamento: quem, qual pessoa alguma vez pensou de Deus ter o Seu próprio profeta na hora da Ressurreição e do Arrebatamento e da Segunda Vinda? E a resposta é: ninguém; ninguém, exceto muito vagamente e obtusamente.

 62           Temos Bíblia para um profeta para o Dia do Senhor? É isto. Vê? Eles não podem reunir isto. O manejamento errado ou a colocação errada ou a má interpretação da Escritura é morte. Eles não puderam reunir isto. E esse é aquele Dia do Senhor que inclui a Ressurreição, o Arrebatamento, o Super Casamento, a tribulação, a Volta e a Conquista.[18]

 63           Observe agora. Ele pergunta: “Você crê que eu sou o profeta de Deus? Se você somente soubesse quem eu sou… o profeta de Deus”.  Reúna-os e lembre-se das quantidades ou centenas de vezes sob o discernimento em que ele falou para aqueles na fila de oração – aqueles que procuravam por cura – e ele perguntava: “Você crê que eu sou o profeta de Deus?”.

Isso ocorreu em Macon, Geórgia, segundo me lembro. Isso poderia ter sido em algum outro lugar. Mas a minha mente volta a Jack Palmer. E Jack Palmer estava sentado lá com uma condição que estava simplesmente lhe destruindo por causa de problemas de estômago. Ele ergueu os olhos e viu Jack Palmer, e ele disse: “Jack, você crê sou o profeta de Deus?”. Ele disse: “Ele costumava crer… Você ainda crê. Você está curado!”. E ele foi curado. Sem mais tolices. Realmente o irmão… Somente Deus podia falar através de um profeta e dizer a um garoto, devorado com câncer nos intestinos, que não podia receber mais nada de alimento sólido e dizer: “Vá, coma todos os hambúrgueres que você quiser!”. Gordurosa, comida estragada. [“Amém”] E depois ele teve a coragem para falar sobre a refeição africana e a comida estragada na selva e sobreviver com isso e nós não podemos. [Risos – Trad.] Oh, isso foi uma espécie de piada jogada ali. O irmão Branham não teve que ter coragem para isso. Essa é a verdade. Seu sistema imunológico estava funcionando. Não como o nosso.

 64           Diga a esse garoto: “Vá e faça isto”. Ele disse para Jack: “Você crê que sou o profeta de Deus? Certamente, você costumava crer. Certamente que você crê”. Vê? Agora ouça atentamente e receba o impulso desta mensagem. As pessoas admitiam que ele era um profeta até mesmo mais versátil e talentoso e dotado do que todos os outros, por que:

1) Ele tinha o “ASSIM DIZ O SENHOR”.

2) Ele tinha um discernimento que nunca falhou; seu “ASSIM DIZ O SENHOR” não falhou.

[3] Ele tinha um dom de cura como ninguém mais.

[4] Ele via visões e podia até mesmo se moldar segundo José e Daniel, que podiam interpretar sonhos e se lembrar de sonhos que estavam perdidos e depois contar-lhes exatamente o que eles eram. Eu vi isso acontecer, especialmente com um sonho que um homem se lembrou, mas não o lembrava corretamente o bastante.

5) Ele tinha um sinal em sua mão o qual era para enganar as pessoas literalmente e induzir todos estes a perseguirem.

6) Ele podia produzir milagres num reino físico. Lembra-se da moça que estava deitada lá com apendicite e que se eles a tivessem movido o apêndice se romperia? Ele disse: “Você tem fé?” Ela disse: “Toda a fé do mundo”. Ele disse: “Se você tivesse toda a fé do mundo você não estaria aqui deitada morrendo. Mas”, ele disse, “você acreditaria agora se eu fizesse esse cordão de lustre se mover no sentido horário e depois no sentido contrário?”. Ela disse: “Sim”. Ele disse: “Tudo bem. Lustre, comece a se mover no sentido horário”. A moça saltou da cama curada. [“Amém”, “Aleluia”]

 65           Saiba você que o mesmo homem tinha poder para alcançar o seu bolso e tirar vinte e cinco centavos ou cinqüenta centavos a qualquer hora que ele quisesse, porém ele nunca fez isto. Como você não gostaria de se assentar durante o dia todo e tirar moedas de vinte e cinco centavos de seu bolso? [Risos – Trad.] Você diz: “Bem, isso tinha que ser do diabo”. Bem, estou alegre que você adore o diabo. Se isso tinha que ser do diabo, por que você não simplesmente entra em aliança com ele então? Parece que você sabe um monte sobre ele. Tire moedas de vinte e cinco centavos de seu bolso. Eu lhe direi até quando você tirará moedas de vinte e cinco centavos, com diabo ou sem diabo – contanto que você tenha moedas de vinte e cinco centavos. [Risos – Trad.] Essa é a extensão de seu ministério. Certo? Sem tencionar isso pessoalmente. [“Amém”] Essa é simplesmente a verdade… Certamente a verdade. Ele tinha milagres em volta do físico.

 66           7) Foi documentado pela fotografia científica de que uma luz apareceu a ele exatamente como ele dizia que aparecia.

8) Ele podia até mesmo fazer um desafio e vê-lo acontecer. Ele disse: “Eu desafio você: traga-me o seu pior caso. Eu garanto a cura”. E a criança estava curada. Isso aconteceu perto da fronteira do México.

[9] Oh, sim, ele era um profeta e bastante incomum, e além de tudo isso, ele alegou atos criativos, como Moisés em seu próprio ministério. Ele disse que pelo menos duas vezes esquilos foram criados.

 67           E eu lhe disse que isso foi algo de tropeço para mim até que um dia eu entendi, quando ele teve a primeira reunião comigo lá na Flórida,[19] como que o fio do microfone (como este fio aqui) fez três voltas, ficou em volta dele depois de duas voltas e meia completas. E eu fiquei ali e eu pensei: “Oh Deus”. A coisa exata que Billy Paul disse: “Não deixe isso acontecer, porque papai detesta estes fios de microfone”. E eu fiquei ali e eu pensei: “Bem, talvez só um pequeno puxão tire isso do caminho”.

 68           E eu puxei e isso caiu bem ao redor de seus tornozelos. Agora, você conhece a lei de fulcro. Oh irmão! Você sabe como eles contam a você no boxe: nem sequer ponha seus dois pés juntos ou o primeiro empurrãozinho você está no chão exatamente de costas ou sobre o seu rosto. Você tem esse pé equilibrando o outro e você tem que ficar de tal maneira que você não possa ser jogado para fora do equilíbrio. E eu disse: “Oh, que coisa Senhor. Agora um passo e pronto, ele se vai”. E eu não estava suando sangue porque eu não tinha sangue algum para suar. [“Amém”] Eu não sei o que eu estava fazendo. Eu olhei ali com os meus olhos pregados e eu pensei: “Oh Deus”, e de repente o fio foi direto para o lado de seus pés. Isso, para mim, é simplesmente a mesma coisa como os esquilos. [“Amém”] Sem diferença de modo algum. Você diz: “Bem, irmão Vayle, você poderia ter piscado o seu olho”. Quão rápido ele poderia ter se movido? Meus olhos piscam [O irmão Vayle pisca os olhos – Ed.] você não pode sequer… Fap! [Risos – Trad.] Oh, ouça. Não seja… não… não… não seja tolo, irmão e irmã. Estabeleça em suas almas e no seu entendimento de que algo tem partido em nosso dia, irmão, que trará condenação a esta terra – destruição; a palha será queimada e uma Noiva sairá daqui. [“Amém”] Sim, senhor. Como a Bíblia disse: “Sede cuidadoso como você ouve: em fé ou incredulidade”.

 69           Mas para eles ele mais que certamente não foi o tipo de profeta que sua pregação deduzia que ele fosse. Eles conheceram todas estas coisas, mas eles não puderam crer que ele era o profeta que ele deduziu que ele era da Escritura, ao mesmo tempo declarando que ele nunca chamou a si mesmo de um profeta. Foi o povo que fez isto. Eles não puderam compreender isto. Mas o que ele estava dizendo? “Olhe pessoal, vocês me chamaram de profeta, e todos vocês sabem exatamente a extensão de meu ministério. Então se eu sou um profeta de acordo com vocês, podem vocês ver o que vocês estão na verdade fazendo de mim, baseado na razão de que vocês me chamam de um profeta?”.

 70           Agora, eles não analisaram isto. Eles disseram: “Você é um profeta”. E todos eles podiam pensar que fosse: “O homem podia ver visões. O homem podia contar coisas. Ele pôde profetizar e isso veio a acontecer”. Mas aqui estava todo um ministério completo diante do povo – um tremendo ministério! Então quando eles fizeram dele um profeta, que espécie de profeta à luz do que ele produziu? Agora, isso é tão simples como o A-B-C. Você tem uma vaca Guernsey e você tem uma vaca Holstein.[20] Agora, a Guernsey superará a Holstein quando ela chega ao óleo de manteiga; e a Holstein superará a Guernsey quando ela chega ao leite. Tudo isso depende do que você quer. Mas uma Guernsey não é uma Holstein. E uma Holstein não é um Clydesdale.[21] Isso é um cavalo. [Risos – Trad.] E isso não é um Shropshire, porque isso é um cordeiro. Certo? Ou uma ovelha? Eu esqueci sobre os porcos, porque eu de certa fora me esqueci como isso é… pergunte ao Gregg sobre isso, porque eu me esquecei completamente alguns daqueles nomes que nós costumávamos saber sobre… algum tipo de preto… um vermelho. Eu não sei.

 71           Mas você pode ver que existem PROFETAS e profetas. As pessoas não querem crer nisso. É dessa maneira que a natureza é. Essa é a maneira… Tudo corre em continuidade. Agora eles dizem: “Bem, o que você quer dizer? Um profeta é um profeta”. Não, um PROFETA não é simplesmente um profeta, porque um dia Paulo disse à igreja dos coríntios: “Qualquer que pensa a si mesmo ser um profeta, é melhor que ele admita que o que eu digo é o mandamento de Deus”.[22] [“Amém”; “Aleluia”] Então existem PROFETAS e profetas. [“Amém”]

 72           (…) [Jesus mesmo testificou a grandeza de Moisés, todavia declarou que João Batista era o maior profeta nascido de uma mulher. Não que os profetas não sejam todos grandes figuras na economia de Deus, mas a Escritura menciona a grandeza singular de Moisés, Elias e João. Mas Jesus era maior do que todos. E quando isso chega a um “profeta do ministério quíntuplo”, não há comparação com o profeta a quem a Palavra vem e que fica como Deus diante do povo. William Branham foi um dos maiores profetas das eras. Ele ficou entre Moisés e Paulo. William Branham não foi apenas um profeta do ministério quíntuplo como em Efésios 4].

 73           Ele não foi esse tipo de profeta. E as pessoas nunca fizeram dele o tipo de profeta que a sua pregação deduzia que ele fosse. Ele disse: “Olhe, pessoal, você me chamaram de um profeta. Todos vocês conhecem a extensão de meu ministério”. Eles conheciam. Quando os demais estavam errados, ele estava certo. [“Isso mesmo”] Nunca cometeu um erro. “Então, se sou um profeta de acordo com vocês, podem vocês ver o que vocês na realidade estão fazendo comigo baseado nas razões em que vocês me chamam de um profeta? Olhem na Bíblia comigo. Vamos estudar juntos e me identifiquem quanto ao que tipo de profeta que eu sou, e depois vejam até quando um profeta tal pode aparecer e em que hora. Apenas procurem e descubram isto. Agora olhem para o quadro inteiro”. Ele disse: “Vocês me chamam de profeta e eu tenho demonstrado isso a vocês. Agora, vamos ir a Bíblia e verificar se existe um profeta tal que contenha estes elementos para uma certa hora predestinada”. E essa é exatamente a verdade. “Quando que esse profeta apareceria? [Eu estou aqui].[23] O que está acontecendo?”. Tudo bem?

 74           Temos anteriormente declarado que se alguém soubesse quem era João Batista, teria que ser o próprio João Batista. O mesmo serve para Jesus. O mesmo serve para Paulo. O mesmo serve para Moisés. O mesmo serve para Samuel. O mesmo serve para William Branham. E o que ele disse que ele era? Categoricamente, ele disse que ele era o profeta de Deus. Que, inequivocadamente, é Malaquias 4:5-6. Então vamos voltar lá atrás. Vamos resolver a questão: “O que o irmão Branham queria que nós soubéssemos?”.

 Eis que Eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor; e ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que Eu não venha, e fira a terra com maldição.

 75           Ele diz a você bem aí: um ministério do profeta Elias estaria sobre esta terra no tempo do Dia do Senhor, a integração, e que o Dia do Senhor estaria presente. E exceto por esse profeta, ninguém seria salvo. Ou seja, o Dia do Senhor estaria completamente fracassado. A promessa da imortalidade, como apresentada pelo apóstolo Paulo em 1 Tessalonicenses 4:16, não poderia acontecer; [“Isso mesmo”] como apresentado em 1 Coríntios 15, não poderia acontecer. Não haveria meio algum. Cada pessoa individual teria que morrer e depois ser ressuscitada. [“Amém”] A Escritura estaria cumprida. No entanto, aqui diz: “Está ordenado ao homem morrer uma vez e depois disso o juízo”.[24] Isto estaria cumprido. Isso não poderia ser cumprido como dito lá atrás no Jardim: “A fim de que ele não estenda a sua mão e tome da Árvore da Vida e viva eternamente”.[25] Isso não poderia ser. Deus tinha que restaurar esta condição de modo que houvesse pessoas vivendo exatamente nesta hora. E esta é a hora em que as pessoas farão isto. Elas estenderão as suas mãos. E o estender começa com: “Quem é você homem que fica perante nós? O que está acontecendo? Você é uma resposta para algo. Fale-me sobre você mesmo”.

 76           Agora, nós lemos isto. Observe no versículo 5: “Eu vos enviarei o profeta Elias”. O profeta do próprio Deus. Lembra-se que eles chamaram Elias de “o homem de Deus”? Profeta. “Você é o profeta de Deus. Você é o homem de Deus” – Filho do homem é profeta. Reúna-os. Entenda esta palavra “homem” aí. Profeta. Profeta de Deus, Elias. E essa vinda será a diferença entre a preservação e a destruição. E observe que o versículo 5 coloca esse profeta como o profeta de Deus do Dia do Senhor. E para ver isso corretamente, começamos lendo no capítulo 4:1:

 Porque eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; e todos os soberbos, sim, todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o Senhor dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo. Mas para vós, os que temeis o Meu nome, nascerá o sol da justiça com cura em suas asas…

 77           E o profeta disse que era imortalidade. “Se você somente soubesse quem eu sou, você seria imortal”. [“Aleluia”; “Amém”] Você diz: “Irmão Vayle, isso leva para longe demais”. Veja, isso sempre está levando para longe demais. Jesus levou isso longe demais. João levou isso longe demais. Paulo levou isso longe demais. Lutero levou isso longe demais. [“Aleluia”] É sempre o diabo que grita: “Longe demais!”. Pode apostar que isso é longe demais. [“Amém”] Longe demais para aquelas aves. [“Amém”] Certamente. Elas nunca verão isto. As galinhas nunca podem ver o que as águias veem. A águia grita e se eleva acima da tempestade. As galinhas correm para o galinheiro. As filhas correm atrás da mãe. [“Amém”]

 78           E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés, naquele dia que estou preparando, diz o Senhor dos Exércitos. (Esta é a sua palha) Lembrai-vos da lei de Moisés, Meu servo, que lhe mandei em Horebe para todo o Israel, a saber, estatutos e juízos.

 Essa é a segunda vez que a lei foi entregue, e tudo foi graça, graça, graça. E lembre-se que a pedra angular é trazida com clamores de “Graça. Graça. Graça”.[26] [“Aleluia”] “Eu iria destruir todo mundo, mas Eu intercederei, e Eu farei isto do Meu modo, que é por um profeta”. E todo mundo canta: “Jesus pagou por tudo isto. Tudo eu devo a Ele. O pecado havia deixado uma mancha carmesim. Ele a deixou branca como a neve. Quem precisa de Elias? Glória a Deus!”. Vê onde você está? Agora, por favor. Você tem que ver onde você está.

 79           Eu sei que isto soa superficial – irônico para muitos. Eu sei que isto soa completamente fora da situação. É exatamente dessa maneira que o diabo quer isto. E quando tantas pessoas hoje possuem um espírito sobre elas procurando por coisas grandes, isso é simplesmente pequeno demais. William Branham fez a tarefa. Eu não preciso fazer isto. [“Amém”] A tarefa foi feita. Eu apenas preciso crer Nisto. Ele disse bem aqui: “Eu o enviarei”. Ele disse: “Isso tomará conta disso”. [“Amém”] A destruição nos encara bem na face. Ele está enviando Elias. Isso tomará conta disso.

 80           Observe cuidadosamente o versículo 6:

 E ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que Eu não venha, e fira a terra com maldição. 

 Vamos ir a Lucas 1:17. Exatamente onde Scofield diz isto. Eu não sabia que ele tinha visto isso. Quando o irmão Branham disse isto, eu disse: “Irmão Branham, onde ele obteve isto?”. Ele disse: “Eu não teria sabido disso, Lee, a menos que Ele me dissesse”. Ele não teve que ler do próprio Scofield. Vamos ler sobre João, versículo 16:

 E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus, (Diz a você bem aí) e irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos…

 81           Nada disse sobre “os filhos de volta aos pais”. Então ele não o faz. Somente a metade – João fez uma metade. João e Malaquias 3 fizeram uma metade. Esse é o Elias de Malaquias 3. O Elias de Malaquias 4 faz a segunda metade. Agora, o que é o “converter dos corações”? Simples como o A-B-C.

 …e os desobedientes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto.

 82           Agora, “desobedientes” não quer dizer um ato deliberado. Quer dizer aqueles que não compreendem. “William Branham, quem é você? João Batista, quem é você? O que você está fazendo? Qual é o seu propósito? O que é tudo isso?”. “Estou feliz por você perguntar e eu lhe direi. E aqui está o que acontecerá a você. Você terá o seu coração de fé convertido na direção certa. [“Amém”] Isso é o que Elias fez no monte Carmelo – a confrontação do monte Carmelo”. Ele disse: “Esta é a hora de converter os corações”. Israel tinha que ser julgado porque o coração foi convertido. Olhe para o velho Acabe – um coração perverso. Mas no momento em que ele se abrandou, Deus disse: “Espere, nós não iremos julgar hoje. Observe como ele pisa brandamente. Eu o colocarei estrada abaixo”. [“Amém”] O dia chegou quando Acabe não tinha nenhum coração, nada foi deixado para o arrependimento… como o anticristo, o coração se converte a um animal. [“Amém”] O que há para salvar? Nada.

 83           Então agora o coração do homem tem ido para a sabedoria terrena. A prostituta tem feito a sua cama para as suas filhas e as trouxe para dentro do movimento ecumênico… o carismático… até mesmo os mais excelentes cristãos tem caído por uma igreja mundana: “amor”. “Amor” para voltar-se a Deus. “Amor” para ser doce para com o seu irmão. “Amor” para até mesmo morrer no nome de Jesus Cristo e se virar contra Deus por meio de um programa ecumênico.

 84           Não é de se admirar que eu pregasse sete, talvez doze vezes sobre o amor. Eu talvez não tenha ainda chegado a isto. Eu não sei. Não obstante é difícil transmitir isto, até mesmo para o meu pensamento. E eu preguei todos aqueles sermões sobre isto. Amor não é o que você pensa que é. É o que Deus diz que é. [“Amém”] Nada tem a ver comigo e com você. Aquele “amor derramado em nosso coração pelo Espírito Santo”[27] não é alguma coisa que temos de nós mesmos. [“Amém”] Isso fica livre do nosso lixo por aquilo que Ele põe ali dentro pela Sua bondade. Tudo bem.

 85           Então eles não entenderam. Eles vieram e disseram: “O que é tudo isso? Quem é você, João?”. E o eleito imediatamente disse: “Excelente!”. João disse: “Ele está de pé em meio a vocês. Vocês não O conhecem. Eu verei aquela Pomba descer numa Chama de Fogo. Ela repousará sobre Ele. Ela O encherá. Esse é o Messias”. Eles disseram: “Excelente! Maravilhoso! Quando você chegar a conhecê-Lo permita-nos conhecê-Lo também”. Ele disse: “Certamente”. Isso mesmo. Porque todos, exceto alguns discípulos, se voltaram para Jesus Cristo. João teve alguns que saíram. Vê? Sempre há uma multidão mista.

 86           Sempre existem três tipos de crentes. Não vamos nos enganar a nós mesmos. Mas vamos receber este entendimento aqui. “Quem é você, João?”. “Eu sou a voz do que clama no deserto. Eu sou o que converte os corações dos pais aos filhos, que traz o entendimento dos profetas aos filhos”. Porque, lembre-se, esta é a hora do Filho.[28] Ainda é a hora do Filho. Não que Deus ainda não seja Pai. Ele ainda é Espírito Santo. Ele ainda é Rei. Ele ainda é Juiz. Ele é todas estas coisas, mas esta é a hora do Filho. [“Amém”] Começou bem lá atrás – certamente, vamos compreender estas coisas. Essa é a razão pela qual Ele é o Filho de Deus. Ele não tem deixado essa posição. Mas Ele ainda é Pai. Ninguém irá negar isto. Ele é Juiz. Ele é tudo Isso.

 87           É exatamente a mesma coisa hoje. O que você está fazendo? “Estou convertendo os corações dos filhos aos pais”. Exatamente o que isto é. Agora, isso é exatamente Atos 3:19-21, o qual eu li para você. É Mateus 16:28. Vamos ir a esse. Não temos que ler isto. Na verdade é Mateus 17, mas o versículo 16 diz:

 Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam o Filho do homem entrar no Seu reino.

 E é claro, após seis dias, Jesus os apartou. Houve uma transfiguração. Eles desceram novamente depois de ver Elias ali, Moisés ali, Jesus ali. E os Seus discípulos disseram:

 Por que então dizem os escribas (versículo 10) que Elias deve vir primeiro? E Jesus disse: Verdadeiramente Elias virá primeiro e restaurará todas as coisas.

 88           Ele não disse: “Hei, ele já veio”, apesar de que Ele disse que ele estava em João. Então não perca tempo procurando por ele. Os escribas estão totalmente errados. Ele disse que eles estavam falando concernente ao reino, que eles viram como o verdadeiro reino, em seu puro estado, que é a glorificação, não esta coisa que você tem aqui, onde árvores morrem, animais morrem, pessoas ficam doentes, os besouros entram e te molestam, ladrões invadem e roubam e furtam. Não, não. É um reino imortal. [“Amém”] Todo o carnal tem sido abrasado. Isso volta agora a um estado purificado. Nem sequer germes ao redor do lugar. [“Aleluia”] Toda essa coisa está destruída, que foi trazida aqui dentro, não no original.

 89           “Agora”, Ele disse, “esse é o reino, e”, Ele disse, “Elias virá antes disso a fim de entrar nisso”. E Deus, Ele mesmo, diz em Malaquias – e Cristo não pode ser contrário a Deus, porque Ele é Deus em forma humana – “Elias deve vir primeiro e restaurar ou Eu simplesmente destruirei isto”. Ele categoricamente descreveu que espécie de profeta Elias seria:

 90           1) Sem instrução, sem denominação, com um espírito do deserto que denunciaria o sistema da teologia tradicional. Ele disse: “Só um minuto. Onde você teria recebido isso?”. Ele disse: “O machado está posto à raiz de todas as árvores”[29] e bam-bam-bam. Ele os derrubou a todos. Ele disse: “Vós soldados…”, ele disse: “Vós fariseus, seu grupo aqui”. Acabou com todos eles. [“Amém”] Não houve um que tivesse se livrado. Nenhum.

 91           2) O profeta seria um profeta da Palavra, e embora ele não pudesse acrescentar uma palavra à Bíblia, ele, somente, podia interpretá-La. Oh, ouçam, isso o cozinhou bem ali. O profeta disse a mesma verdade. Ele disse originalmente que o Seu “profeta” queria dizer: “revelador da Palavra”. É claro que isso queria dizer “revelar a Palavra”, porque ele tem a Palavra, e então ele A revelou. Ele teve que saber as coisas do passado. Vamos ir a 2 Pedro ali e apenas dar uma olhada Nisto. Vamos descobrir, mas eles não irão crer nisso. Somente as pessoas que gostam de você e de mim creem nisso – que é o nosso dever e o nosso gozo. (…)

 92           Pedro falando no primeiro capítulo de 2 Pedro, e ele fala sobre a excelente voz da excelente glória. E ele disse no versículo 18:

 E ouvimos esta Voz que veio do céu, quando estávamos no monte santo. Temos uma mui firme Palavra de profecia…

 Essa é a Palavra de profecia feita mais firme. Mais firme do que o quê? Mais firme do que a visão. [“Amém”] Alguma coisa maior. (…) É algo maior. Se você está convencido de que isso lá atrás era maior, então você vai lá. [“Amém”] É simples assim. Agora, se estou falando fora do curso, pelo menos estou sendo enfático, e isso é sempre bom. Se for uma coisa boa então é uma coisa boa.

 93           Ele disse:

 …Isto é firme, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que ilumina em lugar escuro.

  Isso será terrivelmente escuro quando esta realidade acontece. Eles viram apenas uma pré-estréia. [“Certo”; “Sim”] Isso é tudo, e Pedro nem sequer está todavia ali. Ele está tranqüilo em algum lugar muito bom na mesma espécie de categoria em que o irmão Branham está, com o grupo da Primeira Era. Vê?

 94           Agora, nesta escura, era escura, que é Laodicéia:

 …uma luz que ilumina em lugar escuro até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações. (Convertendo os corações aos pais! [“Amém”] Vê?) Sabendo primeiramente isto: (Essa é a coisa mais importante. Este é o princípio primordial) que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia dos tempos antigos não veio por vontade do homem, mas homens santos de Deus falaram quando movidos pelo Espírito Santo.

 E ele diz a você bem aí que existe um profeta conectado com isto. Para quê? Para dar a você a verdadeira revelação.

 95           Agora, como que você fará isso sem a verdadeira revelação? Como que eles chegam a Jesus sem João? Vê? Nas mentes das pessoas elas podem sempre voltar e criticar o judeu, e eu digo que o judeu estava dez milhões de milhas à frente desta geração! [“Amém”] Eles tiveram tudo isso acima de nós. Como uma nação eles podem ser nascidos em um dia e Deus fará o que Ele quiser, e Ele certamente fará isso com Israel. [“Amém”] Porém esta nação está acabada. Observe e veja. Esta nação está perdida. Ela está arruinada. Ela realmente está. Então aí está você.

 96           “O que é isto?”, Pedro está dizendo. Ele está falando a você sobre Malaquias 4:6, baseado em Lucas 1:17. “Virá um homem que dirá a você tudo sobre isto”. Sobre o que? O que havia acontecido a ele. Ele havia captado isso em um rapto. O Senhor o transportou acima ao monte da Transfiguração, e lá eles tiveram uma visão. Mas realmente é um bilhão de milhas à frente de uma visão! Certo. Muitas pessoas conhecem muitas visões e elas morrem. Mas o povo nesta visão não morrerá, [“Glória a Deus”] porque haverá um profeta. E as pessoas sempre dizem: “Por que Deus tem que ter um profeta?”. Porque é isso que Deus quer, e o que Deus quer Ele consegue! [“Amém”] Oh, eles podem cantar a canção: “O que Nola quer, Nola consegue”,[30] e todos ficam felizes pela pequena Nola conseguir isto. Você conseguirá isto, pequena Nola, não se preocupe. Bem atrás da cabeça antes que isto acabe. [Risos – Trad.] Você descobrirá que você não era tão esperto.

 97           Eu lhe direi uma coisa: Deus consegue o que Ele quer, [“Amém”] e nenhum pregador como Lee Vayle, ou qualquer pregador diante de quem você se assenta irá impedir Deus de fazer isto. [“Amém”] E eu posso dizer qualquer coisa que eu queira para tentar parar a Deus e isso não irá parar isto. E agora então as pessoas podem dizer qualquer coisa que elas queiram sobre isto e elas não irão parar isto, porque o versículo seguinte disse: “Como houve falsos profetas”, permitindo você saber que logo em seguida isto chega aos falsos profetas, e não pode haver o falso a menos que haja o verdadeiro, como o irmão Klassen trouxe [“Amém”] tão belamente na noite passada… Você não pode fazer isto.

 98           Oh, sim, isto é o que este homem faz: ele converte os corações de volta. Como dizia o irmão Branham, “fé de rapto”. Veja como que você tem a “fé de rapto”, porque você sabe quem o profeta é, o que ele é, o que ele está fazendo, o que ele tem feito e o que é tudo isso. [“Isso mesmo”] E se você sabe disso, o que mais você quer? “Bem, irmão Vayle, eu ajudarei nisso”. Por favor, quando você fizer deixe-me saber como que você o faz. [Risos – Trad.] Eu estarei ansioso. Isso é o que Herodes disse: “Quando vocês tiverem adorado, volte e eu adorarei com vocês”.[31] “Oh”, disse astutamente. Oh, sim, não vamos ser ingênuos. A palavra é “estúpido”, mas eu usarei a palavra “ingênuo”.[32]

 99           3) Eles o detestavam porque ele acreditava em um Deus. Vê? Eles não puderam sustentar a sua doutrina: batismo no nome do Senhor Jesus Cristo, a plena revelação da soberania da graça, onde ele acreditava na presciência e eleição e predestinação e disse: “Você realmente acreditará na soberania quando você entender que Deus sabia quantas pulgas haveriam, quantas vezes elas piscariam os seus olhos e quantas delas seriam necessárias para fazer uma libra de cera”. “Oh”, você diz, “Oh que horror, eu não posso crer que Deus faria…”. Deus faria. Não, você não crê em Deus de jeito algum, ponto final. Você simplesmente nega isto. Você não crê na soberania, você apenas tem alguma imaginação própria sua. Você tem algum sistema em que você tem trabalhado. Você é um teólogo, porém não um santo de Deus.

 100       Por um longo tempo minha teologia sempre foi ao ponto de dizer: “Hei, Deus tem duas coisas: conhecimento e poder”. Como você pode conhecer de antemão uma coisa a menos que você tenha poder para fazer isto? Isso é verdade em um caso, mas depois eu cheguei ao pensamento: “Quão mais maravilhoso é conhecer um Deus que não usaria o Seu poder, mas que ainda assim sabia de qualquer maneira?”. Veja, eu não sei se isso funciona dessa maneira, exatamente como isso funciona. Eu estaria confuso. Eu não poderia lhe dizer, porém eu posso lhe dizer uma coisa: Deus sabe. E eu não tenho que saber, contanto que Deus saiba. [“Amém”] Se Deus sabe, meu nome está no Livro, e eu creio nisso, e o meu conhecimento é do que eu sei do que Ele diz na Escritura. E quando eu vejo um profeta vindicado, (porque é assim que o ministério de William Branham era; tudo era sobre vindicação – falar pelo Deus Todo-Poderoso), então eu sei que eu estou certo.

 101       4) Ele revelou o verdadeiro batismo com o Espírito Santo e pos os dons em ordem.

5) Ele revelou os Sete Selos, e nisso trouxe à luz todos os mistérios da Palavra, usando Apocalipse 10:1-7, onde Deus, Ele mesmo, desce como Seu próprio grande mensageiro na Coluna de Fogo, e o profeta de Apocalipse 10:7 é Malaquias 4. Certamente. Ele revelou todos eles. Oh, as pessoas querem dizer: “Bem, o Sétimo Selo não foi aberto”. Como pode se Ele disse que foi? [“Sim”] A única parte que não está aberta é essa Vinda [onde] nós O encontraremos no ar, porque isso é a Vinda. Isso é nossa ida, também. E para provar que Ele foi capaz de fazer tudo isso, o qual Ele fez, Ele usou um ministério vindicado baseado em Deuteronômio 18 e Números 12. Categoricamente disse Isto. E então com tudo isso, Ele estabeleceu e enfatizou a verdade de Hebreus 1:1, de que Deus sempre usou profetas e sempre usará profetas, enquanto o Seu plano de redenção avança. E Ele encerra com dois profetas: Elias e Moisés. Se não for com os dois homens mesmos, então com aquele mesmo Espírito e ministério sobre eles.

 102       E quando isto começou a ser fixado nas mentes das pessoas de que o profeta de Deus era Deus para o povo, Ele permite isto ser conhecido de que Deus estava em Seu próprio Profeta e que Ele usou um homem, e esse homem, através do ministério do Espírito Santo, era Deus em carne humana, Deus numa forma humana. Isso mesmo. Você ouviu o que eu disse: Deuteronômio 18, onde um homem se levanta e diz: “Quando você vê Deus descer dos céus, ficar perante grupos de homens e Se declarar como Ele jamais Se declarou”. Isso é exatamente o que ele disse na fita “O Rapto”. Você compreende que Deus em forma humana e carne humana é quando esse homem fica diante de grupos de homens e diz, ou grupos de alguém, e declara em público aquilo que somente Deus, Ele mesmo, poderia dizer, porque as palavras do homem não farão isto… Isso é Deus em carne humana em forma humana. Isso não é a Noiva, é um membro da Noiva. [“Amém”] As pessoas ficam bastante confusas aí, porque o irmão Branham usava [ambos] o singular e o plural.

 103       Ele revelou Lucas 17:30 e explicou sua parte nisto. Eles disseram: “Irmão Branham, alguém disse que você é o Filho do homem. Eu pensava que a Coluna de Fogo é o Filho do homem”. Ele disse: “Eu não sou Ele. A Coluna de Fogo não é Ele. Eu sou apenas um filho do homem”. Ele disse: “Isso está na forma do Espírito Santo”. E ele disse: “O Filho do homem…”, ele disse, “o profeta não é o Filho do homem. Ele revela o Filho do homem”. Ele deixou abundantemente claro que tudo isso lhe foi dado pela vindicação e infalível revelação, e essa revelação não foi um remendo novo numa roupa velha, mas uma nova Mensagem a qual era a Palavra da promessa manifestada para esta hora. A ele foi dado isto. Ele deixou claro que ele tinha o direito de uma revelação infalível, e temos um direito para crermos numa revelação infalível que se nós cremos no que ele disse, e compreendemos o que ele disse, sabemos que estamos certos e sabemos que os nossos corações tem sido convertidos.

 104       Agora, irmão e irmã, se você não passar pela agonia de um coração convertido, eu simplesmente duvido se você é um nascido de novo, porque eu quero lhe dizer isto: podemos falar tudo o que queremos, e isso é verdade, sobre o Espírito Santo purgando todos os lixos para fora de nossos corações, ficando livre de todo o chouriço falso e de todo o irreal. Porém eu lhe direi que as grandes batalhas que o irmão Branham disse estavam bem na mente. Isso é o Armagedom bem aí. Essa é a maior bem aí. Livre-se de toda aquela velha doutrina. Não tente compreender o profeta em um clarão. Entenda ele numa luz que é uma nova Mensagem. E o irmão Branham disse: “Não há tal coisa como um verdadeiro avivamento de cura a menos que uma Mensagem o acompanhe”. E ele disse: “Se essa é a mesma, gasta e velha mensagem”, ele disse, “isso não é um verdadeiro avivamento de cura, porque Deus não opera[33] colocando algo sobre você que você já tem”. Por que Ele viria e diria: “Hei, vocês pessoas aqui estão… Quero dar a vocês uma libra[34] de maçãs para comer”, quando todo mundo já possui uma libra de maçãs? [“Amém”] Veja, isso não irá funcionar, é tão simples como o A-B-C. Isso não irá funcionar.

 105       E pouco antes dele nos deixar, ele trouxe exatamente o que ele tinha que ter – a verdade do Arrebatamento, a verdade da Aparição. O que é a Aparição? Todo mundo crê na Aparição. É fundamental. Porém eles pensam que é um arrebatamento. Não é. Isso precede o Arrebatamento. [“Amém”] O Arrebatamento é a partida e abraça a Segunda Vinda, porque Ele desce imortal, e o Espírito que está entre nós se torna encarnado naquele Super Casamento – nós O coroaremos Rei dos reis e Senhor dos senhores, e começa a tribulação de três anos e meio, e voltamos e assumimos o controle [com Ele]. Certamente. Agora, permita-me começar a concluir ao encerrar, e eu espero que eu possa terminar bem rapidamente agora. Então aí está.

 106       Quem foi William Branham? E eu não tenho começado realmente a cobrir… Sabe, esse é um livro de 250 páginas, que encerra o material datilografado. É evidente que ele era o Elias que estava por vir, o qual era o profeta de Deus que foi vindicado por Deus, Ele mesmo, para introduzir a Igreja e tornar conhecido Efésios 1:17, que é “um espírito de sabedoria e de revelação no conhecimento Dele”, que produz a Ressurreição e o Arrebatamento em glória.

 107       Essa é a verdade de Mateus 12, Daquele que na forma de Espírito, vem aos gentios para fazer exatamente o que Ele fez na carne quando Ele esteve aqui em Espírito… Quero dizer, faz em Espírito o que Ele fez quando Ele esteve aqui na carne. E Ele é a Voz de Apocalipse 10:1 como declarado em Apocalipse 10:7. Ele é Aquele que ficou parado. E ele é o mesmo de quem Paulo falou em 1 Tessalonicenses 4:16. Ele é a voz, pois o Senhor, Ele mesmo, descerá com uma voz; e é sabido no grego, que aqui não diz que Isto é a voz “do” que desceu.

 108       Para ser responsável pelo Sangue e Vida da Noiva, como seu mestre, para que ela não caia na armadilha do anticristo, ele cumpre 2 Tessalonicenses 2, em que é dito no versículo 10:

 E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. (Ele é aquele que traz a verdade). Por isso Deus lhes enviará a forte ilusão,[35] para que creiam na mentira; para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade. (E o que é isto? A injustiça de Caim que ofereceu sacrifício e adorou a Deus sob um espírito errado e uma revelação errada). Mas devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados do Senhor, por vos ter Deus elegido desde o princípio, para santificação… (ou melhor) para a salvação [através da santificação] do Espírito e fé da verdade, para a qual fostes chamados pelo nosso evangelho…

 109       Nos dias de Paulo, era o Evangelho de Paulo. Nos dias de Moisés, era a lei de Moisés. Nesta hora, é a Mensagem de Branham. Faça o que você quiser com Isto. [“Amém”] Eu não posso alternar palavras e cometer tolices com as pessoas. Eu só tenho que colocar Isto aí como Isto é. O irmão Branham tem partido. Ele, como João, diminuiu. Ele disse que ele diminuiria. Mas Aquele que apareceu no positivo em Apocalipse 10, para unir o tempo e a eternidade, está aqui como a cabeça da Igreja. Esse é Jesus Cristo, Ele mesmo. E para ressuscitar o morto, porque o profeta disse assim. E esse mesmo Espírito em nosso meio nos levará para o Super Casamento, e Ele estará encarnado ali para nos levar de volta à terra para reinar e governar com Ele por mil anos.

 110       Eu encerrarei agora com a leitura do que eu sempre aprecio ler detrás de minha Bíblia. Tenho escrito aqui, postado aqui de “O Evangelismo do Tempo do Fim” e “Os Ungidos dos Últimos Dias”:

Veja, a mesma coisa hoje, quando você vê Sua obra. Agora, nós já temos visto e estamos testemunhando a aparição do Senhor. (Ele disse assim). Lembre-se, “aparição” e “vinda” são duas palavras diferentes, “aparecer” e então “vir”. Agora é a aparição. Ele já tem aparecido nestes últimos dias. Bem aqui conosco nestes últimos poucos anos. Agora, isto é o sinal da Sua Vinda. Ele está aparecendo em Sua Igreja, na forma do Espírito Santo, mostrando que é Ele, porque as pessoas não podem fazer estas coisas que você vê o Espírito Santo fazendo, então essa é a aparição do Senhor. Agora, lembre-se que é falado ambas as situações, “aparição” e “vinda”.[36]

 111       Agora ele está dizendo a você que nem ele, nem quaisquer outros ao redor próximos a ele… podem fazer o que ele está falando a respeito, e ele está falando a respeito dessa Aparição bem aí. Aí está, bem sobre a cabeça do homem. Acima nas nuvens. Simplesmente não pode ser feito. Agora, lembre-se, ele disse que quando Moisés desceu ao Egito, Deus não apareceu apenas em sinais e maravilhas. Ele literalmente apareceu em uma Coluna de Fogo.

 112       Ele categoricamente nos contou o que estava aqui, e essa Coluna de Fogo esteve três vezes na história – Moisés, Paulo, William Branham. [“Amém”] Você não pode negar isto. [“Amém”] Vê? Cientificamente comprovado, cientificamente comprovado. Agora ouça o que ele diz aqui:

Agora, você… eu quero que você saiba que isso é seguro. E você que ouve a esta fita, você pode ter pensado hoje que eu estava tentando dizer sobre mim mesmo, sendo que eu estava pregando esta Mensagem. Eu não tenho mais nada a ver com isso do que nada, não mais do que apenas uma voz. (Isso é 1 Tessalonicenses 4) E minha voz, até mesmo contra o meu melhor julgamento… eu queria ser um caçador de animais com armadilhas. (Somente tirar peles de gambás e guaxinins e coisas.) Mas esta é a vontade de meu Pai que eu declaro fazer. (Vê? Homem do deserto). Estou determinado a fazer isto. Eu não fui Aquele que apareceu lá no rio; eu estava somente de pé lá quando Ele apareceu. (Ele apareceu ou Ele não apareceu?) Não sou eu Quem realiza estas coisas e que profetisa estas coisas que acontecem tão perfeitas quanto elas são. Eu sou somente um que está perto quando Ele o faz.

 113       “Mas veja, eu não sou o Filho do homem; a Coluna de Fogo não é o Filho do homem. Isso está na forma do Espírito Santo. Deus manifesta na carne exatamente o mesmo, porque as palavras do homem não farão o que estas palavras fazem. Estas palavras acontecem”. Vê o que estava acontecendo aqui? Deus e o Seu profeta, o profeta e o seu Deus. Como eu disse há anos atrás, “Deus-profeta; profeta-Deus”. [Fim da primeira fita – Ed.]

 114       (“Eu não era Ele…”), …não foi o que eu sabia; é a que eu simplesmente me entreguei, por quem Ele falou. Não sou eu. Não foi o sétimo mensageiro, oh não; foi uma manifestação do Filho do homem… [“Aleluia”]

Aí está você. Vê? Isso é a manifestação, o que foi dito, provando que estava por vir a acontecer. Aí está a sua manifestação – Filho do homem. O dia tem retornado outra vez. O profeta revelando Ele. “Eu não sou Ele; a Coluna de Fogo não é Ele. Isso está na forma do Espírito Santo”.Observe como Ele está se movendo.

 115       Não foi o mensageiro – sua mensagem, foi o mistério que Deus revelou. (Isso é Apocalipse 10). Não é um homem. É Deus. (Ele está apenas usando um homem) O mensageiro não era o Filho do homem – ele era o mensageiro do Filho do homem. (Ele é um profeta, vê?) O Filho do homem é Cristo. Ele é Aquele de Quem você está se alimentando. Você não está se alimentando de um homem. Um homem, suas palavras falharão… (Mas observe que as palavras do irmão Branham nunca falham. Então elas não eram as suas palavras) …Você está se alimentando do infalível, Corpo-Palavra do Filho do homem.[37]

 116       Você está se alimentando daquilo que dá a você vida e, neste caso, é imortalidade. E o que mais uma pessoa quer? Você diz: “Bem, o fato é irmão Vayle, que eu acho que isso está muito bem, e certamente que nós apreciamos admiravelmente o profeta, mas, veja, eu tenho Jesus”. Eu declaro a você, meu irmão e irmã, que você não conheceria Jesus se você O encontrasse amanhã de manhã em seu mingau. Esse é um velho ditado escocês. [Risos – Trad.] Sinto muito por isso, sem querer ser brincalhão, grosso ou qualquer outra coisa, mas essa é a verdade. [“Amém”] Você diz: “Por quê?”. Porque eu estou falando sobre vindicação. Não estou falando sobre “sábios”. Não estou falando sobre o que você pode pensar que você sabe – o que eu posso pensar que eu sei. Estou falando sobre o que aconteceu, [“Amém”] está documentado e é sabido. Não exatamente como anedotas ou um pequeno testemunho, mas isso é verdade. [“Isso mesmo”] Como disse João.

 117       Vamos dar uma olhada no que João disse, irmão e irmã. Não estamos à margem quanto ao que João disse ali em sua primeira epístola, e eu não irei ler o terceiro capítulo, só a primeira parte do primeiro:

 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da Vida, porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada.[38]

 Você quer me dizer que nós nunca temos visto isso? [“Amém”] Certamente. Não, não poderíamos tocar o homem na carne, porque Ele não está aqui em carne. De modo nenhum. Mas o que foi feito foi simplesmente na mesma medida que Deus. Então o profeta poderia dizer: “Ele teve mais sucesso com o Seu ministério em minha vida do que Ele teve com o Seu próprio”. [“Amém”] Você diz: “Bem, isso é prepotência”. Isso não é prepotência, isso é colocar exatamente toda a glória em Deus. [“Amém”] Vê?

 118       Então aí está o quadro que temos esta noite, irmão e irmã. Ele disse: “Se você somente soubesse quem eu sou”. Sabe você esta noite quem ele é? Claro, ele é o profeta de Deus. [“Amém”] [Você] diz: “Bem, irmão Vayle, não poderia você ter cometido um erro nisto ou simplificado demais isto?”. Bem que poderia ter sido. Sem dizer qualquer coisa ao extremo. Porém o que eu disse esta noite foi a verdade. E a questão é esta: nós não sabíamos disso, porque estávamos ansiosos demais para ouvir algo que nós queríamos ouvir, e conseguir o que nós desejávamos, pensando que se nós ouvíssemos isto, nós chegaríamos ao que nós queríamos; depois de ter falhado naquilo que nós deveríamos ter ouvido, nós ainda assim conseguiremos a imortalidade. Porém nós não recuperaremos as curas em massa, exceto, talvez, como disse o irmão Branham, “Quando entra na Igreja Aquele doce Espírito, aquela doçura de amor, os dons do Espírito, por assim dizer, sobre a prateleira, haverá curas. Todos curados por toda a parte”. Eu amo isto, mas eu reconheço isto: que cada pessoa em particular aqui, se o Senhor tarda, ficarão enfermos, ficarão melhores; e um dia o que nos leva para fora desta terra, nos levará para fora desta terra. Alguns irão sofrer, alguns irão sem sofrer muito. Aqueles que não sofrem são muito afortunados. Poderia ser que você já pagou um preço. Poderia ser que você não tem nenhum preço a pagar, porque de qualquer maneira você não é um deles. Ninguém sabe as respostas para essas coisas, a menos que você seja um profeta. Mas isso nós… isso não é necessário.

 119       Todos nós iremos morrer, a menos, pela graça de Deus, que alguns parados aqui não vejam a morte. E isso é verdade. [“Amém”] Isso é verdade. Somos bastante jovens aqui para não vermos a morte. Eu tenho uma amiga, ela está a caminho dos seus oitenta, e eu oro todo o dia para que ela esteja de pé aqui para a Ressurreição. Não que ela não possa ir, e não que ela não pudesse ir. Mas eu creio que a hora da promessa é de que essa imortalidade está aqui. E eu detestaria vê-la partir. Ela é uma adorável, adorável cristã, e eu creio que é um grande testemunho de que alguém da sua idade viva por muito tempo, como o João do passado, [“Amém”] e simplesmente Deus o leva para fora do quadro.

 120       Então a pergunta surgiu: “Quem foi este homem?”. O profeta de Deus – e tudo o que confere ao profeta de Deus, que é literalmente Malaquias 4. Aí está a sua resposta, e como eu digo: se você não fica curado, essa não é a grande questão. A grande questão é esta: há uma terra além do rio e as margens estão chegando mais próximas a nós, do que mais perto chegaremos a ela. Embora em alguns casos, possa ser que nós estamos nos aproximando da margem, em outros casos, é a margem que está se aproximado de nós. Eu confio que para cada um de vocês sentados aqui esta noite é a margem que está se aproximando de você, ao invés de você se aproximado dessa margem, porque você conhece a verdade. Você conhece a hora. Você conhece Elias. Mas melhor do que tudo isso, você conhece o Senhor Deus de Elias que acompanhará você até o fim.

 121       Vamos orar. Pai celestial, nós Te agradecemos esta noite pela graça e misericórdia estendida a nós, o amor de Deus derramado em nossos corações pelo Espírito Santo, e estas coisas, Senhor, as quais são certamente verdadeiras. Nós Te agradecemos, Senhor, que Tu as destes para nós e nós sabemos mais agora, nós confiamos, do que jamais temos sabido antes, porque temos sido capazes de coordenar algumas destas coisas que o profeta tentou nos mostrar, o que passou por nossas cabeças e o que não passou por nossas cabeças. Mas, Senhor, nós entendemos que mais e mais passou por nossas cabeças, mas agora, Senhor, nós queremos isso dentro de nossos corações. Que isso possa se tornar nosso como nunca antes, uma parte de nós que na verdade agora estamos nos alimentando por causa do Teu ministério, o Corpo-Palavra do Senhor Jesus Cristo.

 122       Pai, esta noite sabemos mais do que em tempo algum o quão verdadeiro é que devemos ficar livres da incredulidade, como disse o profeta: “Toda a incredulidade deve sair”. Pai, eu não sei se concernente ao que temos entrado nesta noite, se nossa fé está onde ela deveria estar com relação a este assunto, e eu espero que ela esteja, Senhor. Eu não conheço o meu próprio coração como Tu conheces o meu coração, porém eu sei de uma coisa, Pai, que eu não saberia para onde ir aparte desta Mensagem, porque o aviso já tem sido dado, também é verdade. Não há proveito em procurar por qualquer coisa mais, porque o Real tem chegado. E procurar por qualquer coisa mais é ir para o falsificado, e ir para a mentira.

 123       Então, Pai, nós não podemos fazer isso esta noite. Isso somente… eu não creio que nós poderíamos fazer isto, Senhor. Eu creio que de certo modo, de alguma forma nós certamente não possuímos a evidência do que os apóstolos tinham lá atrás, tanto quanto suas vidas e ministérios e aqueles elementos graciosos da graça cristã. Eu entendo que nós não possuímos isto, e todavia com eles, como disse o profeta, nós podemos dizer: “Viva ou morra, nade ou afunde, não há outro lugar para ir a não ser este”. Porque este é Isto.

 124       Então, Pai, esta noite nós confiamos por saber quem William Branham realmente foi e é à Sua vista, porque um profeta nunca muda, até mesmo quando Samuel apareceu. Ele ainda era aquele profeta em seus mantos de profeta e tudo. Nós sabemos, Senhor, que o profeta de Malaquias 4 é certamente real, mas Tu és até mesmo mais real, Senhor, porque não foi um profeta enviado de Deus. Foi o profeta do próprio Deus: Deus e o profeta. E nós cremos, Senhor, que agora que ele tem diminuído e saído de cena, que Tu crescerás mais e mais. E Tu crescerás, Senhor, também, em nossas vidas. Nós amadureceremos e desenvolveremos por estar na presença do Filho, como o profeta nos ensinou, e sabemos, Senhor, também, que esta maturidade não será de acordo com o nosso pensamento.

 125       Então ajude-nos, Pai, a entrarmos no verdadeiro canal, no reino do Teu pensamento de modo a conhecermos estas coisas que não temos conhecido até aqui, e, através disso, crescermos como bezerros na estrebaria, verdadeiramente, e Senhor, não é do nosso próprio desejo andarmos sobre as cinzas do perverso. Isso não está no nosso desejo, mas no Seu programa, Senhor, porque não estamos tentando ter justiça fora de Ti, Senhor, ou de qualquer modo ter os nossos desejos para substituir os Teus, Senhor. Nós estamos com medo de que sejamos tão carnais que não possamos na verdade permitir o Teu desejo substituir os nossos, e isso é o que nós queremos. Nós queremos todas estas coisas levadas para longe com as que não são de Ti. Isso é para onde o profeta chegou agora, e nós não queremos apenas necessariamente estar onde o profeta chegou, mas, Senhor, nós queremos seguir naqueles passos. E Tu conheces os nossos corações, então Tu compreendes o que estamos dizendo.

 126       Assim, Pai, esta noite, apesar de que possa existir alguns dentre nós aqui ainda procurando por cura, possam ir ao reino procurando por cura, nós sabemos de uma coisa sobre isto, Senhor, que agora que sabemos mais do que nós jamais sabíamos concernente a quem realmente o irmão Branham era, nós temos a verdadeira cura – essa restauração, o coração convertido, a fim de que agora se Tu assim nos permitires viver, nós não morreremos, mas seremos transformados em um momento, num piscar de olhos, para ficarmos com aqueles que já estão ressuscitados e subirmos para o Super Casamento.

 127       Pai, nós rogamos para que… nós apreciamos isto esta noite, e rogamos as Tuas ricas bênçãos sobre cada um esta noite. Que a alma possa estar bem alimentada e os corações e mentes Te glorifiquem para sempre. No nome de Jesus Cristo, oramos. Amém. O Senhor te abençoe.

(…)

 [O culto de Comunhão prossegue. O irmão Vayle vai para 1 Coríntios 11:23 em diante, discernindo o corpo do Senhor pela visão do profeta – Ed.]

 Obs.: As palavras contidas entre colchetes nesta tradução são de notas acrescentadas pelo Rev. Lee Vayle ao áudio original.

  Esta mensagem intitulada “Se Você Somente Soubesse Quem Eu Sou” (If You Only Knew Who I Am) foi pregada pelo Rev. Lee Vayle, no dia 30 de novembro de 1985, sábado à noite, no tabernáculo de Bellefontaine, Ohio, EUA. Esta tradução foi feita na íntegra do inglês para o português, em agosto de 2010, com o auxílio do texto e áudio original. (Duração: 1 h e 40 min.)

Ministério Internacional do Tempo do Fim Doutrina da Mensagem

http://www.messagedoctrine.com/

www.doutrinadamensagem.com

http://diogenestraducoes.webnode.com.br/

www.leevayle.net



[1] 2 Timóteo 1:7 – NT.

[2] Mateus 6:33 – NT.

[3] Refere-se a David du Plessis (1905 – 1987). Considerado um dos fundadores do movimento carismático, du Plessis serviu como representante dos pentecostais no Segundo Concílio do Vaticano a fim de manter comunicações com a igreja católica – NT.

[4] O Rev. Lee Vayle faz um contraste entre o irmão Branham e du Plessis, comparando este último com a menor raça de cães que existe, enquanto que o São Bernardo pode chegar a pesar mais de 90 kg – NT.

[5] Do inglês “proxy”, que também significa “substituto”; “mandatário”; ‘solicitador” – NT.

[6] Atos 3:19-21 – NT.

[7] Título do livro biográfico escrito por Gordon Lindsay em 1950 – NT.

[8] Provavelmente o Rev. Lee Vayle esteja se referindo à T. L. Osborn – NT.

[9] John Alexander Dowie (1848-1907) foi um evangelista escocês que se mudou para os EUA em 1888 onde fundou uma igreja e a cidade de Zion, em Illinois. No final de sua vida convenceu-se de que era o Elias. Veja um resumo completo de sua vida e ministério na introdução para o sermão de William Branham, “Não Fui Desobediente à Visão Celestial”, de 18/07/1949 – NT.

[10] Hebreus 1:1-2 – NT.

[11] Mateus 10:41 – NT.

[12] Veja também o resumo deste incidente narrado pelo próprio irmão Billy Paul em “Testemunhos”, no capítulo intitulado: “Os Tubarões Estarão Nadando Onde Você Está Pisando” – NT.

[13] Isso foi no dia 25/01/1957. Nessa ocasião o irmão Branham pregou um sermão intitulado “A Ele Ouvi”. Dias depois, no tabernáculo Branham, o Rev. Lee Vayle dá um testemunho sobre os inúmeros milagres ocorridos nesta campanha (Ver mensagem “Perfeição” 19/04/1957; §§ 1-2)– NT.

[14] Do inglês “ran”, que também pode ser “competiram”, “se esforçaram” – NT.

[15] Refere-se ao evangelista F. F. Bosworth – NT.

[16] Aimée Semple Mcpherson (1898-1944) evangelista de cura divina, foi fundadora da Igreja do Evangelho Quadrangular – NT.

[17] João 10:36 – NT.

[18] Do inglês “Taking Over”, que também pode significar “Adoção”; “Controle”; “Tomada”; “Sucessão” – NT.

[19] Refere-se à campanha Branham ocorrida em West Palm Beach, entre os meses de novembro e dezembro de 1953 – NT.

[20] Raças de gado, sendo a Holstein um tipo de vaca holandesa rica em leite – NT.

[21] Clydesdale é uma raça de cavalos escoceses – NT.

[22] 1 Coríntios 14:37 – NT.

[23] Estas palavras encontram-se apenas no áudio – NT.

[24] Hebreus 9:27 – NT.

[25] Gênesis 3:22 – NT.

[26] Zacarias 4:7 – NT.

[27] Romanos 5:5 – NT.

[28] Do inglês “Sonship”, que também pode ser traduzida por “Filiação” – NT.

[29] Mateus 3:10 – NT.

[30] Pode ser tratar aqui de “Nola”, uma antiga composição escrita pelo pianista americano Felix Arndt (1889-1918) – NT.

[31] Mateus 2:8 – NT.

[32] Do inglês “naive”, que também quer dizer “crédulo”; “infantil” – NT.

[33] Do inglês “belabor”, que também possui o sentido de “bater”, “espancar”; “criticar”NT.

[34] Meio quilo – NT.

[35] Tradução literal para “strong delusion”, segundo o texto em inglês do Rei Tiago – NT.

[36] Sermão “O Evangelismo do Tempo do Fim” (3/06/1962), § 45 – NT.

[37] Sermão “Os Ungidos dos Últimos Dias” (25/07/1965), § 269 – NT.

[38] 1 João 1:1-2 – NT.

Gostou? Compartilhe na rede!
Tags

Nenhum comentário  - Clique aqui para comentar!

No comments yet.


RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Dados da Matéria

Dados do Autor

Doutrina da Mensagem Admin do site doutrina da mensagem » Blog do autor. » Site do autor.